Porto Velho (RO) domingo, 22 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política

Custo total da ponte perto de R$ 1 bilhão



Secretário afirma que serão necessárias duas licitações para a conclusão das obras da ponte sobre o Rio Negro


 

Custo total da ponte perto de R$ 1 bilhão - Gente de Opinião
Com os acréscimos, a obra, que foi licitada por R$ 574,8 milhões, será concluída por R$ 984,1 milhões. Foto: Danilo Mello - D24am.com



Manaus - O secretário René Levy, da Secretaria Executiva do Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Manaus, disse, ontem, que ainda serão necessárias duas licitações para a conclusão das obras da ponte sobre o Rio Negro, ligando Manaus a Iranduba: uma para a iluminação cênica e das pistas e outra para o sistema de proteção dos pilares da ponte. Somados, esses serviços extras têm um valor de referência de R$ 104 milhões.

A iluminação está orçada em R$ 14 milhões e o sistema de proteção dos pilares, em R$ 90 milhões, segundo o secretário. Com esses acréscimos, a obra, que foi licitada por R$ 574,8 milhões, será concluída por R$ 984,1 milhões. A previsão, agora, é de inaugurá-la em 2011, mas sem data definida. Em abril deste ano, o governo do Estado concedeu um aditivo de R$ 305,3 milhões como compensação pela troca de tecnologia na construção das estacas de sustentação dos pilares.

Levy disse que a licitação para o sistema de proteção dos pilares da ponte já está em andamento, com edital na rua. O edital para a licitação dos serviços de iluminação está na Comissão Geral de Licitação (CGL) e deve ser lançado nos próximos dias.

O secretário disse que o sistema de proteção da ponte foi apresentado junto com o projeto básico, em 2007, quando a obra ainda estava sob responsabilidade da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinf), mas foi rejeitado pelo Ministério da Marinha. “Ele não foi aceito pelas autoridades marítimas porque não era adequado para esse tipo de obra. Então, foi retirado do projeto básico e feita nova proposta, que foi aprovada em 2009”, disse Levy.

O projeto de iluminação esbarrou no mesmo problema, segundo o secretário: foi condenado pelos órgãos técnicos do Ministério da Marinha porque interferia na navegação. O projeto foi refeito, de acordo com Levy, e aprovado posteriormente. “Por isso, nós deixamos essas duas licitações para serem feitas depois”.

Por conta desses serviços e do período das chuvas, o secretário informou que a inauguração da obra, prevista para novembro deste ano, ficará para 2011, ainda sem data definida. “Vai depender muito do tempo, porque agora começa o período de chuvas. Nós não queremos marcar uma nova data para não criar expectativas”, disse Levy.

Se os valores previstos para as duas licitações forem confirmados, o preço da ponte sobre o Rio Negro vai se aproximar de R$ 1 bilhão, quase o dobro do valor licitado em 2007. O Consórcio Rio Negro, formado pelas empresas Construbase Engenharia Ltda. e Construções e Comércio Camargo Corrêa S/A, venceu a disputa com o preço de R$ 574.826.098,12.

Fonte: D24am.com
 

Mais Sobre Política

Presidente Laerte Gomes anuncia R$ 800 mil para construção de UBS durante visita ao frigorífico Rio Beef

Presidente Laerte Gomes anuncia R$ 800 mil para construção de UBS durante visita ao frigorífico Rio Beef

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Laerte Gomes (PSDB), visitou na manhã desta sexta-feira as instalações do frigorífico Rio Beef e an

Vereadora Cristiane Lopes cobra solução para os problemas do Transporte Coletivo

Vereadora Cristiane Lopes cobra solução para os problemas do Transporte Coletivo

Desde o início do seu mandato, a vereadora Cristiane Lopes (PP) tem cobrado uma solução definitiva para os problemas do Transporte Coletivo da Cap

Presidente Laerte Gomes e governador Marcos Rocha visitam obras do Anel Viário de Ji-Paraná

Presidente Laerte Gomes e governador Marcos Rocha visitam obras do Anel Viário de Ji-Paraná

O presidente da Assembleia Legislativa, Laerte Gomes (PSDB) e o governador Marcos Rocha (PSL) visitaram nesta quarta-feira (18) o canteiro de obras

Deputado Cirone Deiró disse que abertura de CPI para fiscalizar Energisa responde clamor da sociedade

Deputado Cirone Deiró disse que abertura de CPI para fiscalizar Energisa responde clamor da sociedade

“A Energisa submeteu os rondonienses a uma crise energética sem precedentes. Os prejuízos estão sendo contabilizados em todos os segmentos da econom