Porto Velho (RO) quinta-feira, 21 de junho de 2018
×
Gente de Opinião

Política

Bolivianos pedem apoio do Dnit para construir ponte


Uma comitiva de autoridades bolivianas foi recebida na tarde de ontem pelo diretor superintendente do Dnit, José Ribamar da Cruz Oliveira (foto) para tratar de um tema do maior interesse tanto para Rondônia como para a Bolívia: a construção da ponte Brasil-Bolívia. A ponte, sobre o rio Beni vai irá estimular o intercâmbio comercial entre os dois países, permitindo o escoamento da produção boliviana, da mesma forma que irá como fomentar a comercialização de produtos brasileiros.

A construção da ponte sobre o rio Beni é uma proposta  para a qual já foi inclusive encontrada a localização mais adequada: acima da cachoeira em Guajará, onde o estreitamento do rio possibilita a realização de um trabalho economicamente mais viável. Os bolivianos manifestaram também seu entusiasmo com a conclusão da BR-421, que possibilitará acesso de Guajará-Mirim à BR-364 em Ariquemes. Isso, segundo Oliveira, permitirá uma redução da ordem de 600 quilômetros no acesso a Guajará-Mirim e à Bolívia.

O superintendente do Dnit falou aos visitantes sobre as reais possibilidades de concretização do empreendimento. Mas sugeriu aos empresários de Guajará-Mirim que busquem o apoio do Sebrae, Associação Comercial para a elaboração do projeto com recursos da iniciativa privada e posterior doação ao órgão, de forma a ganhar tempo, acelerando o andamento do processo. Com o projeto pronto Ribamar Oliveira se compromete a lutar em Brasília, com o apoio da bancada federal rondoniense, pelos recursos necessários à obra.

O encontro com Oliveira foi promovido pelo Sebrae e Associação Comercial de Guajará-Mirim e teve a participação de Jorge Ávila Mirabal e Carlos Alex Arteaga Vargas, da gerência de planejamento e desenvolvimento tecnológico do "Serviço Nacional de Caminos" – equivalente boliviano do Dnit. Eles foram acompanhados pelo engenheiro Marco Claure Medina, gerente nacional de projetos, representante do consórcio Carl Bro Gruppen e Caem – Centro de Assessoramento Empresarial Multidisciplinário, que está trabalhando no projeto pelo governo boliviano. Em Rondônia, as autoridades bolivianas foram assessoradas pelo executivo de comércio exterior Luiz Fernando de Camargo, assessor do Geic/Seapes.

Fonte: Carlos Henrique

Mais Sobre Política

Governo de Rondônia estabelece ponto facultativo nesta sexta-feira de disputa da seleção brasileira na Copa do Mundo

O Governo do Estado decretou ponto facultativo nesta sexta-feira (22) em todas as repartições públicas

Diante da omissão do SINSPMCAJ servidores de Candeias do Jamari acumulam 21% de perdas em três anos

Na denúncia ao MPT e MP, foram relatados fatos graves relacionados ao presidente do SINSPMCAJ, como um conflito de interesse que existiria pelo fato d

Prazo para inscrições para o edital de pesquisa do Banco da Amazônia encerra no dia 30

As inscrições para o edital de pesquisas do Banco da Amazônia se encerram dia 30 de junho. A instituição oferta R$ 1 milhão para estimular a expansão

Concurso de Redação e 35 anos da Ameron são abordados na TV Gazeta

Concurso de Redação e 35 anos da Ameron são abordados na TV Gazeta

Durante o programa comandado pelo apresentador Edielson Souza, o presidente da Ameron também comentou sobre uma série de atividades programadas para c