Porto Velho (RO) segunda-feira, 23 de maio de 2022
×
Gente de Opinião

Política

Deputado Anderson cobra eficiência do Serviço de Inteligência da Sejus para atuar no combate ao crime organizado

Parlamentar expressou preocupação com a fuga de apenados do Instituto Médico Legal


Deputado Anderson cobra eficiência do Serviço de Inteligência da Sejus para atuar no combate ao crime organizado - Gente de Opinião

A fuga de dois apenados de altíssima periculosidade no Instituto de Médico Legal – IML, na última sexta-feira (14), fez o deputado estadual Anderson Pereira (PROS), cobrar mais eficiência do Serviço de Inteligência da Secretaria de Justiça – Sejus, quanto à investigação de apenados, que estariam planejando matar policiais penais em Porto Velho.

Fernando F. S., e Maicon F. S. tinham sido presos junto com mais quatro pessoas flagradas com uma pistola calibre .40 e mais de 100 munições na noite de quinta-feira (13) na Rua Vasco da Gama no bairro Três Marias. Os criminosos tinham fugido do presídio recentemente e estavam planejando matar um policial penal na zona Leste, quando foram interceptados por equipes da Polícia Militar, que efetuaram a prisão da dupla.

A situação chamou a atenção do deputado Anderson quanto a eficiência do serviço de inteligência da Sejus, que até o momento não mostrou nenhum resultado. “Temos um N.I (Núcleo de Inteligência) que não funciona, não comunica as polícias, não investiga, era pra estar nessa investigação e não estava, e isso tem levantado um questionamento sobre sua eficiência. As facções estão planejando a morte de policiais penais, e se depender do serviço de inteligência nossos irmãos de fardas vão correr risco de morte, pois até o momento o N.I não mostrou para o que veio”, destacou Anderson.

Inteligência é produção de conhecimento para auxiliar a decisão. Já a Investigação é levantamento de indícios e provas que levem ao esclarecimento de um fato delituoso. Como se pode ver, a Inteligência visa antecipar-se ao fato, agindo sobre elementos que possam conter o futuro. Já a Investigação surge após o fato, agindo sobre elementos que possam dizer o passado.

“É preciso que tenhamos um serviço de inteligência que de fato funcione, que se antecipe ao crime organizado para evitarmos tragédias e represálias por parte de bandidos contra policiais penais. É melhor se antecipar com inteligência para evitar que seja preciso investigar caso aconteça algo pior”, frisou Anderson Pereira.

O parlamentar vai convidar a equipe do Serviço de Inteligência da Sejus na Comissão de Segurança Pública para debater sobre o trabalho do N.I assim que retornar os trabalhos no período legislativo.

Mais Sobre Política

Sessão Solene da Assembleia Legislativa homenageia personalidades de Cacoal e região

Sessão Solene da Assembleia Legislativa homenageia personalidades de Cacoal e região

A Assembleia Legislativa de Rondônia realizou na noite desta sexta-feira, 20, Sessão Solene no município de Cacoal, para entrega de entrega de Votos

Deputados participam da solenidade de abertura da 9ª Rondônia Rural Show

Deputados participam da solenidade de abertura da 9ª Rondônia Rural Show

Com a presença dos deputados Luizinho Goebel (PSC), Cirone Deiró (União Brasil), Adelino Follador (União Brasil), e Laerte Gomes (PSB), a Assembleia

Presidente Alex Redano entrega homenagens a personalidades civis e militares

Presidente Alex Redano entrega homenagens a personalidades civis e militares

O presidente da Assembleia Legislativa, Alex Redano (Republicanos), comandou na tarde desta quarta-feira (18), no Plenário da Casa de Leis, Sessão S

Cafeicultura rondoniense é destaque no desenvolvimento do estado com geração de emprego e renda, afirmou Cirone Deiró

Cafeicultura rondoniense é destaque no desenvolvimento do estado com geração de emprego e renda, afirmou Cirone Deiró

“A comercialização da saca do café robusta beneficiado está em R$ 700 reais com uma produção estimada para a safra de 2022, de 2,49 milhões de sacas