Porto Velho (RO) sexta-feira, 22 de junho de 2018
×
Gente de Opinião

Política

“Blackouts” e Casas Lotéricas “desconectadas” irritam moradores da Zona Leste


Os moradores dos populosos bairros da zona Leste de Porto Velho exigem explicações verdadeiras sobre os sucessivos e inexplicáveis "blackouts" ou cortes no fornecimento de energia elétrica, que atingem quase diariamente mais de 140 mil moradores da capital.

As reclamações se multiplicam porque a alta de estabilidade na corrente elétrica queima ou danifica aparelhos elétricos; semáforos param de funcionar; nas escolas públicas aulas são quase diariamente interrompidas, no período noturno; as redes telefônicas sofrem danos deixando centenas de telefones desligados; aparelhos de som e de vigilância ficam desativados nas lojas, comércios, consultórios e escritórios, facilitando arrombamentos, furtos e assaltos; formam-se quilométricas filas na Casa Lotérica instalada na Avenida José Amador dos Reis. "Além dos "blackouts", sem explicações satisfatórias da Ceron e da Eletronorte, nós ainda somos atingidos por interrupções no sistema de comunicação entre a Lotérica e a Caixa Econômica, o que impede depósitos, saques, pagamento de contas, e apostas nos jogos de prognósticos", disse à reportagem o pastor Theodorico Fernandes.

"É válido lembrar que os apostadores contribuem diretamente para aumentar as arrecadações de dinheiro para a Seguridade Social; Fundo de Financiamento aos estudantes do Ensino Superior; Fundo Penitenciário Nacional; Secretaria Nacional de Esportes; Fundo Nacional da Cultura; Comitê Olímpico Brasileiro e arrecadação da Receita Federal. Não se justifica, portando, interrupções de fornecimento de energia e Casas Lotéricas fora de sistema", acrescentou o pastor.

Dezenas de fiéis da paróquia São Tiago Maior, no bairro Tancredo Neves, denunciam e reiteram as reclamações contra os "blackouts". "Na semana passada não teve um único dia em que essa Lotérica não tenha ficado sem comunicação com a Caixa Econômica. E quase sem o sistema fica fora do ar depois dos cortes no fornecimento de energia elétrica", disse um pastor da Igreja Universal, instalada também na Amador dos Reis.

"Sexta-feira o "blackout" começou nas primeiras horas da noite e o fornecimento de energia somente foi normalizado na manhã de sábado, quando dezenas de apostadores, aposentados, grávidas e clientes foram avisados que em virtude dos danos causados pela falta de energia elétrica na sexta-feira a Casa Lotérica estava mais uma vez sem comunicação", disse dona Marta Oliveira. "O fornecimento de energia elétrica é serviço essencial e nós estamos a exigir mais responsabilidade da Ceron e da Eletronorte", disse uma professora lotada na escola estadual Risoleta Neves. Fonte: (A/J)

Mais Sobre Política

Servidores da ALE beneficiados com reajuste salarial

Servidores da ALE beneficiados com reajuste salarial

Mesa Diretora aprova projetos que beneficiarão servidores efetivos da ALE

TJRO adquire solução integrada com produtos Google

O Tribunal de Justiça de Rondônia aderiu à Ata de Registro do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região, para aquisição de solução integrada de colab

TCE-RO prorroga prazos processuais em razão de ponto facultativo nesta 6ª

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-RO) publicou nesta quinta-feira (21) ato estabelecendo ponto facultativo nesta sexta-feira (22)

Procurador de Justiça do MPRO recebe homenagem da ALE

Procurador de Justiça do MPRO recebe homenagem da ALE

O Procurador de Justiça Edmilson José de Matos Fonsêca foi homenageado na manhã desta quinta-feira (21/¨6) pela Assembleia Legislativa do Estado de Ro