Porto Velho (RO) sexta-feira, 27 de novembro de 2020
×
Gente de Opinião

Política

Greve na saúde é medida + Debate: novela em horário nobre + Dos bastidores da PM e do poder + Vinicius e Hildon: tem a ver com o futuro?


Greve na saúde é medida + Debate: novela em horário nobre + Dos bastidores da PM e do poder + Vinicius e Hildon: tem a ver com o futuro? - Gente de Opinião

GREVE NA SAÚDE, EM PLENA PANDEMIA, É MEDIDA EXAGERADA E QUE ASSUSTA AINDA MAIS A POPULAÇÃO

 

Há que se cuidar da democracia, regá-la, mantê-la em alerta. Há que se valorizar os avanços do nosso país, principalmente os sociais, que beneficiam aqueles que mais precisam.  Há que, sempre, apoiar os interesses maiores dos trabalhadores. Ponto. Porque é bom que se lembre que a democracia é uma via ampla de convivência e nada pode ser feito em nome dela, que não tenha o mais complexo aparato legal. Ou seja, não é democracia, não é defender direitos, não é lutar dentro do que prega o respeito aos direitos de todos, quando se cria uma situação em que a meia verdade passa a ser o caminho. A tentativa de levar vantagem não pode se sobrepor ao que nossas leis determinam. Estamos vivendo agora, nesse momento, em Rondônia, uma situação que se assemelha a essa forçação de barra; a uma tentativa de empurrar reivindicações goela abaixo, na marra, de governo e da população, vinda de parte de sindicalistas da saúde. Tudo se torna pior nesses tempos em que o coronavírus volta com força e muitas vidas podem correr risco. O que querem os sindicalistas? Sabem que é proibido para o governo (qualquer governo do país), conceder aumentos, reajustes, avanços, planos de cargos e carreira, enquanto perdurar a pandemia. Iludindo seus associados, inventaram a história de que as autoridades do Estado não querem conversar sobre o caso dos PCCR. Sabem que não importa se o Estado quer ou não dar aumento ou criar Planos para suas categorias de servidores. Ele está simplesmente proibido de fazê-lo. E por lei. Pela Lei Federal 173. Agora a pressão passa a ser a exigência apenas do PCC, sem reajuste nesse momento. Mas para que então, anunciar uma greve e ainda nesse momento?

 

Tem gente que não tem coragem de afrontar esse tipo de ação. Na classe política, onde não estar ao lado de exigências de sindicalistas e servidores públicos é quase um suicídio eleitoral, então, o temor é intenso! Raras são as autoridades que protestam contra esse tipo de ameaça. Mesmo quando se ignora o terror a que todos estamos submetidos. Como se admitir coisas como essa ação, quando todos sabem que o diálogo, a negociação, o sentar na mesa seria o caminho mais correto, até porque a reivindicação tem décadas e. jamais se deveria usar esse momento para deixar a população ainda mais apavorada do que ela está? Como nesse espaço não se tem medo da verdade, lá vai ela: é ilegal, nesse momento, conceder qualquer tipo de benefício ao funcionalismo, embora, é claro, toda a categoria da saúde seja mal remunerada e precise de salários justos e planos de carreira à altura da sua importância fundamental para a população. Mas não se pode aceitar que seja melhor viver sob discursos hipócritas e em invenções de benefícios que não vão chegar tão cedo ao bolso do trabalhador, do que enfrentar a verdade e a democracia. Ela existe sim. Mas não para ajudar enganadores. 

 

 

DEBATE: NOVELA EM HORÁRIO NOBRE

 

Há várias eleições, os debates promovidos pela SICTV /Sistema Imagem, têm sido decisivos para que a população se defina sobre quem deve ser o vencedor. Seria repetir o que todos sabem, ao se citar os vários casos. Por isso, o confronto entre Hildon Chaves e Cristiane Lopes, neste sábado no início da noite (começa às 19h40), certamente vai ser novamente vital para que haja uma decisão definitiva do eleitorado. Hildon saiu do primeiro turno com enorme vantagem, mas como o segundo é uma eleição completamente nova, tudo pode acontecer. Até que se definisse o debate, os bastidores tiveram lances de novela de horário nobre. Hildon acusou assessores de Cristiane de tê-lo ludibriado, pedindo que ele abrisse mão de participar do confronto, porque ela estaria doente. Cristiane não desmentiu, mas também fez um vídeo em que acusa o adversário de mudar de ideia diversas vezes. Pelas regras do debate, ela teria que autorizar a participação do adversário, já que os assessores dele não estiveram na reunião preparatória. Ela topou e, ao que parece, está tudo pronto. Preparemo-nos, portanto, para o sábado à noite. Vai sair fogo da sua TV, no encontro dos dois finalistas de Porto Velho! A jornalista Meiry Santos será a mediadora.

 

 

DOS BASTIDORES DA PM E DO PODER...

 

Vem mais bomba por aí! Uma autoridade que deixou a farda para ocupar um dos mais importantes cargos públicos, está em rota de confronto com outra, que recém trocou a farda pela política. A autoridade maior estava silente, mas, atacada, vai revidar com o que considera como a “verdade verdadeira”. O assunto envolve os governos passado e o atual; um rombo de 450 milhões de reais no orçamento; promessas de que havia sido economizada uma grande parte da arrecadação da PM para pagamento de salários (o que nunca teria ocorrido) e outras questões que envolveram os bastidores da PM e do poder e que, em breve, começarão a sair à opinião pública. Por isso é sempre bom se pensar muito bem, antes de se contar as coisas pela metade. Toda a história é boa, caso contada em seus detalhes e com todas as versões. Por enquanto, embora o blogueiro saiba muito mais, vai contando a complexa história dos bastidores da nossa política aos poucos. Mas vai contar tudo...

 

 

É HORA DA JUSTIÇA COMEÇAR A AGIR!

 

Fake News, calúnias, difamações: esse lado podre da política, infelizmente, aparece a cada eleição. São denúncias vazias, sem qualquer comprovação, de compra de votos; são feitas acusações absurdas contra pessoas, instituições e empresas decentes, por gente irresponsável e que se considera acima da lei e da verdade. Se sabe – os detalhes serão contados em breve – que alguns desses irresponsáveis, eventualmente travestidos de comunicadores, já estão na mira da Justiça rondoniense. Nos últimos dias, notícias falsas, incluindo algumas envolvendo absurdos, relacionados com o debate entre os candidatos à Prefeitura, promovido pela seríssima e respeitada SICTV, acabou sendo alvo de calúnias e injúrias. Certamente as medidas judiciais cabíveis serão tomadas, também nesse caso. Há quem diga que, a partir desta eleição, esse tipo de agressão, mentira, invenção, fake, calúnia, não ficará impune. Tomara que não!

 

 

VINICIUS E HILDON: TEM A VER COM O FUTURO?

 

Não foi sem um toque de surpresa que se soube da adesão do jovem Vinicius Miguel à candidatura de Hildon Chaves, um tucano. Vinicius, que quando disputou o governo fez mais de 70 mil votos na Capital e, concorrendo no primeiro turno, trabalhando praticamente de forma solitária, quase bateu nos 30 mil votos, certamente não tem entre sua principal admiração os candidatos do tucanato, como Hildon. Analisou, imagina-se, que seria melhor para a cidade ter um Prefeito com  projetos andando e que é mais do centro, do que uma candidatura do PP, de Cristiane, bem mais à direita e uma antítese das crenças políticas do jovem professor e advogado. Obviamente que o apoio de Vinicius representa algo positivo para o Prefeito que busca a reeleição. Nenhum dos dois falou absolutamente nada em relação ao futuro, mas não será surpresa se, caso consiga chegar a um segundo mandato (ainda precisa vencer de novo, agora no segundo turno), Hildon Chaves e Vinicius convivam bem mais perto, nos próximos quatro anos.

 

 

O VÍRUS ASSASSINO VOLTOU FORTE

 

A população rondoniense, mas principalmente a de Porto Velho, está muito enganada em relação ao coronavírus. Ao contrário do que imaginam os que não saem de festas, banhos, ajuntamentos de gente (muitos sem qualquer proteção), o vírus está ainda muito forte. E uma segunda onda chegou sim, também para nós. Os leitos de UTI, que estavam sobrando, em alguns locais já estão com lotação acima dos 70 por cento. Um hospital de campanha que havia sido fechado, será reaberto nesta próxima semana. O número de casos, depois de uma queda, deu um salto novamente, demonstrando que a Covid 19 está longe, muito longe, longe demais para ser extinta. Mais de 1.510 rondonienses já morreram, do início de maio até o meio desta semana e o número de óbitos, que também havia arrefecido, voltou a crescer diariamente. Temos quase 6.800 casos ativos e aumentando. Pior de tudo, todos os dias aparecem pessoas que se dizem contaminadas pela segunda vez. Portanto, para que não tenhamos que retroceder e nos trancar em casa de novo, é bom a gente ter medo dessa doença assassina. Quanto mais medo, mais cuidados!

 

 

CONCORRÊNCIA COMPLEXA: OS 24 MILHÕES DA PUBLICIDADE

 

Vem aí uma daquelas concorrências públicas que vão centralizar as atenções no Estado: a da verba de publicidade do Governo do Estado. O contrato atual foi rescindido e foi anunciada uma nova disputa, que será aberta em 16 de dezembro. ­­Não se sabe ainda como ficarão os atuais contratos com as empresas de mídia do Estado, até que a nova empresa seja contratada e comece a trabalhar. Nos bastidores, sabe-se que o total de dinheiro envolvido pode bater nos 24 milhões de reais. Pode ser um pouco mais ou um pouco menos, porque ainda não há informação oficial sobre o volume de verba que será investida pelo Estado nos próximos dois anos. No ano passado, o valor gasto com Publicidade, pelo governo Marcos Rocha. ficou na faixa de 24 milhões de reais, embora esse valor não tenha sido divulgado oficialmente.

 

 

DEPUTADOS E SENADORES SE DESTACARAM NA CAMPANHA

 

Vários parlamentares federais  e estaduais, tiveram participação importante em todas as regiões do Estado, nas eleições municipais. A começar pelo presidente regional do MDB, Lúcio Mosquini, que conseguiu com que seu partido elegesse o maior número de prefeitos, vices e vereadores. O senador Marcos Rogério também festejou um crescimento de mais de 160 por cento de eleitos do seu DEM. Outro que teve o que comemorar foi Laerte Gomes, que ajudou a eleger os prefeitos da sua cidade, Ji-Paraná e de várias outras da região central. Mariana Carvalho e Jaqueline Cassol conseguiram levar seus candidatos ao segundo turno em Porto Velho. Há que se destacar o incansável trabalho realizado pelo presidente do PV, o deputado estadual Luizinho Goebel. Com um caminhão alugado e um microfone na mão, ele trabalhou duro em uma dezena e meia de municípios do Cone Sul. Ajudou a reeleger  o prefeito de Vilhena e participou diretamente da eleição de pelo menos mais uma dúzia de novos prefeitos. Goebel tem muita história para contar, sobre essa eleição.  

 

 

PERGUNTINHA

 

Você, que vai assistir ao debate entre Hildon Chaves e Cristiane Lopes, neste sábado, na SICTV, pode confirmar ou mudar seu voto. em função do que os candidatos vão dizer no confronto?

Mais Sobre Política

Presidente Laerte Gomes articula reunião com representantes da agroindústria de Rondônia, Idaron e Sefin

Presidente Laerte Gomes articula reunião com representantes da agroindústria de Rondônia, Idaron e Sefin

O presidente da Assembleia Legislativa, Laerte Gomes (PSDB), junto com os deputados Ismael Crispin (PSB), Cássia Muleta (Pode) e Chiquinho da Emater a

Deputados votam a LDO para 2021, com quatro emendas

Deputados votam a LDO para 2021, com quatro emendas

Os deputados estaduais aprovaram, em sessão extraordinária nesta terça-feira (24), o PL 557/20, que dispõe sobre as Diretrizes para a elaboração da Le

Sargento Eyder Brasil defende local digno de trabalho aos policiais do 5º BPM  e cobra desburocratização

Sargento Eyder Brasil defende local digno de trabalho aos policiais do 5º BPM e cobra desburocratização

Durante a sessão ordinária desta terça-feira (24), o deputado estadual Sargento Eyder Brasil (PSL) defendeu um local digno de trabalho aos policia

Vereadora Cristiane Lopes cobra melhorias para bairros da Capital

Vereadora Cristiane Lopes cobra melhorias para bairros da Capital

A vereadora Cristiane Lopes (progressistas), mesmo em campanha do segundo turno rumo à prefeitura de Porto velho, não parou com os seus trabalhos le