Domingo, 16 de junho de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Política

ELEIÇÔES IPAM - Raimundo Nonato continua candidato a Coordenador de Previdência



O conselheiro de saúde, Raimundo Nonato da CUT, disse na manhã de hoje em entrevista a uma rádio local que continua candidato a conselheiro de Previdência do IPAM, apesar de ter tido a sua inscrição impugnada pela comissão eleitoral. Segundo Raimundo Nonato seus advogados já deram entrada numa liminar na Justiça para  derrubar a restrição imposta pelo Decreto da Prefeitura e garantir sua participação e de outros servidores no pleito.

“A Comissão Eleitoral está tão apavorada que fez um Parecer com base em um Decreto que não está em vigor (Decreto 10.460) e foi usado na eleição passada. Esse decreto já foi revogado pelo prefeito e em seu lugar está valendo o 11.101-A, publicado em agosto desse ano. Depois querem exigir grau de instrução para os candidatos ao Conselho de Previdência”, ironizou.

Raimundo Nonato disse que esse tipo de atitude revela a armação que está ocorrendo dentro do IPAM para que ele não seja eleito. “Sei que há diretor fazendo campanha com carro  e celular oficiais, inclusive viajando para os distritos para fazer campanha utilizando a máquina do IPAM. Qual o tipo de providência que a Prefeitura nenhuma. Na qualidade de conselheiro vou acionar a PM caso flagre qualquer diretor ou funcionário utilizando viatura do Instituto fazendo campanha”, ressaltou.

Na entrevista, Raimundo reiterou mais uma vez que seu principal desafio será recuperar todo o dinheiro devido pela Prefeitura ao Fundo de Previdência, que hoje chega à uns R$ 40 milhões corrigidos. “È preciso que o servidor municipal eleja pessoas preparadas e comprometidas com a luta. O IPAM possui muitos mandatários que atualmente estão comprometidos com a Prefeitura e não estão dando a mínima para os problemas do Instituto”, conclamou.

Raimundo lembrou que o motivo de sua destituição do cargo de Presidente do Conselho Previdenciário se deu justamente por ele ter denunciado diversas irregularidades que teriam sido praticadas na direção do IPAM em conluio com a Prefeitura. Uma dessas irregularidades denunciadas foi no Ministério da Previdência que culminou com a suspensão do Certificado de Regularização Previdenciária (CRP) que colocou a Prefeitura de Porto Velho no Cadin – Cadastro Nacional de Inadimplentes.

“Isso forçou a Prefeitura a encaminhar projeto à Câmara para parcelamento que a própria Câmara de Vereadores tinha com o IPAM”, lembrou Nonato. O sindicalista finalizou a entrevista dizendo que as armações que têm sido orquestradas na eleição do IPAM são para tirá-lo do pleito para que não volte a denunciar. “Se eleito, vou propor que todas as deliberações oriundas do Conselho Municipal de Previdência da minha gestão que seja cumprida por toda a Diretoria do Instituto”.

Fonte: Marcos Henrique Machado

Gente de OpiniãoDomingo, 16 de junho de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Deputado Alex Redano anuncia recursos de R$ 16 milhões para asfalto em Ariquemes

Deputado Alex Redano anuncia recursos de R$ 16 milhões para asfalto em Ariquemes

O deputado estadual Alex Redano (Republicanos) anunciou nesta quinta-feira (13), a o destino de R$ 16 milhões para massa asfáltica em que serão exec

Deputada Ieda Chaves solicita policiamento ostensivo e novos totens de segurança no Morar Melhor

Deputada Ieda Chaves solicita policiamento ostensivo e novos totens de segurança no Morar Melhor

Preocupada com o bem-estar e segurança da população, a deputada estadual Ieda Chaves (União Brasil), solicitou do Governo de Rondônia, através dos R

Deputados aprovam revisão anual dos servidores da Assembleia Legislativa

Deputados aprovam revisão anual dos servidores da Assembleia Legislativa

A Assembleia Legislativa de Rondônia (Alero) aprovou o Projeto de Lei Complementar 77/2024, de autoria da Mesa Diretora, que concede revisão anual

Projeto que institui o Dia Estadual pelo Fim do Feminicídio é aprovado pela Assembleia

Projeto que institui o Dia Estadual pelo Fim do Feminicídio é aprovado pela Assembleia

A Assembleia Legislativa de Rondônia (Alero) aprovou o Projeto de Lei 111/2023, que institui no calendário estadual o dia 25 de março, como o Dia E

Gente de Opinião Domingo, 16 de junho de 2024 | Porto Velho (RO)