Porto Velho (RO) sábado, 28 de maio de 2022
×
Gente de Opinião

Política

Fundo apoia produção agrícola em terras indígenas no AM


Alana Gandra
Agência Brasil

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) vai liberar recursos não reembolsáveis do Fundo Amazônia, no valor de R$ 16,4 milhões, para a execução de projeto de gestão ambiental sustentável de terras indígenas pelo governo  do Amazonas. Segundo o BNDES, administrador do fundo, será beneficiada uma população de 35 mil índios. O anúncio foi feito hoje (28) pelo banco.

A vice-secretária de Produção Rural do Amazonas, Sonia Sena Alfaia, disse à Agência Brasil que o projeto envolve desde o apoio à atividade agrícola nas terras indígenas, passando pelo escoamento da produção. "Sabemos que não adianta só incentivar a produção, mas que é necessário também apoiar o transporte dessa produção, assim como a comercialização.”

Sonia informou que a Secretaria Estadual de Produção Rural do Amazonas (Sepror) está programando, para a comercialização, a realização de feiras para atender aos produtores indígenas, nos principais municípios que concentram as maiores populações indígenas no estado.

São Gabriel da Cachoeira, no Alto Rio Negro; Santa Isabel do Rio Negro; Tabatinga, Benjamin Constant e São Paulo de Olivença, no Alto Solimões; Borba, Autazes e Nova Olinda do Norte, na calha do Rio Madeira; Maués, Barreirinha, Nhamundá e Parintins, no Baixo Amazonas, são alguns desses municípios, informou a secretária.

Sonia Alfaia disse que tão logo os recursos sejam liberados, os trabalhos serão iniciados. Uma equipe específica já foi contratada pelo governo amazonense para conduzir esse processo. A Sepror atende atualmente a cerca de 6 mil famílias indígenas, com recursos próprios. “Com esses recursos que vêm do BNDES, nós vamos triplicar essa população. A gente prevê um atendimento muito maior.”

Segundo a assessoria de imprensa do BNDES, o programa abrange 50% dos territórios indígenas do estado, ou o equivalente a 16,2 milhões de hectares, e tem prazo de 36 meses. As atividades produtivas foram definidas pelos próprios índios. Segundo o banco, os recursos do Fundo Amazônia serão direcionados também para a capacitação de 2.420 indígenas nos temas relacionados ao projeto. 

Criado em 2008, o Fundo Amazônia contabiliza  92 projetos em carteira, no montante de R$ 1,5 bilhão, dos quais R$ 628 milhões, correspondentes a  45 projetos,  já foram contratados. O fundo é alimentado por doações destinadas a investimentos não reembolsáveis em prevenção, monitoramento e combate ao desmatamento e ações de conservação e uso sustentável das florestas no bioma amazônico. Entre os doadores, destacam-se o governo da Noruega, o banco de desenvolvimento alemão KfW e a estatal brasileira Petrobras.

Mais Sobre Política

Presidente Alex Redano diz que Sessão Itinerante na Rondônia Rural Show aproxima o Legislativo da população

Presidente Alex Redano diz que Sessão Itinerante na Rondônia Rural Show aproxima o Legislativo da população

O presidente da Assembleia Legislativa, Alex Redano (Republicanos), disse que a realização da Sessão Itinerante em Ji-Paraná, durante a 9ª edição da

Comissão Geral da Assembleia discute desenvolvimento do agronegócio e o futuro da Rondônia Rural Show

Comissão Geral da Assembleia discute desenvolvimento do agronegócio e o futuro da Rondônia Rural Show

Durante a comissão geral em que foi transformada a Sessão Itinerante da Assembleia Legislativa nesta quinta-feira, 26, realizada durante a Rondônia

Proposta pelo deputado Laerte Gomes solenidade realizada na 9ª RRS outorga Medalhas do Mérito Legislativos a membros da PRF, PM e PC

Proposta pelo deputado Laerte Gomes solenidade realizada na 9ª RRS outorga Medalhas do Mérito Legislativos a membros da PRF, PM e PC

Durante a Sessão Itinerante da Assembleia Legislativa realizada na 9ª edição da Rondônia Rural Show Internacional 2022, nesta quinta-feira (26), no

Iniciada obra das novas passarelas na BR 364 com recursos indicados por Mariana Carvalho

Iniciada obra das novas passarelas na BR 364 com recursos indicados por Mariana Carvalho

Foi iniciada a obra de construção da primeira de seis passarelas que serão erguidas sobre a BR 364, no trecho urbano de Porto Velho. As novas traves