Porto Velho (RO) quinta-feira, 17 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Política

Candidatos firmam compromisso contra a corrupção



‘Ato Cívico’ realizado na noite desta segunda-feira, pelo ‘Comitê de Combate a Corrupção Eleitoral e pela Ética na Política’, na sede da OAB-Rondônia, foi marcado pela assinatura do termo de compromisso contra o abuso de poder e a compra de votos. O documento, endossado pelos sete candidatos a prefeito de Porto Velho, também foi assinado pelo arcebispo de Porto Velho, don Moacir Grechi, e pelo presidente da Seccional Rondônia da OAB, Hélio Vieira. Os dois são testemunhas do acordo firmado pelos candidatos.

Em três horas de exposições, os candidatos apresentaram seus planos de governo e responderam a questões sobre saúde, saneamento, urbanização, moradia e educação. O debate foi aberto com a exposição do tema ‘Ética X Corrupção.

O candidato Alexandre Britto, do PTC, primeiro a falar do tema, iniciou sua fala criticando a lei que permite a reeleição sem desincompatibilização do cargo, que adjetivou como permissiva. As críticas foram para a reeleição e o nepotismo. “A reeleição é imoral porque favorece o candidato que está na situação. Já o nepotismo, apesar de ilegal, é prática comum em algumas gestões”, disse.

Davi Chiquilitto Erse, candidato do PC do B, o segundo candidato a falar sobre o tema, fez referência ao sociólogo ‘Betinho’, dizendo que ‘o Brasil tem fome de ética’. Segundo Erse, as lideranças políticas devem ser espelhos para a comunidade e por isso devem ser éticas.  ‘Do contrário, será sempre alimentado o famoso jeitinho brasileiro’.

Para Roberto Sobrinho, prefeito e candidato à reeleição pelo PT, terceiro candidato a falar, a ética começa na vida cotidiana e se estende à política, tornando-se fundamental para o trato com a coisa pública. O Candidato destacou ‘sua postura republicana’ frente ao jogo de interesse que ele atribuiu aos gestores anteriores.

O próximo candidato a discursar, professor Adilson Siqueira, do PSOL, deu ênfase para o favorecimento aos poderosos. Segundo ele, a maquina administrativa deve atender aos pobres, deixando de servir aos ricos. Siqueira defendeu o socialismo e se comprometeu a assumir a ética na prática administrativa.

Num rápido discurso o candidato pelo PSDB, Hamilton Casara, instigou os três poderes, cobrando maior harmonia entre suas ações. “Há uma aparente queda de braço entre o Legislativo, o Judiciário e o Executivo”. Casara também cobrou maior mobilização social para forçar os poderes a trabalharem em harmonia.

Lindomar Garçon, PV, sexto a usar a tribuna, direcionou seu discurso às ações repressivas da Polícia Federal. Além de elogiar o trabalho desenvolvido pela PF defendeu a extirpação da corrupção e elogiou a iniciativa da OAB e demais instituições que se movimentam contra a compra de votos.

O último a falar foi o médico Mauro Nazif, do PSB. Segundo ele, um prefeito ético é o que respeita o vice e não aceita envolvimento em superfaturamento em obras ou qualquer outro tipo de favorecimento pessoal ou partidário.

Fonte: Ascom/OAB-RO

Mais Sobre Política

Mariana Carvalho apresenta declaração sobre cobertura universal de saúde em assembleia da União Interparlamentar

Mariana Carvalho apresenta declaração sobre cobertura universal de saúde em assembleia da União Interparlamentar

Mais de 1700 parlamentares e parceiros da ONU e da sociedade civil de todo o mundo estão reunidos em Belgrado, na Sérvia, onde acontece a 141ª Assembl

Erro na tabela de vencimentos dos professores volta a ser discutido na Comissão de Educação

Erro na tabela de vencimentos dos professores volta a ser discutido na Comissão de Educação

A Comissão de Educação e Cultura (CEC), da Assembleia Legislativa, se reuniu na manhã desta quarta-feira (16), para deliberar projetos e voltou a di

Liderança na produção do cacau depende da vontade política, aponta debate

Liderança na produção do cacau depende da vontade política, aponta debate

A volta do protagonismo brasileiro na produção de cacau depende de mais investimentos em pesquisa e de ações como o fortalecimento da Comissão Executi

Projeto de Follador cria Passaporte Animal para trânsito em feiras e eventos

Projeto de Follador cria Passaporte Animal para trânsito em feiras e eventos

A exemplo da experiência de sucesso do Rio Grande do Sul, o deputado Adelino Follador apresentou nesta terça-feira (15) ao Plenário da Assembleia Le