Porto Velho (RO) quinta-feira, 21 de junho de 2018
×
Gente de Opinião

Política

DNIT: Candeias recebe muito mais obras na BR


- Estamos trabalhando para viabilizar recursos para a construção de passarelas de pedestres em todos os municípios nos quais foram realizadas obras de duplicação na BR-364. Ao mesmo tempo já estão sendo desenvolvidos no estado os trabalhos do Programa de Sinalização das Rodovias Federais – Pro Sinal, que vão privilegiar na primeira etapa as estradas federais nas zonas urbanas das cidades rondonienses. Apesar do excepcional ganho da BR em termos de segurança é claro que as mudanças que a duplicação exige acabam por interferir na rotina das comunidades. A realidade rondoniense não difere das demais cidades brasileiras nas quais os trabalhos foram e estão sendo executados. Em Porto Velho e Candeias nós estamos trabalhando no projeto alternativo capaz de pelo menos reduzir as dificuldades sem prejudicar a segurança. A Prefeitura de Porto Velho entendeu isso e já manifestou seu apoio ao projeto. Mas o mesmo, lamentavelmente, não parece estar acontecendo em Candeias. É possível que as autoridades e população em geral não tenham sido convenientemente informadas sobre o que será ali realizado.

O comentário é do superintendente do Dnit, José Ribamar da Cruz Oliveira, que ontem lamentou a tragédia ocorrida na estrada, a 70 quilômetros de Candeias, aonde sete pessoas perderam a vida num violento acidente. Ele disse que os choques frontais são justamente os causadores do maior número de vítimas, conforme comprovam as estatísticas da Polícia Rodoviária Federal. E esclareceu que graças à proteção central das rodovias duplicadas com as barreiras, chamadas "New Jersey" pelos técnicos, isso não aconteceria em Porto Velho ou Candeias. "Felizmente a proteção existe, já que nas zonas urbanas as possibilidades de agravamento com uma colisão como aquela seriam muito maiores. Não se pode esquecer que nas cidades a BR é utilizada pelo tráfego rodoviário e pelo tráfego urbano – situações absolutamente distintas – além de motocicletas, coletivos, bicicletas e pedestres. Não custa lembrar que a própria duplicação começou a ser viabilizada pelo deputado Miguel de Souza, através de emendas parlamentares, depois de outra tragédia, ocorrida há quatro anos em frente ao acesso à Faro, quando quatro estudantes foram vitimados".

Ribamar Oliveira disse que o município de Candeias irá ganhar não somente um retorno, previsto para a região central, em frente ao posto. Será construído um segundo retorno, no início da duplicação, na chamada "estaca 9". Sem ele, toda aquela região de acesso a bairros densamente povoados ficaria prejudicada, o que acabaria por intensificar o tráfego de veículos no centro comercial do município. Os representantes de Candeias na reunião em que foi apresentado o projeto alternativo -  o secretário de Administração Wilson Filho e o presidente da Câmara, vereador Djalma da Silva -  entenderam perfeitamente a situação. Eles pediam a localização do retorno em frente à rua Ayrton Senna. Mas ficou esclarecida a impossibilidade legal da mudança, já que a legislação determina um espaçamento mínimo entre os retornos. Ademais, os veículos – inclusive caminhões pesados – continuariam a fazer o balão no final da duplicação, com péssimas condições de segurança.
Candeias vai ganhar também uma passarela para pedestres, uma nova ponte e dois grandes bueiros para escoamento das águas que normalmente alagavam a região central a cada chuva. "É evidente que num primeiro momento a rotina do município será alterada, problema que somente poderá ser solucionado com a construção de vias marginais ao leito da BR. O Dnit está aberto inclusive ao financiamento de projetos nesse sentido. O prefeito Roberto Sobrinho já está trabalhando em busca desses recursos para Porto Velho. É preciso que as autoridades de Candeias município comecem a trabalhar para viabilizar a obra também lá. Mas estamos certos que, em relação ao projeto original da duplicação, Candeias será incomparavelmente melhor atendido." – concluiu o superintendente do Dnit.

 

 

 

 

 

 

 

Mais Sobre Política

TJRO adquire solução integrada com produtos Google

O Tribunal de Justiça de Rondônia aderiu à Ata de Registro do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região, para aquisição de solução integrada de colab

TCE-RO prorroga prazos processuais em razão de ponto facultativo nesta 6ª

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-RO) publicou nesta quinta-feira (21) ato estabelecendo ponto facultativo nesta sexta-feira (22)

Procurador de Justiça do MPRO recebe homenagem da ALE

Procurador de Justiça do MPRO recebe homenagem da ALE

O Procurador de Justiça Edmilson José de Matos Fonsêca foi homenageado na manhã desta quinta-feira (21/¨6) pela Assembleia Legislativa do Estado de Ro

Governo de Rondônia estabelece ponto facultativo nesta sexta-feira de disputa da seleção brasileira na Copa do Mundo

O Governo do Estado decretou ponto facultativo nesta sexta-feira (22) em todas as repartições públicas