Domingo, 16 de junho de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Política

Festcine Amazônia: Prêmio Capô Maurice Capovilla de Linguagem é um dos destaques



Assim como o poeta Thiago de Mello, o cineasta paulista Maurice Capovilla também foi homenageado pelo Festcine Amazônia. A homenagem aconteceu na edição de 2004 quando foram exibidos dois trabalhos do diretor: O Profeta da Fome (1969) com José Mojica Marins, o Zé do Caixão; e O último dia de Lampião (1976) originalmente exibido no Globo Repórter. A partir do ano seguinte (2005) os organizadores do Festival instituíram o prêmio Maurice Capovilla de Linguagem.

Nascido, em Valinhos, São Paulo, 1936, Maurice Carlos Capovilla é uma das mais peculiares carreiras do audiovisual brasileiro, Maurice Capovilla ou Capô como também é conhecido sempre exerceu continuamente o exercício nos vários ramos da criação: seja no cinema, na televisão e nas escolas voltadas para essas atividades.

Por ocasião do Festcine Amazônia, o Profeta da Fome foi exibido no Circo Verdiano, no bairro Ulisses Guimarães, periferia de Porto Velho. Maurice Capovilla estava presente e pôde conhecer um circo tal qual é retratado no longa-metragem. Na época o cineasta declarou que não imaginava que o cinema pudesse produzir nas pessoas, e principalmente nas crianças, a sensação de que estavam vendo na tela, no meio do picadeiro, o mesmo espaço onde estavam. O circo do Profeta era igualzinho ao circo Verdiano, que virou sala de exibição. As crianças olhavam em torno para constatar que estavam vendo a si mesmas. E começavam a gritar de alegria, entusiasmo ou espanto.

"Foi uma experiência inédita na minha vida e de grande emoção. Quando um filme penetra nas pessoas através da vivência delas, fica muito mais inteligível e fácil de acompanhar, de forma que acho que aquela sessão foi a mais profunda comunicação que meu filme teve na sua existência", explica.
 
Capovilla também faz história no Acre. Desde novembro de 2004, quando participou na criação da escola que foi chamada de Usina de Arte João Donato  o cineasta afirma não ter sido sua idéia, mas do atual governador do Acre, Binho Marques. Foi ali que Capovilla ministrou as primeiras oficinas de formatação de projeto do DOCTV. Em junho de 2007 ficou responsável pele Núcleo de Produção Digital da Usina, resultado de um edital do programa Olhar Brasil, do MinC, resultando em um convênio com direito a verba de formação e um equipamento reduzido a uma câmera HD e kits de luz. Uma ilha de edição ainda está no projeto.

"A idéia que implantei para o Núcleo foi de fazer Oficinas com a finalidade de capacitar técnicos nas diversas áreas da produção audiovisual e formar ao mesmo tempo artistas criadores, diretores, roteiristas, produtores, fotógrafos, cenógrafos, figurinistas e naturalmente fotógrafos, técnicos de som e editores dentro de uma perspectiva de polivalência, ou seja, todos os alunos aprendem um pouco de cada área de acordo com suas aptidões, para serem capazes de realizar variadas funções". .

As oficinas são semanais, modulares e progressivas, com conteúdos que visam, durante o decorrer de um trimestre, a produção. Ao final de cada período os alunos se dedicam a realizar, com seus temas e recursos técnicos, vídeos de múltiplas linguagens: o documentário, a ficção, o clipe musical, a informação interativa, a documentação de eventos, a pesquisa audiovisual da memória cultural e histórica, a programação visual, etc. "Enfim, estamos montando uma Escola integrada a um Centro de Produção capaz de interagir com a TV Aldeia (emissora educativa local) e com a WEB, para transmitir para a população local e para outros pontos do país, a expressão audiovisual do Acre".
 
O cineasta também falou sobre o Festcine Amazônia que ele considera a mais importante realização de difusão cultural cinematográfica existente no Norte e não se compara com os Festivais realizados no estado do Amazonas, voltado para o cinema de aventura estrangeiro e muito menos do Nordeste, mais precisamente em Pernambuco e Ceará. "Desta forma o Festcine não é apenas um evento localizado e datado, mas algo maior, pois faz um percurso que o torna itinerante e permanente. Seu modelo deveria ser mais bem observado pelos poderes públicos que financiam eventos dessa natureza, para que possa estender ainda mais sua atuação", enfatiza.
 
Em relação a projetos pessoais, o cineasta disse que está em fase de pré-produção de um filme musical que será realizado em São Paulo em co-produção com a TV Cultura. Capovilla declarou que se trata de uma opereta dramática, baseada em músicas do compositor gaúcho, Lupicínio Rodrigues. "É um projeto antigo que agora ganhou condições para se realizar, com um patrocínio da Petrobras. Sem esquecer que no Acre pretendo fazer um longa-metragem composto por três histórias, na verdade um filme escola, feito com alunos, mas compartilhado com dois cineastas (um brasileiro e um latino-americano). Eis os planos, que muitas vezes dão certo", finalizou.

As inscrições para a sexta edição do Festcine Amazônia - Festival de Cinema e Vídeo Ambiental estarão abertas até 29 de agosto de 2008 (www.festcineamazonia.com.br). Com o tema "Não – A Natureza não pode sair de cena" o Festival acontece em Porto Velho, Rondônia no período de 10 a 15 de novembro de 2008.

Fonte: Ascom/Festcine Amazônia

 

Gente de OpiniãoDomingo, 16 de junho de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Deputado Alex Redano anuncia recursos de R$ 16 milhões para asfalto em Ariquemes

Deputado Alex Redano anuncia recursos de R$ 16 milhões para asfalto em Ariquemes

O deputado estadual Alex Redano (Republicanos) anunciou nesta quinta-feira (13), a o destino de R$ 16 milhões para massa asfáltica em que serão exec

Deputada Ieda Chaves solicita policiamento ostensivo e novos totens de segurança no Morar Melhor

Deputada Ieda Chaves solicita policiamento ostensivo e novos totens de segurança no Morar Melhor

Preocupada com o bem-estar e segurança da população, a deputada estadual Ieda Chaves (União Brasil), solicitou do Governo de Rondônia, através dos R

Deputados aprovam revisão anual dos servidores da Assembleia Legislativa

Deputados aprovam revisão anual dos servidores da Assembleia Legislativa

A Assembleia Legislativa de Rondônia (Alero) aprovou o Projeto de Lei Complementar 77/2024, de autoria da Mesa Diretora, que concede revisão anual

Projeto que institui o Dia Estadual pelo Fim do Feminicídio é aprovado pela Assembleia

Projeto que institui o Dia Estadual pelo Fim do Feminicídio é aprovado pela Assembleia

A Assembleia Legislativa de Rondônia (Alero) aprovou o Projeto de Lei 111/2023, que institui no calendário estadual o dia 25 de março, como o Dia E

Gente de Opinião Domingo, 16 de junho de 2024 | Porto Velho (RO)