Quarta-feira, 12 de junho de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Política

Cassol reafirma que não tem como conceder aumento


O governador Ivo Cassol se reuniu com o presidente da Assembléia Legislativa, deputado Neodi Carlos, e mais 15 deputados estaduais, no final da manhã desta quarta-feira, na Procuradoria Geral do Estado (PGE), onde discutiram diversos assuntos, entre eles a modificação na lei de produtividade que estipula gratificação para os professores. A lei visa contemplar os professores que cumprem com suas obrigações em sala de aula e pune os faltosos, que causam prejuízos ao calendário escolar e ao desempenho dos estudantes.

Além disso, será montada uma comissão para levantar todos os números referentes aos valores que hoje o Governo gasta com a educação, desde o transporte escolar, dinheiro repassado às escolas, salários e encargos sociais e ainda na construção e reforma de unidades escolares. "Com os números atuais, não podemos repassar um reajuste salarial a nenhuma categoriaç. Estamos trabalhando para aumentar a nossa arrecadação. Com a aprovação do lei do Super Simples, que deverá reduzir em cerca de R$ 9 milhões a receita do Estado, prejudicando também aos municípios", explicou o governador.

Cassol também informou que mais de 1.200 professores federais irão se aposentar até o próximo ano e que o Estado vai ter que arcar com mais esse custo, em torno de R$ 40 milhões ao ano. "Não sou contra conceder aumento, mas não podemos dar aumento e depois não podermos cumprir. O pior salário é o que chega ao final do mês e não está na conta", observou.

O governador disse ainda que é cedo para criar expectativas em torno da construção das usinas. "O reflexo das usinas na arrecadação e na economia de Rondônia virá quando o obra estiver sendo executada, ou seja, daqui a pelo menos um ano, com perspectiva de crescimento somente em 2009. Quero pedir aos servidores que tenham consciência de nossa realidade, pois quando a receita aumentar, vamos dividir com todos, e os servidores são os nossos maiores parceiros", completou.

A contribuição dos deputados, segundo Cassol, vai ser realizando um estudo sobre as condições financeiras do Estado e atuando junto aos sindicatos. "Não queremos medir forças, mas não podemos ser irresponsáveis de dar um aumento sem ter condições de pagar", finalizou.

Fonte: Decom

Gente de OpiniãoQuarta-feira, 12 de junho de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

TV Alero começa a exibir reportagens especiais sobre a importância do homem do campo

TV Alero começa a exibir reportagens especiais sobre a importância do homem do campo

Em um esforço para destacar a importância da atuação parlamentar em prol de produtores rurais rondonienses, a TV Assembleia produziu uma série de r

Emenda do deputado Ribeiro movimenta mais de 500 atletas no campeonato estadual de Jiu-Jitsu

Emenda do deputado Ribeiro movimenta mais de 500 atletas no campeonato estadual de Jiu-Jitsu

O ginásio Cláudio Coutinho, em Porto Velho, recebeu entre os dias 08 e 09 de junho, mais de 500 atletas que participaram do Campeonato Estadual de J

Empresário Daniel Moraes Pit Bull anuncia pré-candidatura a vereador em Candeias do Jamari

Empresário Daniel Moraes Pit Bull anuncia pré-candidatura a vereador em Candeias do Jamari

O cenário político em Candeias do Jamari se aquece com a recente novidade da pré-candidatura do empresário Daniel Moraes Pit Bull, filiado ao partid

CCJR discute projeto sobre horários de provas de concursos públicos em Rondônia

CCJR discute projeto sobre horários de provas de concursos públicos em Rondônia

A Comissão de Constituição e Justiça e de Redação (CCJR) distribuiu e deliberou projetos durante reunião ordinária, na manhã desta terça-feira (11).

Gente de Opinião Quarta-feira, 12 de junho de 2024 | Porto Velho (RO)