Domingo, 14 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Política

Fetagro e CUT organizam Grito da Terra 2007


A Federação dos Trabalhadores na Agricultura de Rondônia (Fetagro) e a Central Única dos Trabalhadores (CUT-RO), já trabalham intensamente na organização do Grito da Terra Brasil 2007, que será realizado em Porto Velho no dias 02, 03 e 04 de maio. A manifestação pretende reunir mais de três mil pessoas em uma grande mobilização por educação no campo, melhorias no Pronaf, habitação rural, ampliação do programa Luz para Todos, melhoria do atendimento da Previdência Social, regularização fundiária e reforma agrária, melhoria da sanidade animal, saúde e meio ambiente.

A concentração está prevista para acontecer na entrada da cidade, de onde os trabalhadores partirão em marcha para uma grande manifestação nas ruas centrais da Capital.

O Grito da Terra Brasil é realizado todos os anos e acontece simultaneamente em todo o país. Em Rondônia as maiores manifestações já foram realizadas em Porto Velho e em Ji-Paraná, reunindo manifestantes de todos os Municípios.

De acordo com o vice-presidente da CUT-RO e representante dos sindicatos de trabalhadores rurais na Central, Dirceu de Almeida, o movimento antes era chamado de "Jornada de Luta". Mesmo antes de se tornar "Grito da Terra", já era importante para fazer chegar aos Poderes as reivindicações do campo.

Temas como saúde, Educação, Agricultura Familiar serão abordados no movimento. Segundo Dirceu Almeida, há carências em todas as áreas. "Um exemplo de insatisfação dos trabalhadores rurais vem de Jaru, onde recebemos a denúncia de que os Postos de Saúde estão recebendo alguns medicamentos com a data de validade vencida", ressaltou.

O presidente da CUT-RO, Itamar dos Santos Ferreira, disse que a Central apóia e participa do movimento por considerar legítima a luta dos trabalhadores rurais por melhores condições de vida e de produção no campo.

Itamar disse que embora o Grito da Terra seja uma manifestação para defender questões ligadas ao campo, deve ter o apoio e a participação de trabalhadores urbanos, pois, o que está em discussão são os anseios e as carências da classe trabalhadora.

Fonte: Adercio Dias

Gente de OpiniãoDomingo, 14 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Veja a análise do cenário político para as eleições de 2024 em Porto Velho, confira os nomes

Veja a análise do cenário político para as eleições de 2024 em Porto Velho, confira os nomes

À medida que as eleições municipais se aproximam em Porto Velho, a atenção se volta para os pré-candidatos que buscam se destacar nos diversos aspec

MPF emite parecer pela manutenção do mandato do Governador Marco Rocha

MPF emite parecer pela manutenção do mandato do Governador Marco Rocha

O MPF com atuação no TSE emitiu parecer em dois recursos propostos em face da decisão do TRE que julgou improcedente as ações que visavam cassar o m

Movimento liderado pela deputada Cristiane Lopes e a Sociedade Civil Organizada busca redução das passagens aéreas em Rondônia

Movimento liderado pela deputada Cristiane Lopes e a Sociedade Civil Organizada busca redução das passagens aéreas em Rondônia

Na última terça-feira (09), a deputada federal Cristiane Lopes (União Brasil) e a Comissão Céus Abertos, composta por entidades da sociedade civil o

Mudanças partidárias: confira a nova composição da Alero

Mudanças partidárias: confira a nova composição da Alero

A Assembleia Legislativa de Rondônia (Alero) comunica a mudança de filiação partidária de três deputados estaduais que integram a 11ª Legislatura. O

Gente de Opinião Domingo, 14 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)