Porto Velho (RO) segunda-feira, 24 de junho de 2019
×
Gente de Opinião

Política

Fátima Cleide participa de encontro sobre construção do Gasoduto e Hidrelétricas do Madeira


A senadora Fátima Cleide participou nesta quarta-feira (25) da apresentação do Plano Decenal de Expansão de Energia Elétrica para o horizonte 2006/2015 em Rondônia que contou com a presenção do ministro de Minas e Energia Silas Rondeau, além de outras autoridades.

O evento foi organizado pela Fiero e aconteceu no Aquarius Selva Hotel.

De acordo com a apresentação do ministro, os investimentos em Rondônia devem totalizar aproximadamente R$ 26 bilhões e devem aquecer a economia do Estado gerando milhares de empregos diretos. O ministro anunciou ainda que as obras do gasoduto Urucu-Porto Velho devem iniciar em julho de 2007. Para a senadora Fátima Cleide, o anúncio cumpre as expectativas do Governo Federal, "a União cumpriu sua parte, restando apenas os acertos empresariais. O cronograma está dentro do previsto e agora vamos lutar para capacitar nossos jovens para que eles possam trabalhar nos investimentos que o Governo Federal vai fazer em Rondônia não apenas como peões, mas como técnicos gabaritados", disse a senadora.
As usinas também estão dentro do  cronograma previsto.  Fátima Cleide explicou que nos últimos meses, devido ao processo eleitoral, a "indústria do boato" gerou uma série de controvérsias sobre a construção das usinas e isso causou uma certa insegurança na população, "a decisão de construir as usinas do Madeira é política e partiu do Presidente Lula que resolveu tirar o projeto do papel e concretizar a idéia. Mesmo a oposição já percebeu que elas são importantes para o País, portanto não existe essa história de que elas estão atrasadas ou que as obras serão canceladas. Por se tratar de um empreendimento de grande porte que mexe com o meio ambiente, é preciso cautela e seguir rigorosamente o cronograma. E isso vem sendo feito.  Em breve teremos as audiências públicas e é muito importante a participação de toda a sociedade", acrescentou a senadora.

Fátima Cleide também alertou para os boatos sobre o programa Luz Para Todos, "isso é uma irresponsabilidade. Quem diz que o programa Luz Para Todos é 'luz para ninguém' é porque não conhece a realidade do Estado em que vive. Cerca de 8 mil famílias já foram atendidas em Rondônia e em breve todo campo em Rondônia estará iluminado. O presidente Lula acompanha pessoalmente a implatação do programa que atrasou em Rondônia devido a problemas burocráticos que já foram solucionados. Também tivemos problemas com a capacitação de equipes de campo, mas isso também já foi resolvido", disse Fátima Cleide.

Após a apresentação no Aquarius Selva Hotel, a senadora seguiu para o Cai N'água, onde aconteceu a inauguração do terminal pesqueiro, cujas obras contaram com recursos de emendas da senadora Fátima Cleide e do deputado federal Eduardo Valverde.

Fonte: Alan Alex

Mais Sobre Política

Melhorias em aeroportos de Rondônia são anunciadas por Jaqueline Cassol

Melhorias em aeroportos de Rondônia são anunciadas por Jaqueline Cassol

A deputada federal Jaqueline Cassol (PP-RO) esteve na Secretaria Nacional de Aviação (SAC), em Brasília, em busca de soluções para os diversos probl

Coronel Chrisóstomo propõe isenção de taxa de renovação de CNH para idosos

Coronel Chrisóstomo propõe isenção de taxa de renovação de CNH para idosos

O deputado federal Coronel Chrisóstomo (PSL-RO) apresentou a Câmara dos Deputados o Projeto de Lei 3552/2019, que propõe a isenção da taxa de renova

Projeto em análise no Senado susta decisão do STF que torna homofobia crime de racismo

Projeto em análise no Senado susta decisão do STF que torna homofobia crime de racismo

Cinco dias após decisão da Suprema Corte que equiparou a homofobia ao crime de racismo, o senador Marcos Rogério (DEM-RO) apresentou voto em separado

Ariquemes vai receber recurso do Ministério da Saúde para qualificar serviços do Samu

Ariquemes vai receber recurso do Ministério da Saúde para qualificar serviços do Samu

A partir de julho, Ariquemes passa a receber um reforço financeiro do Governo Federal para melhorar o atendimento móvel de urgência da rede pública de