Porto Velho (RO) sexta-feira, 18 de junho de 2021
×
Gente de Opinião

Política

CAMISETA DO TREM DAS ONZE JÁ ESTÁ À VENDA


Os foliões que fazem parte do bloco "Trem das Onze" já podem buscar suas camisetas no bar do Bigode, na rua Elias Gorayeb com José Camacho, ao preço de R$ 50 cada uma. Pelo regulamento do bloco, têm direito adquirido aqueles foliões que já saíram, pelo menos, uma vez no "Trem".

O condutor do "Trem das Onze", Samuel Castiel, informa que este ano devido a um acordo entre a Prefeitura de Porto Velho e o Ministério Público, que decidiram fechar a rua Carlos Gomes a partir da zero hora do sábado de Carnaval, o percurso que o bloco vai fazer será diferente dos anos anteriores. "A concentração continuará sendo no Bar do Bigode e o "Trem", embarcado em uma carreta decorada, sairá precisamente às 15 horas, com retorno previsto para as 18 horas, chegando no mesmo local".

Samuel esclarece que o bloco, por não ter fins lucrativos, reverte todo o dinheiro arrecadado na confecção das camisetas, aluguel da carreta e do banheiro químico, na decoração e no pagamento do vigia e do carpinteiro, entre outras despesas.

 

TRAJETO

O itinerário a ser cumprido no oitavo ano de existência do "Trem das Onze" é o seguinte:

Rua Elias Gorayeb, seguindo pela Calama até a Arigolândia; na rua Rui Barbosa pára na 'estação da Castanheira', seguindo, depois, pela Duque de Caxias até a Rogério Weber, parando na 'Estação do Galo da Meia Noite'; pegando a Pinheiro Machado, o bloco segue até a Rafael Vaz e Silva, chegando à 'Estação Oxente', daí retornando ao Bar do Bigode, na Elias Gorayeb, estação final.

 

Fonte: José Carlos

Mais Sobre Política

Presidente Alex Redano participa de encontro do setor de eventos com o chefe da Casa Civil do Governo

Presidente Alex Redano participa de encontro do setor de eventos com o chefe da Casa Civil do Governo

Um dos setores mais afetados com a pandemia do coronavírus é o setor de eventos e entretenimento. Há mais de um ano parado, o segmento enfrenta inúm

Cacoal: durante assembleia dos servidores da Câmara de Vereadores, presidente concede recomposição salarial de 8.36%

Cacoal: durante assembleia dos servidores da Câmara de Vereadores, presidente concede recomposição salarial de 8.36%

O presidente da Câmara, João Paulo Pichek (Republicanos), disse que desde abril estava dialogando com o Sindicato dos servidores públicos de Cacoal