Porto Velho (RO) terça-feira, 26 de maio de 2020
×
Gente de Opinião

Política

Fátima pretende fortalecer cooperativa de mulheres do Cohab


Durante reunião  no bairro Cohab, a convite da Associação de Moradores, a candidata ao governo pela coligação Rondônia no Coração, senadora Fátima Cleide, disse que pretende trabalhar pelo fortalecimento da Cooperativa de Mulheres do bairro, ação que ela já desenvolve no Senado mediante a destinação de emendas para atender demandas deste tipo de entidade.

“Todas as estatísticas demonstram que um real na mão da mulher realmente vale um real. As mulheres da cooperativa precisam  de apoio para desenvolver atividades que possam permitir geração de renda”, declarou.

Ela disse também que pretende investir em políticas públicas de assistência à saúde da mulher, “precariamente atendida nos postos de saúde e hospitais, sem condições de atendimento digno à prevenção de doenças que afetam exclusivamente a mulher”.

A senadora se comprometeu com os moradores a continuar buscando junto à Prefeitura de Porto Velho, o que já tem sido feito também pelo deputado estadual Nereu Klosinski, recursos para a construção de uma ponte no Cohab, reivindicação dos moradores há 20 anos. “Sem a ponte a polícia não entra, os moradores precisam dar uma volta enorme para ter acesso a suas casas”, reclamou uma moradora.

Ela declarou que falta ao Estado planejamento de verdade, e maior comprometimento com a criação de políticas sociais.
Jose Augusto

O candidato ao Senado, médico José Augusto, defendeu as realização dos Governo Lula, como o Prouni e Luz para Todos. “Não vamos permitir que estes bons programas sociais sejam encerrados. Por isso, precisamos reeleger o presidente Lula”.
Ele também falou sobre a visita que fez ao governo do Acre, juntamente com a senadora Fátima: “Está de parabéns o governo acreano. Elevou a auto estima de sua população, realizou importantes mudanças na área social, construiu obras de qualidade e sem dúvida, com sensibilidade, melhorou a vida da população”.

Para José Augusto, um dos grandes problemas na área da saúde, é  a falta de assistência à mulher. “Sei do que estou falando. Sou médico, e as mulheres passam por situações humilhantes, não têm consultas agendadas, enfrentam grandes filas, não contam com exames preventivos, enfim, são atendidas precariamente”.

O médico José Augusto disse ainda aos moradores do Cohab que o Pronto Socorro de Porto Velho ficou com as obras de reforma “apenas” paradas durante dois anos e o atual governador se gabou de não ter dinheiro federal. “Ora, isso não é vantagem. É desvantagem. Se o governo tivesse disposição ao dialogo com o presidente Lula, poderia obter mais recursos, e fazer mais investimentos”.

Após fazer sua apresentação aos moradores do Cohab, o jornalista Júlio Olivar, o vice-governador da coligação Rondônia no Coração, criticou bastante o governo Cassol: “Ele centraliza o poder e age exatamente igual aos senhorios da Casa Grande”.  

Mais Sobre Política

Deputado Dr. Neidson pede mais apoio para o setor de saúde do município de Guajará-Mirim

Deputado Dr. Neidson pede mais apoio para o setor de saúde do município de Guajará-Mirim

O deputado Dr. Neidson (PMN), na sessão ordinária desta terça-feira (26), disse que Governo do Estado assumiu a saúde em Guajará-mirim, mas a situ

Deputado Anderson Pereira apresenta projeto para acrescentar tempo de aposentadoria dos servidores da saúde e segurança pública

Deputado Anderson Pereira apresenta projeto para acrescentar tempo de aposentadoria dos servidores da saúde e segurança pública

Devido ao momento caótico que o mundo enfrenta, principalmente servidores das áreas de saúde e segurança pública, ligados diretamente no combate e

Câmara aprova auxílio financeiro para instituições que cuidam de idosos

Câmara aprova auxílio financeiro para instituições que cuidam de idosos

A Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 1888/2020 que obriga a União a auxiliar financeiramente Instituições de Longa Permanência de Ido

Deputados da CCJR são contra perdão de dívida da Energisa, mas adiam decisão por 60 dias

Deputados da CCJR são contra perdão de dívida da Energisa, mas adiam decisão por 60 dias

Apesar de todos os deputados da Comissão de Constituição e Justiça e de Redação (CCJR) da Assembleia Legislativa de Rondônia se manifestarem contr