Porto Velho (RO) sábado, 21 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política

Com transposição, RO já teria econominado mais de R$ 240 milhões, diz Moreira



O estado de Rondônia deixou de economizar mais de R$ 240 milhões em um ano por conta da não regulamentação da transposição dos servidores do ex-Território à União, conforme foi definido pelo Congresso Nacional no ano passado. É o que afirma o deputado federal Moreira Mendes (PPS), que na noite dessa quarta-feira participou, em Brasília, de uma reunião com o secretário de recursos humanos do Ministério do Planejamento, Duvanier Paiva Ferreira, o governador eleito de Rondônia, Confúcio Moura, parlamentares, secretários estaduais e sindicalistas, para discutir o assunto.

Moreira foi taxativo ao afirmar que o governo federal está sendo omisso e negligente em relação à transposição e, ao mesmo tempo, desrespeitoso para com os servidores rondonienses, que há tanto tempo esperam pelo benefício. Segundo ele, se houvesse real interesse por parte do governo, o problema já estaria resolvido, uma vez que o Congresso criou todos os instrumentos legais necessários para isso.

As críticas do deputado foram reforçadas pelo secretário-chefe da Casa Civil, Guilherme Erse. “Infelizmente, é mais uma reunião em que a gente sai sem novidade alguma”, disse ele, acrescentando que a promessa do secretário de recursos humanos de apresentar na próxima terça-feira, 23, a minuta do decreto de criação de uma comissão para avaliar a transposição já foi feita anteriormente, no mês de agosto.

Para Guilherme Erse, o que interessa ao Governo de Rondônia é definir os critérios da transposição com a máxima urgência, para permitir que cada servidor possa optar ou não pela mudança. Se isso ocorresse de imediato – avalia - até dezembro ou janeiro todos os beneficiados já estariam inseridos na folha federal. Por outro lado, quem não estivesse contemplado, poderia buscar a via judicial. “Enquanto não sai esse decreto, fica esse mar de achismo, cada um pensando de um jeito, sem saber qual é a fórmula. E a fórmula quem tem é quem paga a conta, que é o governo federal, que vem postergando a cada dia esse assunto”, criticou.

Explicações

O secretário de recursos humanos, por sua vez, afirmou que o mais importante é que está havendo compartilhamento de responsabilidades entre as autoridades de Rondônia e do governo federal. “Nós estamos construindo esse decreto com muito cuidado, justamente para que ele tenha segurança jurídica, que tenha eficácia no processo, e condições de cumprir seu papel”, justificou. O decreto, disse Duvanir, irá “instrumentalizar uma comissão que deve ser instalada com capacidade para operacionalizar a transposição sem riscos, e com garantia de segurança jurídica, de tal forma que todos os interessados tenham seu processo de transporte da forma mais tranqüila possível”.

Claudivan Santiago e Fábio Camilo

 

Mais Sobre Política

Presidente Laerte Gomes e governador Marcos Rocha visitam obras do Anel Viário de Ji-Paraná

Presidente Laerte Gomes e governador Marcos Rocha visitam obras do Anel Viário de Ji-Paraná

O presidente da Assembleia Legislativa, Laerte Gomes (PSDB) e o governador Marcos Rocha (PSL) visitaram nesta quarta-feira (18) o canteiro de obras

Deputado Cirone Deiró disse que abertura de CPI para fiscalizar Energisa responde clamor da sociedade

Deputado Cirone Deiró disse que abertura de CPI para fiscalizar Energisa responde clamor da sociedade

“A Energisa submeteu os rondonienses a uma crise energética sem precedentes. Os prejuízos estão sendo contabilizados em todos os segmentos da econom

Deputado Ismael Crispin visita escolas e convida alunos para participar dos concursos de redação e da escolha da Bandeira da Assembleia Legislativa

Deputado Ismael Crispin visita escolas e convida alunos para participar dos concursos de redação e da escolha da Bandeira da Assembleia Legislativa

Com o principal objetivo de divulgar e convidar a comunidade estudantil a participar do concurso de Redação da Assembleia Legislativa e da escolha d

ENERGISA: Projeto cria o Aviso-Prévio de 60 dias e dobra o valor da multa para a empresa

ENERGISA: Projeto cria o Aviso-Prévio de 60 dias e dobra o valor da multa para a empresa

Foi apresentado na Assembleia Legislativa do Estado de Rondônia (17/09) um projeto de lei, idealizado pelo Servidor do TJ/RO, Brunno Oliveira, que ser