Porto Velho (RO) segunda-feira, 12 de abril de 2021
×
Gente de Opinião

Política

Aumento da temperatura da Terra ameaça animais e plantas, diz estudo da ONU


Carolina Pimentel e Irene Lôbo
 Agência Brasil


Brasília - Se a temperatura da Terra aumentar mais de 1,5 grau, cerca de 30% das espécies animais e de plantas poderão desaparecer do planeta, de acordo com a segunda parte do relatório Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC, sigla em inglês) das Nações Unidas, apresentada hoje (6) em Bruxelas, na Bélgica.

Outro cenário do estudo é a redução das terras cultiváveis. No caso do Brasil, de acordo com a pesquisadora da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Meio Ambiente (Embrapa) Magda Lima, as áreas para plantio de café poderão diminuir. "Continuando com o aumento da temperatura, poderá haver uma perda de áreas aptas à plantação de café. Outras culturas, outras espécies deverão ainda ser investigadas", disse, em entrevista à Agência Brasil.

Estudo realizado pela Embrapa mostra o que aconteceria com as culturas de café, feijão, soja, algodão, arroz, milho e cana-de-açúcar na hipótese da temperatura do planeta subir de 1° a 5,8°. No pior cenário, a produção de café cairia das atuais 30 milhões de sacas para 2,4 milhões de sacas dentro de 100 anos - um prejuízo e cerca de US$ 375 milhões.

"Mesmo no Sul, a gente vê hoje problemas com relação a áreas irrigadas, arroz irrigado. Sabemos que já existem problemas acontecendo em termos de seca no Rio Grande do Sul, eventos que reduzem a quantidade de água disponível para a cultura",alertou a pesquisadora que trabalha em Jaguariúna, interior do estado de São Paulo.

A segunda parte do IPCC trata dos impactos, adaptações e vulnerabilidades provocadas pelas mudanças climáticas no mundo. Produzido por 2.500 pesquisadores de 130 países, os estudos do IPCC serão divulgados em quatro partes. A primeira foi apresentada em Paris, em fevereiro deste ano, a segunda agora em Bruxelas, e a terceira ocorrerá na Tailândia, em maio.

 


 

Mais Sobre Política

Deputado Laerte Gomes volta a criticar cartel de laticínios em Rondônia e defender produtores de leite

Deputado Laerte Gomes volta a criticar cartel de laticínios em Rondônia e defender produtores de leite

O deputado estadual Laerte Gomes (PSDB) voltou a criticar o cartel dos laticínios em Rondônia e declarar apoio aos produtores do estado que, segundo

Governança Digital agora é lei; Deputada Mariana Carvalho é uma das autoras

Governança Digital agora é lei; Deputada Mariana Carvalho é uma das autoras

Foi sancionada na última semana a Lei 14.129, que cria o Governo Digital, também chamado de GovTech. A norma é originária de propostas da Frente Dig

Assembleia Legislativa de Rondônia apresenta propostas para contratação de médicos formados no exterior

Assembleia Legislativa de Rondônia apresenta propostas para contratação de médicos formados no exterior

A Assembleia Legislativa decidiu pelo encaminhamento de três propostas para que médicos brasileiros formados no exterior possam ser contratados pelo