Porto Velho (RO) sexta-feira, 1 de julho de 2022
×
Gente de Opinião

Política

Coligação pede caçassão do registro de Valdeci Machado



COLIGAÇÃO ‘RONDÔNIA MELHOR PARA TODOS’ PEDE CAÇASSÃO DO REGISTRO DE VALDECI MACHADO POR ABUSO DE PODER ECONÔNICO

A Coligação Rondônia Melhor Para Todos, formada pelo PT e PSB protocolou na manhã desta quarta feita uma ação de investigação judicial eleitoral contra Valdeci Machado, conhecido como Valdeci da Farmácia por abuso de poder econômico.

Valdeci é o idealizador do programa social denominado Supera Brasil, que oferece serviços nas áreas de saúde da família, inclusão digital, educação profissional, lazer, cultura e esporte, além de cursos de babá, manutenção de computadores, rotinas administrativas, operador de supermercado, varejo escola e farmácia escola, todos gratuitos.

A ação foi patrocinada pelo advogado Fabrício Fernandes do Escritório Segismundo Advogados, segundo o qual a intenção de Valdeci vincular sua candidatura a deputado federal com as benesses oferecidas pelo programa social Supera Brasil, de sua autoria e propriedade, foi escancarada por ele mesmo, num panfleto de propaganda eleitoral denominado “JF - Jornal do Futuro”, onde Valdeci destaca os serviços e projetos gratuitos prestados pelo programa, vinculando fortemente seu nome a esse programa, que recebe inclusive subsídios do Governo do Estado, o que é terminantemente vedado pela lei eleitoral.

Para o coordenador jurídico da Coligação Rondônia Melhor Para Todos, Ernande Segismundo, esse é um dos mais graves casos de abuso de poder econômico que se tem notícia em Rondônia nos últimos anos, pois Valdeci teve o desplante de distribuir gratuitamente milhares e milhares de kits de higiene bucal, com o símbolo do Governo do Estado de Rondônia, a logomarca do programa Supera Brasil, a logomarca da Drogaria Econômica, de sua propriedade e – pasme – o seu próprio nome ali impresso. Esse kit é formado por uma pequena bolsa, tipo necessere contendo uma escova de dente, um creme dental e um sabonete. Segismundo afirma que este é um tipo de compra de voto antecipada, porque praticada antes do período eleitoral, que se iniciou no dia 06 de julho passado.

Para o advogado Fabrício Fernandes Valdeci Machado pode se considerar fora do pleito, uma vez que resta induvidoso o cometimento do abuso de poder econômico, que vem se utilizando do programa social de sua autoria, para distribuir bens e serviços gratuitamente a milhares de eleitores, afrontando a normalidade, a legitimidade, a moralidade e a transparência do sufrágio.

Fonte: Ascom


 

Mais Sobre Política

Assembleia Legislativa de Rondônia aprova mais de 20 projetos nas últimas sessões

Assembleia Legislativa de Rondônia aprova mais de 20 projetos nas últimas sessões

A Assembleia Legislativa de Rondônia aprovou projetos de emenda à constituição, de lei complementar, além projetos de lei, durante as sessões ordiná

Governo de Rondônia prorroga pagamento do auxílio-covid aos profissionais da segurança pública e saúde

Governo de Rondônia prorroga pagamento do auxílio-covid aos profissionais da segurança pública e saúde

A Assembleia Legislativa de Rondônia aprovou, durante sessão ordinária da última terça-feira (28), a mensagem do governo do estado, que prorroga o p

Apenas São Lucas recusa antecipação de colação de grau na área de saúde

Apenas São Lucas recusa antecipação de colação de grau na área de saúde

A despeito de toda a mobilização da sociedade rondoniense, por meio de seus representantes no parlamento estadual, para dotar o sistema de saúde de

Deputado indica necessidade da continuação do pagamento do auxílio-covid aos profissionais da segurança pública e saúde

Deputado indica necessidade da continuação do pagamento do auxílio-covid aos profissionais da segurança pública e saúde

Preocupado com o crescimento dos casos de infecção pela Covid-19, o deputado estadual Anderson Pereira (Republicanos) encaminhou ao governador do es