Porto Velho (RO) segunda-feira, 23 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política

Crise instalada com a diminuição do FPM


 
O Censo do IBGE, que influencia diretamente o rateio do Fundo de Participação dos Municípios-FPM deixou centenas de prefeitos em dificuldades. Cerca de 4.300 municípios dependem destes recursos para sua sobrevivência e 329 deles tiveram suas populações encolhidas no levantamento demográfico encerrado na semana passada. Isso vai significar menos dinheiro em caixa no exercício de 2011 das municipalidades atingidas.

Em 2010 o fundo teve R$ 52 bilhões repartidos entre as capitais e demais municípios. A redução destes recursos deve causar prejuízos nas gestões municipais, já que a grande maioria não arrecada o suficiente para se manter. Nos municípios onde foram identificados menos habitantes haverá redução no quinhão do bolo do FPM.

Conforme levantamento da Confederação Nacional de Municípios -CNM os recursos do FPM representam entre 35 a 90 por cento de orçamento de 4.300 municípios brasileiros. Em muitos casos, esta situação de mendicância oficial foi o resultado de um casuísmo: até a constituição de 1988, políticos locais passaram a criar (deputados estaduais) municípios a esmo com o objetivo de conseguir empregos e verbas em seus currais eleitorais.

O resultado do censo 2010 se tornou mais dramático este ano devido a um erro de cálculo do FPM. A previsão inicial do governo federal era que o fundo atingiria R$ 56 bilhões. Mas a arrecadação do governo federal dos impostos que forma o tributo, que são o Imposto de Renda e o Imposto Sobre os Produtos Industrializados (IPI) não cresceu como o esperado. O FPM só devera chegar a R$ 52 bilhões neste ano. Com isso os prefeitos de todo pais estarão recebendo menos dinheiro do que o esperado.

Os alcaides, inconformados com a contagem preliminar do censo apresentaram recursos ao IBGE até a semana passada. Mas poucos têm esperanças de reverter à situação. Em Rondônia, sabe-se que vários municípios do Cone Sul do estado tiveram suas populações reduzidas. O mesmo aconteceu em algumas cidades da região central e da Bacia Leiteira e as municipalidades já estão chorando as pitangas, pois tem consciência das perdas que vão ocorrer para o próximo exercício.

Sobrou até para algumas capitais, São Luis, no Maranhão, por exemplo, esperava habitantes a mais, mas foram contadas almas a menos A projeção era que a cidade atingiria mais de 1 milhão de habitantes, mas estacionou em 966.900 habitantes.


 

Siga o Gentedeopinião no Gente de Opinião



Fonte: Carlos Sperança - csperanca@enter-net.com.br
 Gentedeopinião   /  AMAZÔNIAS   /  RondôniaINCA   /   OpiniaoTV
 Energia & Meio Ambiente   /   YouTube  / Turismo   /  Imagens da História

Mais Sobre Política

Presidente Laerte Gomes anuncia R$ 800 mil para construção de UBS durante visita ao frigorífico Rio Beef

Presidente Laerte Gomes anuncia R$ 800 mil para construção de UBS durante visita ao frigorífico Rio Beef

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Laerte Gomes (PSDB), visitou na manhã desta sexta-feira as instalações do frigorífico Rio Beef e an

Vereadora Cristiane Lopes cobra solução para os problemas do Transporte Coletivo

Vereadora Cristiane Lopes cobra solução para os problemas do Transporte Coletivo

Desde o início do seu mandato, a vereadora Cristiane Lopes (PP) tem cobrado uma solução definitiva para os problemas do Transporte Coletivo da Cap

Presidente Laerte Gomes e governador Marcos Rocha visitam obras do Anel Viário de Ji-Paraná

Presidente Laerte Gomes e governador Marcos Rocha visitam obras do Anel Viário de Ji-Paraná

O presidente da Assembleia Legislativa, Laerte Gomes (PSDB) e o governador Marcos Rocha (PSL) visitaram nesta quarta-feira (18) o canteiro de obras

Deputado Cirone Deiró disse que abertura de CPI para fiscalizar Energisa responde clamor da sociedade

Deputado Cirone Deiró disse que abertura de CPI para fiscalizar Energisa responde clamor da sociedade

“A Energisa submeteu os rondonienses a uma crise energética sem precedentes. Os prejuízos estão sendo contabilizados em todos os segmentos da econom