Porto Velho (RO) domingo, 20 de junho de 2021
×
Gente de Opinião

Política

Grito da Terra negocia reivindicações com o Incra


O Grito da Terra Rondônia, mobilização que reúne aproximadamente três mil trabalhadores rurais na capital, nos dias 02, 03 e 04 de maio, iniciou uma série de negociações programadas para esta semana em vários órgãos estaduais e federais, com início na Superintendência do Incra em Rondônia.

Além de representantes de todos os Sindicatos de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTR), participam das negociações o deputado federal Anselmo de Jesus (PT); o presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT-RO), Itamar Ferreira; juntamente com o vice-presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura (Fetagro), Valdemar Espanhol; e a secretária de Políticas Sociais da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), Alessandra Lunas.

O vice-presidente da Fetagro, Valdemar Espanhol, iniciou a reunião com a leitura da pauta de reivindicações, que contém os seguintes itens: manter e reestruturar as regionais do INCRA evitando o fechamento das unidades; aumentar o número de procuradores do Incra; garantir que o PRONERA atenda as demandas das Escolas Famílias Agrícolas; mais recursos para regularização fundiária; garantir o acompanhamento dos Sindicatos dos Trabalhadores Rurais no Georeferenciamento; reestruturação do programa de assistência técnica ATES, e dar ao conselho gestor caráter deliberativo; e elaboração de uma proposta urgente de assentamento estável nas áreas com restrições ambientais no Estado.

Após a manifestação dos representantes da CUT, Fetagro, Contag e do deputado federal Anselmo de Jesus, o superintendente do Incra, Olavo Nienow apresentou suas considerações iniciais sobre a pauta de reivindicação e sobre as dificuldades que o órgão vem enfrentando para atender as reivindicações dos pequenos agricultores. A negociação foi paralisada às 12h30 e será retomada às 14h:30. O presidente da Fetagro enfatizou que "os agricultores só sairão do Incra após ter uma definição clara do órgão em relação aos sete itens reivindicados".

Fonte: Marcos Paulo

Mais Sobre Política

Presidente Alex Redano participa de encontro do setor de eventos com o chefe da Casa Civil do Governo

Presidente Alex Redano participa de encontro do setor de eventos com o chefe da Casa Civil do Governo

Um dos setores mais afetados com a pandemia do coronavírus é o setor de eventos e entretenimento. Há mais de um ano parado, o segmento enfrenta inúm

Cacoal: durante assembleia dos servidores da Câmara de Vereadores, presidente concede recomposição salarial de 8.36%

Cacoal: durante assembleia dos servidores da Câmara de Vereadores, presidente concede recomposição salarial de 8.36%

O presidente da Câmara, João Paulo Pichek (Republicanos), disse que desde abril estava dialogando com o Sindicato dos servidores públicos de Cacoal