Porto Velho (RO) sexta-feira, 17 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Política

FIMCA lembra Dia do Farmacêutico


20 de janeiro é o Dia do Farmacêutico e a direção das Faculdades Integradas Aparício Carvalho – FIMCA lembra e homenageia os profissionais da área, professores e acadêmicos do Curso de Farmácia da Instituição e de outras parabenizando a todos pela importância da data.
Segundo o diretor Aparício Carvalho “o Curso de Farmácia da FIMCA objetiva a formação de um profissional generalista com competência e capacidade técnico-científica e política para promover, prevenir e recuperar a saúde do cidadão. Formamos um profissional ético com capacidade técnica-científica e política em todos os níveis do sistema de saúde definindo, aplicando e promovendo ações de pesquisa e prestação de serviços na área de ciências farmacêuticas”.
O coordenador do Curso de Farmácia da FIMCA, Luiz Tagliani enfatiza que a estrutura curricular foi organizada de forma a assegurar o aproveitamento satisfatório do acadêmico e a permitir que haja disponibilidade de tempo para o desenvolvimento de atividades complementares à formação do aluno e enriquecedoras do currículo proposto, tais como iniciação científica, monitoria, estágios, projetos didáticos, de pesquisa e de extensão, e outras julgadas pertinentes. Além disso, a carga horária do currículo padrão será ocupada com aulas teóricas, práticas e outras atividades importantes como: seminários, congressos, palestras, visitas a instituições, estabelecimentos, grupos de discussão, projetos e eventos científicos.
Tagliani frisou ainda o perfil do profissional que a Instituição entregará a sociedade ao final do Curso, “Farmacêutico, com formação generalista, humanista, crítica e reflexiva, para atuar em todos os níveis de atenção à saúde, com base no rigor científico e intelectual” e complementou dizendo “capacitamos este profissional para desenvolver ações de prevenção, promoção, proteção e reabilitação da saúde em níveis individual e coletivo; realizar prática de forma integrada e contínua com as demais instâncias e com outros; pensar, analisar, criticar e propor soluções para os problemas de saúde; realizar serviços dentro dos padrões de qualidade e dos princípios da ética/bioética; desenvolver atividades na área terapêutica e profilática junto à comunidade; preparar e dispensar medicamentos, sejam alopáticos, homeopáticos ou fitoterápicos”.
O Curso de Farmácia da FIMCA tem como compromisso assegurar aos acadêmicos a formação com competências e habilidades específicas para: manipular medicamentos em geral e dispensar especialidades farmacêuticas em todos os tipos de Estabelecimentos Farmacêuticos para atender às prescrições médicas, odontológicas e veterinárias; realizar procedimentos relacionados à coleta de material para fins de análises laboratoriais e toxicológicas; atuar no desenvolvimento e operação de sistemas de informação farmacológica e toxicológica para pacientes, equipes de saúde, instituições e comunidades; interpretar e avaliar prescrições; formular e produzir medicamentos e cosméticos em qualquer escala; pesquisar, produzir, controlar e dispensar produtos homeopáticos; atuar na promoção e gerenciamento do uso correto e racional de medicamentos, em todos os níveis do sistema de saúde, tanto no âmbito do setor público como do privado; gerenciar laboratórios de análises clínicas e toxicológicas; responsabilizar-se pela guarda, controle de entorpecentes e produtos equiparados, dentro dos estabelecimentos farmacêuticos e hospitalares, anotando sua venda e consumo, para atender aos dispositivos legais.
Assessoria de Imprensa FIMCA
 
 

Mais Sobre Política

AROM retira, na Justiça, exigência que paralisa transporte escolar

AROM retira, na Justiça, exigência que paralisa transporte escolar

Em uma atuação inédita do movimento municipalista, a Associação Rondoniense de Municípios – AROM conquistou uma liminar favorável aos 52 municípios do

Dívida do extinto Banco do Estado de Rondônia é prolongada por 240 meses

Dívida do extinto Banco do Estado de Rondônia é prolongada por 240 meses

 Uma nova pactuação entre o governo de Rondônia e a União, tendo como interveniente o Banco do Brasil, foi assinada na tarde desta quarta-feira (15) p

Seminário vai discutir implantação do Patronato Penitenciário em Porto Velho

Seminário vai discutir implantação do Patronato Penitenciário em Porto Velho

O Ministério Público do Estado de Rondônia, por meio do Centro de Apoio Operacional de Políticas Penitenciárias e Execução Penal (CAOP-PPEP), realiza