Porto Velho (RO) segunda-feira, 23 de maio de 2022
×
Gente de Opinião

Política

Governo tem esforço reconhecido à saúde pública



Central de Diálise, tomógrafo, aparelhos de locomoção, reforma de estruturas físicas e informatização de prontuário médico foram melhorias entregues no Hospital de Base pelo governador Confúcio Moura

O esforço do governador Confúcio Moura em melhorar e tornar mais rápido o atendimento nas unidades de saúde da rede estadual foi mais uma vez reconhecido, de público, por uma usuária dos serviços. Momentos antes de inaugurar a primeira Central de Diálise do Estado, instalada no Hospital de Base, em Porto Velho,o governador recebeu o agradecimento da dona de casa Valdete Lima, pelo atendimento que vem sendo prestado à filha de 13 anos, desde o dia 18 de outubro, após a garota ter sido atropelada por um ônibus. Valdete fez questão de recepcionar o governador, na entrada do hospital, para destacar o cuidado que a filha vem recebendo de toda equipe, sem precisar se deslocar da Capital.“Graças a Deus não tenho do que reclamar. Não tem faltado nada para minha filha”, disse.

Outro reconhecimento foi feito pela médica nefrologista Tatiara Bueno, natural de Vilhena, e que após 12 anos residindo e estudando em Londrina (PR) recusou outros convites, optando por trabalhar no Centro de Diálise do HB, por considerar que o padrão não deixa a desejar, pelo contrário, se sobressai em alguns serviços, em relação a outros do Centro-Sul. “Sem dúvida, hoje os pacientes têm o que merecem. Uma assistência com profissionais capacitados e equipamentos de última geração”, apontou.

Com investimentos da ordem de R$ 3,939 milhões, dos quais R$ 1,3 milhão foram utilizados na Central de Diálise, entre equipamentos, estrutura física e capacitação de pessoal, o governador entregou também no Hospital de Base um tomógrafo, de R$ 1,4 milhão, com recursos de compensações da usina de Jirau; vistoriou três caminhões que irão distribuir 1.800 meios de locomoção (cadeiras de roda), no valor de R$ 700 mil, do programa Viver sem Limite,para pessoas com deficiências cadastradas na regional de Porto Velho (Candeias do Jamari, Itapuã do Oeste, Nova Mamoré e Guajará-Mirim); conheceu o sistema de prontuário com registro eletrônico de todos os pacientes, exames, prescrições, entre outros, acessíveis à equipe médica e de enfermagem para melhor acompanhamento do quadro; e a reforma dos corredores do hospital, numa extensão de 1.017,90m2, um investimento de R$ 560 mil de compensação da usina de Santo Antônio, que inclui revestimento e manta vinílica, instalações de bate-macas e cantoneiras, piso, pinturas, substituição de luminárias e janelas, tornando o ambiente mais humanizado.

Conforme o secretário estadual de Saúde, Williames Pimentel, a Central de Diáliseé uma unidade de referência para pacientes internados com problemas renais agudos,composta por modernos equipamentos, padrão ouro internacional, sendo 14 máquinas de hemodiálise e 14 osmoses reversas portáteis, distribuídas também pelas unidades de terapia intensiva do Pronto Socorro João Paulo II, Centro de Medicina Tropical de Rondônia (Cemetron), Assistência Médica Intensiva (AMI-24h) e do Hospital Regional de Cacoal.O atendimento aos pacientes será feito por uma equipe multidisciplinar, formada por nove médicos nefrologistas, oito enfermeiros, dos quais três são especialistas em nefrologia; e técnicos de enfermagem capacitados para esse serviço.“Essa é uma demonstração de que o setor público também pode fazer com padrão de qualidade”, afirmou Pimentel.

O Governo da Cooperação ainda investe em outro Centro de Diálise no município de Ariquemes, para pacientes renais crônicos, avaliado em R$ 2,958 milhões.

Sobre o tomógrafo, Pimentel ressaltou a importância desse investimento citando que aumenta a resolutividade, por dar um diagnóstico preciso, que antes era obtido em outras unidades, com o paciente tendo o desconforto de se locomover ou mesmo ser levado. Outra vantagem, é que todos os exames ficam arquivados, permitindo o acesso aos profissionais. “A tomografia feita no próprio hospital também agiliza o procedimento para alta do paciente, abrindo vaga para outro”, observou o secretário, informando ainda que hoje são 600 leitosno HB, dos quais mais do que o dobro (350) são novos. “O governo tem garantido 10 mil cirurgias por ano, serviço de hemodiálise, transplante renal nos próximos dias e 49 residentes médicos em várias especialidades, que também têm fortalecido e contribuído com a ampliação do atendimento”, completou.

O processo de informatização, que possibilita o novo modelo de prontuário médico, foi apresentado pelo representante do DataSUS em Rondônia,José Luiz, e tem como referência o Hospital do Trabalhador de Curitiba (PR), que conta com 190 leitos e desde 2005 é também uma unidade de ensino com residência médica própria em cirurgia geral.

Fonte: Veronilda Lima / Decom

Mais Sobre Política

Sessão Solene da Assembleia Legislativa homenageia personalidades de Cacoal e região

Sessão Solene da Assembleia Legislativa homenageia personalidades de Cacoal e região

A Assembleia Legislativa de Rondônia realizou na noite desta sexta-feira, 20, Sessão Solene no município de Cacoal, para entrega de entrega de Votos

Deputados participam da solenidade de abertura da 9ª Rondônia Rural Show

Deputados participam da solenidade de abertura da 9ª Rondônia Rural Show

Com a presença dos deputados Luizinho Goebel (PSC), Cirone Deiró (União Brasil), Adelino Follador (União Brasil), e Laerte Gomes (PSB), a Assembleia

Presidente Alex Redano entrega homenagens a personalidades civis e militares

Presidente Alex Redano entrega homenagens a personalidades civis e militares

O presidente da Assembleia Legislativa, Alex Redano (Republicanos), comandou na tarde desta quarta-feira (18), no Plenário da Casa de Leis, Sessão S

Cafeicultura rondoniense é destaque no desenvolvimento do estado com geração de emprego e renda, afirmou Cirone Deiró

Cafeicultura rondoniense é destaque no desenvolvimento do estado com geração de emprego e renda, afirmou Cirone Deiró

“A comercialização da saca do café robusta beneficiado está em R$ 700 reais com uma produção estimada para a safra de 2022, de 2,49 milhões de sacas