Porto Velho (RO) quarta-feira, 11 de dezembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política

Emancipação do Abunã volta a ser debatida na ALE


A cada ano mais distritos entram na peleja pela emancipação política e administrativa em Rondônia. Seja em Rio Pardo (no município de Buritis), ou Jacinópois (em Nova Mamoré), as comunidades se empenham na luta pela autonomia. O tema volta a baila porque a Assembléia Legislativa  esta abrindo novamente o debate nesta semana a realização de plebiscitos no estado.
Com cerca de 1,8 milhão de habitantes, o estado de Rondônia conta com 52 municípios e mais de oitenta localidades espalhadas pelo seu território cuja superfície territorial é quase a mesma do Estado de São Paulo. Alguns distritos já lutam pela autonomia há mais de vinte anos, sem sucesso, mas suas lideranças se animaram com recente audiência pública realizada na Assembléia Legislativa quando o assunto veio a baila, sendo discutida pelas bancadas estadual e federal, mais prefeitos e administradores distritais.
Só em Porto Velho meia dúzia de localidades, a maioria encravadas na região da Ponta do Abunã (caso de Nova Califórnia) ou na zona ribeirinha (distrito de Calama) aspiram a sonhada autonomia.
Seja  na crescente São Domingos (em Costa Marques), a progressista Extrema (Porto Velho), a verdejante Triunfo (em Candeias), a consolidada Tarilândia (no Jaru), a palavra de ordem é a luta pela independência.
Existe um longo caminho a ser percorrido. Localidades como 5º BEC (Machadinho do Oeste), Vista Alegre, Jacy Paraná e União Bandeirantes (Porto Velho), Rondominas (Ouro Preto do Oeste), enfrentam dificuldades e entraves burocráticos para avançar, como todas as outras que pugnam pelo desmembramento.
Se em termos demográficos algumas localidades já passaram dos 10 mil habitantes, de outro a maioria não tem condições econômicas de se sustentar pelas próprias pernas. No entanto, mesmo sem estrutura  de arrecadação sequer para pagar seu próprio funcionalismo, alguns distritos preferem a emancipação do que continuarem abandonados pelas suas sedes administrativas.
Toda a mobilização é levada em conta em Rondônia onde as autoridades já se posicionam favoráveis ao pleito distrital.  Mas embora contem com a simpatia do governador Ivo Cassol, do presidente da Assembléia Legislativa Neodi Carlos e da própria bancada federal, os distritos dependem de definições de Brasília, como o afrouxamento da legislação vigente no país – que cerceia o surgimento de novos município - para que alcancem a desejada autonomia.

Fonte: Carlos Sperança - Gentedeopinião 

Mais Sobre Política

Importante conquista para Rondônia: Presidente Bolsonaro assina MP da Regularização Fundiária.

Importante conquista para Rondônia: Presidente Bolsonaro assina MP da Regularização Fundiária.

Para o presidente Jair Bolsonaro e o governador Marcos Rocha o objetivo da Medida Provisória é a de simplificar e modernizar o processo. Ao todo, ma

Assembleia Legislativa limpa a pauta antes de aprovar o Orçamento 2020

Assembleia Legislativa limpa a pauta antes de aprovar o Orçamento 2020

Na sessão ordinária e nas extraordinárias realizadas na tarde desta terça-feira (10), além de aprovar o Orçamento 2020 e apreciar os vetos do Execut

 Vereadora Cristiane Lopes e SINJOR realizam evento sobre medida que extingue registro profissional

Vereadora Cristiane Lopes e SINJOR realizam evento sobre medida que extingue registro profissional

Jornalistas de Porto Velho reuniram-se na Câmara Municipal de Porto Velho, para discutir os efeitos da Medida Provisória 905/2019, que extingue a

Governo atende pedido do deputado Adelino Follador e abre processo seletivo na Idaron

Governo atende pedido do deputado Adelino Follador e abre processo seletivo na Idaron

O pedido foi apresentado ao governador Marcos Rocha (PSL) pelo deputado Adelino Follador (DEM), após visitas nas sedes das Agências de Defesa Sanitári