Porto Velho (RO) sexta-feira, 18 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Política

HAMILTON CASARA NEGA DOBRADINHA COM MAURO NAZIF


Nesta sexta-feira, o Jornalista Léo Ladeia, apresentador do programa Sala-Vip na rádio Parecis FM, entrevistou o ex-deputado federal Hamilton Casara. Dentre os vários assuntos abordados, Léo Ladeia deu ênfase a questão abordada pelo jornalista do Jornal o Estadão do Norte e colaborador do Gentedeopinião, Paulo Queiroz, quando na sua coluna Política em Três Tempos, comentou a dobradinha Mauro Nazif & Hamilton Casara rumo ao Palácio Tancredo Neves. Veja alguns trechos da entrevista:

LÉO LADEIA – O Jornalista Paulo Queiroz da Coluna Política em Três Tempos, nesta sexta-feira (25), coloca o seu nome numa dobradinha com o deputado federal Mauro Nazif. Isso é realmente verdade, já está feita a dobradinha? 

HAMILTON CASARA – Olha Léo, foi surpresa pra mim, na verdade eu quero mandar um grande abraço ao Paulo Queiroz, uma pessoa que eu tenho um enorme respeito pelo seu trabalho, um dos melhores profissionais que nós temos, e também um grande abraço ao Mauro Nazif, que também é um grande parlamentar e tem um trabalho reconhecido em todo o estado de Rondônia. Mas não. Acredito que foram conversas com algumas pessoas próximas do PSDB que levaram essa informação até o Paulo, mas não tem nenhuma tratativa feita, em nenhum momento isso ocorreu. É verdade que nos encontramos na reunião do PSDB em Ji-Paraná, e tivemos a grata satisfação de receber o Mauro Nazif e sua equipe numa visita de cortesia, mas ficou só nisso. O PSDB continua firme na sua candidatura majoritária, pronto para disputar o Palácio Tancredo Neves. Já fizemos uma importante reunião com todos os pré-candidatos a vereadores, onde definimos metas, critérios e os orientamos juridicamente para que não cometam erros com relação à lei eleitoral. Estou com uma agenda pesadíssima, visitando os bairros todos os dias, tiro sempre um ou dois dias para visitar o interior do estado, pois sou o presidente regional do partido e preciso consolidar algumas candidaturas no interior do nosso estado. Lançamos pré-candidatos em Monte Negro, Nova Brasilândia, Jaru e estamos lançando agora em Itapuã, Vilhena e Cacoal. Estarei agora na Br- 429 e 421 e já estou com agenda marcada para Nova Califórnia, Extrema, Guajará-Mirim e Jaci-Paraná, em logo em seguida desço o baixo madeira e depois me dedico a Porto Velho

LÉO LADEIA – Então fica mantida a candidatura própria do PSDB em Porto Velho? 

HAMILTON CASARA – Sim Léo, a candidatura própria é importante porque vai ampliar a nossa militância, vai fortalecer o partido e vai criar uma chance maior para os nossos pré-candidatos a vereador. Nós estamos com uma conta matemática sendo trabalhada dentro da realidade, com pé no chão para fazer um número significativo de vereadores na capital e ter uma grande representação na Câmara de Vereadores, queremos que o PSDB fale aquilo que a população está clamando, seja na educação, saúde, etc., porém nós só vamos falar depois das consultas com as comunidades para que o discurso do partido esteja afinado com os clamores da sociedade rondoniense. 

LÉO LADEIA – Quer dizer que houve contato com Mauro Nazif? 

HAMILTON CASARA - Já fiz campanha junto com o Mauro, tenho um grande respeito, somos grandes amigos, você sabe que em política não se deixa de conversar com ninguém, vamos conversar. Vou conversar com PP, DEM, PC do B, PSB e evidentemente que esse diálogo é importante, pois assim nós trazemos civilidade para o debate político partidário, porque o contrário é o rumo das intrigas, e elas nunca deram bons resultados ao cidadão, a sociedade, as cidades. Veja que essa lógica de se fazer política, distanciando, brigando um partido com outro, principalmente aqueles partidos que se aliam ideologicamente, criam dificuldades e quem mais sofre é a população que precisa de segurança, educação e saúde porque dependem de uma ação efetiva de governo e ação harmônica dos poderes, outras como, agricultura, turismo, pesca e tantas outras, sofrem menos porque o setor privado está presente na vida delas, o empresário faz com que essas coisas andem também, mas aquelas que dependem exclusivamente do braço forte do aparelho do estado, seja federal, estadual ou municipal, veja como exemplo a Dengue, por isso eu defendo o diálogo. 

LÉO LADEIA – Qual é a grande queixa, o que se identifica como aspiração maior do Portovelhense para uma Prefeitura? 

HAMILTON CASARA – Cada município tem uma característica, mas em Porto Velho, nós temos visto três coisas com uma importância maior. A questão relacionada à segurança é muito presente em nossas reuniões. A saúde é uma reclamação completa, as mães têm cobrado muito isso, aliás, a saúde está sempre em primeiro plano. Também a geração de empregos é muito cobrada e andando pelos bairros você nota a falta de investimentos dos governos. Isso é um ciclo vicioso que tem que ser combatido com planejamento. 

Fonte: Gentedeopinião com informações do programa Sala Vip (Parecis FM – 98,1) apresentado por Léo Ladeia.

Mais Sobre Política

Ministério Público realiza reunião sobre os bairros Conceição e Flamboyant após intervenção de Cristiane Lopes

Ministério Público realiza reunião sobre os bairros Conceição e Flamboyant após intervenção de Cristiane Lopes

Após a vereadora Cristiane Lopes (PP) ir até o Ministério Público Estadual (MP/RO), para relatar os problemas das obras de pavimentação dos bairros Fl

Mariana Carvalho apresenta declaração sobre cobertura universal de saúde em assembleia da União Interparlamentar

Mariana Carvalho apresenta declaração sobre cobertura universal de saúde em assembleia da União Interparlamentar

Mais de 1700 parlamentares e parceiros da ONU e da sociedade civil de todo o mundo estão reunidos em Belgrado, na Sérvia, onde acontece a 141ª Assembl

Erro na tabela de vencimentos dos professores volta a ser discutido na Comissão de Educação

Erro na tabela de vencimentos dos professores volta a ser discutido na Comissão de Educação

A Comissão de Educação e Cultura (CEC), da Assembleia Legislativa, se reuniu na manhã desta quarta-feira (16), para deliberar projetos e voltou a di

Liderança na produção do cacau depende da vontade política, aponta debate

Liderança na produção do cacau depende da vontade política, aponta debate

A volta do protagonismo brasileiro na produção de cacau depende de mais investimentos em pesquisa e de ações como o fortalecimento da Comissão Executi