Porto Velho (RO) segunda-feira, 16 de maio de 2022
×
Gente de Opinião

Política

Confúcio lança pedra fundamental do Heuro


 
Gente de Opinião
 
 
Para o padre Pedrinho, da paróquia São Luiz Gonzaga, que há 30 anos reside na Capital, a notícia é recebida como uma bênção pela população, pois “saúde é algo que requer urgência e emergência para que todos tenham vida com abundância, concretizando o que está escrito na Bíblia em João 10:10”.

“Era o sonho de todo governador, que Confúcio agora realiza”, afirmou o senador Valdir Raupp (PMDB-RO), ao participar da solenidade sob forte chuva, que foi considerada pelos presentes como sinal de que o projeto germinado frutificará.

O secretário de Estado da Saúde, Williames Pimentel, explicou que a nova unidade médica, que substituirá o Pronto Socorro João Paulo II, construído em 1984, deverá aprimorar as condições para implantação da política nacional de atenção às urgências, visando à redução do déficit e  de leitos, inclusive de UTIs, e reestruturar o modelo de atendimento com a classificação de riscoe humanização.
 
 
Gente de Opinião

Ao todo serão 268 leitos, 130 a mais que o João Paulo II, e ainda estão previstos 40 leitos  home care (atendimento em casa), que hoje é realizado pelo Serviço de Atendimento Medico Domiciliar (Samd) implantado nesta gestão e que hoje beneficia 110 pacientes, segundo o governador.

O investimento da obra, cujo projeto foi elaborado pela Energia Sustentável da usina Jirau ao custo de R$ 1,160 milhão, é previsto em R$ 50 milhões, outros R$ 50 milhões deverão ser investidos na mobília e equipamentos com a Participação Público Privada (PPP), que também será responsável pela gestão, a exemplo do que ocorre atualmente nos Hospitais Suburbano de Salvador (BA) e Metropolitano de Belo Horizonte (MG). “O prédio será público, mas a gestão privada, com fiscalização do governo e da própria população”, disse Confúcio.

Do total de leitos, 50 serão de UTIs e 10 para hemodinâmica. Haverá ainda seis salas cirúrgicas, inclusive  para bucomaxilar; fábrica de gases medicinas e ar comprimido; e será equipado com células de luz solar, sistema de captação e tratamento da água da chuva, raios-X fixo e móvel e tomógrafo. Ao todo serão ofertadas mais de 20 especialidades.

“É uma satisfação, como rondoniense, servidor público e secretário trabalhar para um governo que priorizou essa obra não eleitoreira, mas necessária, dotada do que há de mais moderno, inclusive heliponto, para atender mais rápido e com qualidade”, afirmou Pimentel.

AÇÕES EM TRÊS ANOS

O governador aproveitou para fazer um balanço das ações na área da saúde realizadas em três anos, lembrando que em 2011 o HB tinha pouco mais de 300 leitos e hoje são 630. Da mesma forma os centros cirúrgicos foram ampliados de três para 10, enquanto outros três estão em construção, garantindo pelo menos 10 mil cirurgias\ano. Falou da implantação do serviço de hemodiálise também no HB, com extensão a todas as unidades da Capital; os dois tomógrafos, um deles no João Paulo II, onde em um mês foram feitos mais de 1.500 procedimentos; inauguração dos hospitais Infantil, na Capital, e Regionais de Cacoal e São Francisco.

Além disso, foram investidos R$ 22 milhões este ano nos hospitais de Câncer de Barretos (Porto Velho) e São Daniel Comboni (Cacoal); e anunciou para o início de 2014 a inauguração da moderna estrutura da Policlínica Oswaldo Cruz e do Centro de   Imagens, onde serão oferecidos serviços de última geração em ressonância, ultrassom e tomografia, com interligação via internet, e prescrição eletrônica.

Também foram citados como novos benefícios para a população a partir do próximo ano, o Centro de Reabilitação de Rondônia (Cero), a ser instalado na antiga UPA da zona Sul, assim como a construção do moderno Hospital Regional de Ariquemes, também em quatro andares; de UPAs em Cacoal, Ji-Paraná, Seringueiras e Vilhena; e a reforma do Centro de Medicina Tropical de Rondônia (Cemetron) ao custo de R$ 8 milhões.

Representando o senador Acir Gurgacz (PDT-RO) e o prefeito da Capital, Mauro Nazif (PSB), o vice Dalton di Franco (PDT), disse que Confúcio Moura deixará sua marca com o Heuro, não apenas pela beleza arquitetônica, mas, sobretudo, por atender à demanda crescente de pacientes no Estado, em especial de Porto Velho.

Ao parabenizar o governador pela obra de grande porte, os deputados estaduais Zequinha Araújo (PMDB) e Jean Oliveira (PSDB) destacaram a atuação da bancada do governo na Assembleia Legislativa para aprovar os projetos, muitos deles colocando Rondônia acima de Estados mais desenvolvidos, como é o caso do heliponto no hospital.

A solenidade ainda contou com a participação de vários assessores do governo, o chefe da Casa Civil, Marco Antonio de Faria, presidente do Conselho Gestor da PPP; o coronel Carlos Educardo, da 17ª Brigada; entre outros civis e militares.

O hospital será construído pela empreiteira Roberto Passarini, que tem 31 anos de atuação em Porto Velho, e foi responsável por obras como da Procuradoria Regional do Trabalho nas proximidades do Teatro Estadual; e de um dos prédios mais altos da cidade, com 18 andares, na avenida Rio Madeira.

Fonte: Veronilda Lima / Fotos: Marcos Freire / Decom

Mais Sobre Política

Deputado Cirone Deiró anuncia sessão solene da Assembleia Legislativa, em Cacoal

Deputado Cirone Deiró anuncia sessão solene da Assembleia Legislativa, em Cacoal

“Homenagear os pioneiros, profissionais liberais, empreendedores, agricultores, cafeicultores, professores, servidores públicos, empresários e insti

Com recursos indicados pela deputada Mariana Carvalho, obras na Estrada dos Periquitos são iniciadas

Com recursos indicados pela deputada Mariana Carvalho, obras na Estrada dos Periquitos são iniciadas

Uma parceria entre a deputada federal Mariana Carvalho e a Prefeitura de Porto Velho vai garantir a completa revitalização e urbanização da Estrada do

Presidente Alex Redano critica demora da empresa em iniciar construção da ponte do rio Jamari, ligando a Alto Paraíso

Presidente Alex Redano critica demora da empresa em iniciar construção da ponte do rio Jamari, ligando a Alto Paraíso

A paralisação das obras de construção da nova ponte sobre o rio Jamari, na RO-459, ligando Alto Paraíso à BR-364, que teve a ordem de serviço assina