Porto Velho (RO) quinta-feira, 16 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Política

Comunidade participa das ações da PM


O trabalho que a Polícia Militar vem desenvolvendo na área do 2º Batalhão de Polícia Militar, em Ji-paraná, tem apoio de toda comunidade "e a participação da população é importante em qualquer atividade, na segurança pública não seria diferente e só temos a agradecer, pois muitos criminosos foram presos por nossas guarnições em função de denúncias feitas por populares", foi o que disse o tenente coronel PM Walter, comandante do 2º Batalhão PM em virtude das várias blitze que estão sendo efetuados pelos PMs em sua área.

Ele explicou que munícipes, alguns, têm reclamado do excesso de fiscalização no trânsito nas cidades, mas explicou que é necessário este tipo de ação para inibir as práticas delituosas de furto e roubo, além da infração de dirigir sem possuir habilitação.

Acrescentou que o cidadão de bem que cumpre suas obrigações quer a contra partida do bom serviço do aparelho estatal e a PM mostra esse bom serviço através das suas várias modalidades de policiamento.

Sobre a distribuição dos mais de 200 novos PM's formados, disse que a previsão é de que pelo menos 60% seja empregado na área do batalhão.

Mais Sobre Política

Daniel Pereira e Lindomar Garçon vão à Presidência do Banco do Brasil para evitar quebradeira do estado

Daniel Pereira e Lindomar Garçon vão à Presidência do Banco do Brasil para evitar quebradeira do estado

O Coordenador da bancada federal, deputado Lindomar Garçon (PRB-RO), intermediou ontem a tarde em Brasília, um encontro entre o Diretor de Governo do

Seminário vai discutir reintegração de apenados e implantação do Patronato Acuda, em RO

Seminário vai discutir reintegração de apenados e implantação do Patronato Acuda, em RO

O “Seminário Patronato - Reintegração Social de Egressos” vai reunir informações sobre caminhos na gestão da política penal, nos dias 23 e 24 de agost

ALE aprova renegociação da dívida do Beron

ALE aprova renegociação da dívida do Beron

Executivo vem a Assembleia para explicar a renegociação da dívida do Estado com o Beron. Após os debates, o Projeto de Decreto Legislativo que aprova