Porto Velho (RO) sábado, 7 de dezembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política

GillettePRESS: Leon Tolstói


Leon Tolstói

Leon Nikolaievitch Tolstoi. (em russo "Лев Никола́евич Толсто́й, transliteração Lev Nikolaevitch Tolstoy), nasceu em 9 de setembro de 1828 - e faleceu em 20 de novembro de 1910. Foi um novelista, pacifista e pensador moral, notável por suas idéias de resistência à não-violência.

Perseguido pelo regime comunista soviético, resistiu e fez da sua pena (caneta) uma arma literária.

Também, conhecido como Léon Tolstói, ou Leão Tolstoi, foi um escritor muito influente na literatura russa, e na política do seu país. Junto a Fiódor Dostoiévski, Tolstói foi um dos grandes da literatura russa do século XIX. Suas obras mais famosas são Guerra e Paz e Anna Karenina.

 

Anarquista

Tolstói teve uma importante influência no desenvolvimento do pensamento anarquista. Concretamente, considera-se que era um cristão libertário. O escritor russo Piotr Kropotkin lhe citou no artigo Anarquismo da Enciclopédia Britânica de 1911

Em seus últimos anos depois de várias crises espirituais se converteu numa pessoa profundamente religiosa, criticando as instituições eclesiásticas em "Ressurreição", livro que provocou a sua excomunhão.

 

Mão aberta

Tolstói tentou renunciar de suas propriedades em favor dos pobres, mas sua família o impediu. Tentando fugir de sua casa morreu na estação ferroviária de Astapovo. Ele e seus pensamentos de anarquismo cristão foram uma grande influência para Mahatma Gandhi, que trocou cartas com ele até sua morte, em 1910

 

Pensamentos

Centenas de frases da sua autoria emolduram, até hoje, suspiros enamorados, em todo mundo. Até por curiosidade, veja os exemplos:

- O amor começa quando uma pessoa se sente só, e termina quando uma pessoa deseja estar só.

- Dizer que a gente vai amar uma pessoa a vida toda é como dizer que uma vela continuará a queimar enquanto vivermos.

 

W. não sabe...

Reportagem televisiva da semana passada mostrou que 70% dos pracinhas norte-americanos que foram brigar nas guerras bushianas - sem saber o porquê - vivem nas ruas das grandes cidades. São ex-soldados, agora, abandonados pelo poder público do Tiosam, e sem condições dignas de vida sobrevivem de esmolas - sem aposentadoria e sem assistência médica. A maioria deles perdeu a memória, a família e a saúde.

- Lá, como aqui, governantes usam o poder de mando para abastecer o próprio ego. E, o pior é que tudo com o beneplácito popular.

 

BB exagera no lucro

No dia em que o Banco do Brasil anunciou um crescimento superior a 50% do lucro líquido no terceiro trimestre deste ano, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, defendeu que todo o sistema financeiro registrasse lucros menores.

"O ideal seria que todo o sistema financeiro brasileiro tivesse lucros menores", disse Mantega, depois de lembrar que "o Banco do Brasil não tem como objetivo tornar-se a instituição mais lucrativa do país".

- "O papel do Banco do Brasil não é ser o banco mais lucrativo do país, mas aumentar o nível de crédito, financiar, principalmente, a agricultura, financiar o capital de giro para pequenas e médias empresas. ", afirmou o ministro da Fazenda.

- Ah! Bom... eu, também, acho!

 

M.C.C.E.

Mais de 600 políticos brasileiros foram cassados pela Justiça, desde as eleições de 2000, por corrupção eleitoral. Hoje, o Movimento pelo Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE) resolveu levantar uma bandeira por eleições limpas no ano que vem, quando serão disputados os cargos de prefeito e vereador em todos os municípios do país. O lançamento da campanha foi na, na sede da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), em Brasília.

 

Voto não tem preço

Com o lema Voto Não Tem Preço, Tem Conseqüências, o MCCE espera chegar a todos os municípios do país e mobilizar a população para combater a compra de votos e o uso da máquina administrativa em favor próprio, motivos que levaram à grande parte das 623 cassações ocorridas desde 2000, segundo informações do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

 

A primeira lei

A mobilização teve origem em 1999, quando foi aprovada a Lei 9.840 – que proíbe a compra de votos e o uso eleitoral da máquina administrativa. Essa foi a primeira lei aprovada por iniciativa popular da história do Brasil: na ocasião, mais de 1 milhão de assinaturas foram coletadas pelo país e enviadas ao Congresso.

Participam da campanha, ao todo, 33 entidades, como Voto Consciente, Cáritas Brasileira e OAB.

 

Comitês 9840

A idéia é montar, em todos os municípios do país, os chamados "Comitês 9840" (em alusão ao número da Lei), onde serão distribuídas cartilhas para instruir os eleitores.

Para o presidente do Conselho Federal da OAB, Cezar Britto, a importância da campanha é a mesma que tem a própria democracia.

- "Só há democracia se as eleições forem limpas, se o resultado das urnas refletir o que pensa o eleitor, que é soberano. E só refletirá se não houver corrupção eleitoral, se não houver desvio de verba para este fim", defendeu.

 

Como cobrar

De acordo com o juiz eleitoral Márlon Reis, que também preside a Associação Brasileira de Magistrados, Procuradores e Promotores Eleitorais, mais de 1,1 mil processos de cassação ainda correm na Justiça, com relação apenas às eleições passadas. Para ele, a responsabilidade por eleições limpas não é só do eleitor.

- "Nós queremos cobrar todos os atores durante o processo eleitoral. Dos eleitores, esperamos que não aceitem, que se rebelem contra a corrupção eleitoral e se mobilizem contra ela. Dos políticos, esperamos que assumam compromisso inafastável com uma campanha ética. E ao eleitorado, a gente passa a mensagem de que não só não votem como denunciem os políticos que desobedecerem isso", disse.

 

Fé e política

Presente ao lançamento da campanha, o secretário-geral da Conferência Nacional de Bispos do Brasil (CNBB), Dom Dimas Lara Barbosa, disse que fé e política são assuntos que combinam.

- "Política, na definição mais plena, é a arte de viver na pólis (cidade), e nós, católicos, temos uma motivação a mais, além daquela que todo cidadão deve ter: é, justamente, porque professamos que a fé sem obras é morta, citando São Tiago. E, por isso, a fé tem que se encarnar em atitudes concretas. A política é uma delas", afirmou Dom Dimas.

 

Para refletir

"Os ricos fazem tudo pelos pobres, menos descer de suas costas." - Léon Tolstói

Mais Sobre Política

Sessão Solene marcou a entrega da honraria a 30 homenageados, no Dia da Consciência Negra

Sessão Solene marcou a entrega da honraria a 30 homenageados, no Dia da Consciência Negra

O deputado Lazinho da Fetagro (PT) comandou na tarde desta quarta-feira (20), no auditório da Assembleia Legislativa, Sessão Solene para homenagear

Presidente Laerte Gomes ressalta importância da união entre os poderes para o cumprimento do Teto de Gastos de 2019

Presidente Laerte Gomes ressalta importância da união entre os poderes para o cumprimento do Teto de Gastos de 2019

Na tarde desta segunda-feira (18), o presidente da Assembleia Legislativa, Laerte Gomes (PSDB), participou da reunião com o Colegiado Superior do Es

Adelino Follador parabeniza presidente Bolsonaro por obra na BR-319

Adelino Follador parabeniza presidente Bolsonaro por obra na BR-319

O deputado Adelino Follador (DEM) recebeu com alegria o anúncio feito pelo presidente Jair Bolsonaro (Sem partido), sobre o asfaltamento da BR-319,

Vencedores de concursos recebem premiação durante grande evento na Assembleia

Vencedores de concursos recebem premiação durante grande evento na Assembleia

Ao longo de 36 anos, a promulgação da Constituição Estadual de Rondônia foi lembrada de forma trivial pelos Poderes, mas no ano de 2019 a data de 6