Porto Velho (RO) terça-feira, 26 de maio de 2020
×
Gente de Opinião

Política

Golpe do telefone celular


A Polícia Militar, através do Centro de Inteligência já detectou de
onde partem as ligações de elementos dizendo que determinado parente foi
seqüestrado e pedem resgate em dinheiro, quantias irrisórias para determinada
classe da sociedade. Eles pedem também, créditos para telefones celulares.
O número que vem sendo utilizado para esta prática criminosa é 031 21
8610056. Agora falta descobrir quem está passando as informações do cotidiano
e os números dos telefones celulares das pessoas que recebem estas ligações.
Caso alguém ligue para você com estas ameaças, entre em contato com a
Polícia através dos telefones 190, 191, 193 informando sobre seqüestro
inclusive o número deixado em seu aparelho celular. Mesmo não aparecendo o
número de quem discou, ligue para que a Polícia possa identificar.

Fonte: Lenilson Guedes

Mais Sobre Política

Deputado Dr. Neidson pede mais apoio para o setor de saúde do município de Guajará-Mirim

Deputado Dr. Neidson pede mais apoio para o setor de saúde do município de Guajará-Mirim

O deputado Dr. Neidson (PMN), na sessão ordinária desta terça-feira (26), disse que Governo do Estado assumiu a saúde em Guajará-mirim, mas a situ

Deputado Anderson Pereira apresenta projeto para acrescentar tempo de aposentadoria dos servidores da saúde e segurança pública

Deputado Anderson Pereira apresenta projeto para acrescentar tempo de aposentadoria dos servidores da saúde e segurança pública

Devido ao momento caótico que o mundo enfrenta, principalmente servidores das áreas de saúde e segurança pública, ligados diretamente no combate e

Câmara aprova auxílio financeiro para instituições que cuidam de idosos

Câmara aprova auxílio financeiro para instituições que cuidam de idosos

A Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 1888/2020 que obriga a União a auxiliar financeiramente Instituições de Longa Permanência de Ido

Deputados da CCJR são contra perdão de dívida da Energisa, mas adiam decisão por 60 dias

Deputados da CCJR são contra perdão de dívida da Energisa, mas adiam decisão por 60 dias

Apesar de todos os deputados da Comissão de Constituição e Justiça e de Redação (CCJR) da Assembleia Legislativa de Rondônia se manifestarem contr