Quarta-feira, 12 de junho de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Política

Conta de luz dos rondonienses aumentará com o "Linhão" Jauru-Vilhena


Consumidores poderão pagar mais por energia produzida entre outras regiões do País A conta de energia elétrica passará a custar mais caro para a população rondoniense caso a linha de transmissão que ligará Jauru (MT) a Vilhena seja construída. Segundo a Assessoria Financeira da Centrais Elétricas de Rondônia (Ceron), com a integração de Rondônia ao Sistema Integrado Nacional (SIN), o estado deixará de ser produtor de eletricidade para tornar-se consumidor. De acordo com técnicos da companhia, a compra de energia para o fornecimento ao consumidor final será feita através de leilão com geradoras estatais e grupos privados de todo o País. O contrato para a construção do chamado "linhão" foi assinado no início desta semana entre empreiteiras e o governo federal, durante solenidade realizada no Ministério de Minas e Energia (MME). De acordo com cálculos feitos pela assessoria da deputada federal Marinha Raupp (PMDB), a interligação custará aproximadamente R$ 400 milhões aos cofres públicos. Além disso, ainda não conta com regras para a compra da energia que garantam a tranqüilidade dos consumidores no estado. Para a deputada, a única maneira de evitar um reajuste nesses valores é deixar que Rondônia não seja integrado ao SIN. Desta forma, o estado continuará a ser produtor de energia elétrica. "Rondônia perderá muito com o 'linhão' e fazer parte do sistema nacional não trará beneficio algum para a população", afirmou. O deputado Moreira Mendes (PPS) também ressaltou as desvantagens do "linhão" e reclamou da falta de aproveitamento do gás natural existente na Região Norte por meio da construção do Gasoduto Urucu-Porto Velho. "Não consigo compreender a necessidade de fazer parte do SIN, sendo que temos meios para continuar sendo produtor", argumenta Moreira Mendes. Para o parlamentar, sem o gasoduto o gás existente na Bacia Petrolífera de Urucu (AM) será desperdiçado e o estado passará a depender da energia elétrica produzida em outras regiões. Fonte: Bianca Lemos

Gente de OpiniãoQuarta-feira, 12 de junho de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Emenda do deputado Ribeiro movimenta mais de 500 atletas no campeonato estadual de Jiu-Jitsu

Emenda do deputado Ribeiro movimenta mais de 500 atletas no campeonato estadual de Jiu-Jitsu

O ginásio Cláudio Coutinho, em Porto Velho, recebeu entre os dias 08 e 09 de junho, mais de 500 atletas que participaram do Campeonato Estadual de J

Empresário Daniel Moraes Pit Bull anuncia pré-candidatura a vereador em Candeias do Jamari

Empresário Daniel Moraes Pit Bull anuncia pré-candidatura a vereador em Candeias do Jamari

O cenário político em Candeias do Jamari se aquece com a recente novidade da pré-candidatura do empresário Daniel Moraes Pit Bull, filiado ao partid

CCJR discute projeto sobre horários de provas de concursos públicos em Rondônia

CCJR discute projeto sobre horários de provas de concursos públicos em Rondônia

A Comissão de Constituição e Justiça e de Redação (CCJR) distribuiu e deliberou projetos durante reunião ordinária, na manhã desta terça-feira (11).

Doutor Aparício Carvalho e deputado federal Thiago Flores assumem o partido Republicanos em Rondônia

Doutor Aparício Carvalho e deputado federal Thiago Flores assumem o partido Republicanos em Rondônia

O partido Republicanos assume uma nova configuração. O empresário, Médico Psiquiatra, ex-Deputado Federal e ex-Vice-Governador de Rondônia, Aparício

Gente de Opinião Quarta-feira, 12 de junho de 2024 | Porto Velho (RO)