Porto Velho (RO) segunda-feira, 16 de maio de 2022
×
Gente de Opinião

Política

Governador Confúcio participa do programa Tempo Real na TV Candelária


Gente de Opinião
 
Durante uma hora, o governador Confúcio Moura realizou um balanço das ações de governo, relatando as positivas ações em segurança pública, educação, saúde e, principalmente, o que tem realizado em obras estruturantes, preparando o estado para receber novos investimentos.

Como disse Confúcio, ao assumir o governo o mais difícil foi montar a equipe de trabalho e com eles conseguir entender a máquina, ver os problemas que o estado tinha e trabalhar emergencialmente. O primeiro ano foi de arrumação da casa, disse, também de muito planejamento. Ao tomar pé da situação, o governo tinha mais de 600 projetos em andamento e pouco dinheiro em caixa. Com isso, falou, “enumeramos 14 programas essenciais que possuem vários desdobramentos e estamos focando neles. Para estes não pode faltar dinheiro e estamos conseguindo”, afirmou.

Nesses programas essenciais, cada um tem um gerente, que semanalmente se reúne com o governador para exibir um relatório sobre o andamento dos projetos daquela pasta. E cada um recebe um selo de uma cor. Verde, se está tudo em ordem, amarelo para atenção em alguns pontos e vermelho para um alerta e redimensionamento de rumos. “assim conseguimos sempre saber o que acontece e corrigir se for necessário. E tem dado certo”, entusiasma-se Confúcio.
 
Gente de Opinião

Sobre a saúde Confúcio está muito otimista com os investimentos maciços que estão sendo feitos, a construção do hospital de Guajará-Mirim, que é uma necessidade para aquela região, a conclusão do hospital de Cacoal e em especial, o lançamento do Heuro, o hospital de emergência e urgência de Porto Velho que irá desafogar o setor na Capital.

Questionado sobre a segurança pública o governador falou que nossas polícias são as que mais prendem e que mais rapidamente solucionam os crimes no país. Falou isso citando vários exemplos de crimes ocorridos no estado e prontamente solucionados pela polícia civil e Militar. “E estamos fazendo mais investimentos em equipamentos para melhorar nossa polícia técnica e oferecer mais estrutura de investigação e ainda teremos concurso público no início de 2014”, afirmou Moura.

Além disso, o governo está realizando um projeto que irá unir as duas polícias em um único local que serão as UNISP (Unidade Integrada de Segurança Pública), onde haverá uma grande central e mais quatro a cinco unidades em bairros da Capital. “Esperamos muito desta integração, pois iremos economizar e otimizar os recursos do estado e melhorar o atendimento ao cidadão”, afirmou.

Educação

O governador lembrou que a educação ainda é um grande desafio. Segundo ele, a educação vai bem no ensino fundamental com até 98% das crianças matriculadas nas escolas. “Mas o grande funil da educação está no ensino médio”, disse elencando que as aulas não são atrativas, as crianças não tem opção e por necessidade ou desejo acabam desistindo para ir trabalhar ou em alguns casos acabam caindo na marginalidade.
 
Gente de Opinião

“Precisamos recuperá-los”, disse Confúcio.  “A educação vai passar em 2014 por uma revolução. É preciso transformar o ensino médio mais alegre, atraente e melhorar a tecnologia para o professor” e citou Mario de Andrade que em 1937,  foi um revolucionário da educação em São Paulo mas por ter sido inovador em uma época conservadora não conseguiu impor seu método de aulas inovadoras. Anísio Teixeira foi outro que criou a escola em tempo integral. “Precisamos desenvolver a meritocracia para os professores, remunerando mais quem melhor ensina”.

Sobre a greve no Detran Confúcio lembrou que o órgão é autônomo, tem seu próprio orçamento e também possui a sua responsabilidade fiscal. E os grevistas estão pedindo algo que foge ao orçamento do Departamento. Por isso é preciso cuidado e muita negociação para agradar o servidor e por outro lado cair na malha do Tribunal de Contas.

Orçamento 2014

Sobre o orçamento, Confúcio disse que é feito em base de história passada e aí se projeta um valor de arrecadação e gastos. Para 2014 o orçamento está próximo a R$ 7 bilhões. “Parece muito dinheiro, mas a máquina é muito cara. O estado tem de passar dinheiro para os tribunais, assembleia, pagar salários, quitar dívidas e no final sobra pouco para investimentos próprios”, disse. 

Afirmou também que mesmo com poucos recursos próprios para investimentos, o estado possui convênios, projetos como o dinheiro do PAC para investir em água e esgoto. Que é um recurso muito bom, mas que o Governo passado licitou empresa para esta obra que começou a trabalhar, mas houve denúncias e parou.

O ministro Valdir Campelo do Tribunal de Contas da União deu relatório negativo e anulou tudo, pedindo que se começasse do zero. Aí tivemos de licitar o projeto e “esperamos conseguir concluir até março para aí começar a obra e não perder este dinheiro”, relatou afirmando que a o grande problema no país é a carência de bons projetos para buscar os recursos.

Finalizando o governador disse que em 2014 todos os municípios de Rondônia receberão auxílio de alguma forma do estado. “Sei da dificuldade de vários prefeitos e vamos ajudar”. “Desejo a todos um Feliz Natal, agradeço a oportunidade de estar aqui e meus votos de muita saúde para 2014”, finalizou o Governador.

Fonte: Geovani Berno / Decom / Fotos: Marcos Freire

Mais Sobre Política

Deputado Cirone Deiró anuncia sessão solene da Assembleia Legislativa, em Cacoal

Deputado Cirone Deiró anuncia sessão solene da Assembleia Legislativa, em Cacoal

“Homenagear os pioneiros, profissionais liberais, empreendedores, agricultores, cafeicultores, professores, servidores públicos, empresários e insti

Com recursos indicados pela deputada Mariana Carvalho, obras na Estrada dos Periquitos são iniciadas

Com recursos indicados pela deputada Mariana Carvalho, obras na Estrada dos Periquitos são iniciadas

Uma parceria entre a deputada federal Mariana Carvalho e a Prefeitura de Porto Velho vai garantir a completa revitalização e urbanização da Estrada do

Presidente Alex Redano critica demora da empresa em iniciar construção da ponte do rio Jamari, ligando a Alto Paraíso

Presidente Alex Redano critica demora da empresa em iniciar construção da ponte do rio Jamari, ligando a Alto Paraíso

A paralisação das obras de construção da nova ponte sobre o rio Jamari, na RO-459, ligando Alto Paraíso à BR-364, que teve a ordem de serviço assina