Porto Velho (RO) quinta-feira, 24 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Política

Audiência pública na ALE vai debater questão fundiária na quinta-feira, dia 14


Para tratar sobre a situação fundiária no Estado de Rondônia, a Assembléia Legislativa vai realizar na quinta-feira, dia 14, audiência pública com a participação de autoridades do setor, bem como de representantes dos segmentos agrícola e da pecuária. O evento foi requerido pelo presidente do Parlamento Estadual, deputado Neodi Carlos (PSDC), e vai acontecer no plenário do Poder Legislativo a partir das 9 horas.

Em sessão ordinária, na semana, Neodi Carlos convidou oficialmente os demais deputados para o "amplo debate sobre uma questão que é de interesse geral e que visa, além da tentativa da legalização de terras, o crescimento do Estado de Rondônia. Desejo que todos convidem em suas bases políticas as lideranças rurais para participar desta discussão. O momento é propício para se debater a questão fundiária .

O presidente da Assembléia Legislativa entende que se houver a regularização fundiária no Estado ninguém segura o desenvolvimento de Rondônia. Neodi destacou ainda que dos 27 Estados da Federação, apenas cinco não detêm a responsabilidade da questão fundiária e Rondônia é um deles. "Essa responsabilidade deve ficar com o Estado que sabe realmente qual é a realidade de Rondônia na questão fundiária. Os deputados precisam lutar para que essa responsabilidade seja repassada para o crivo Estado".

Neodi Carlos fez questão de frisar que reconhece que, através do Incra, houve o maior desenvolvimento do Estado de Rondônia, mas que, atualmente, o Instituto não está cumprindo com o seu papel, deixando a desejar. "Os agricultores não têm o que é o principal: documento da terra. E sem esse documento o agricultor não tem acesso a financiamentos em instituição financeira, como o Basa, que retorna milhões por ano porque não consegue investir em Rondônia por falta de documentação das terras. Com a regularização das terras haverá desenvolvimento porque o povo deste Estado é um povo trabalhador que tem garra, mas que está desmotivado em função dessas situações".

Ao abordar que o Estado de Rondônia é eminentemente agrícola, o presidente Neodi Carlos falou que "não temos indústrias e queremos produzir o etanol, o biodiesel e transformar este Estado num dos mais ricos de Federação. Não podemos deixar de reconhecer o esforço do Governo Federal para trazer o biodiesel para o Estado. Faço um apelo para que compareçam no dia 14, às 9 horas, para buscarmos uma solução para esta questão, porque sem regularização de terras não tem como haver desenvolvimento".

Fonte: Decom  - Carlos Neves

Mais Sobre Política

Deputado Anderson diz que bloqueio do salário dos servidores é injusto no momento de pandemia

Deputado Anderson diz que bloqueio do salário dos servidores é injusto no momento de pandemia

Em discurso na sessão plenária de terça-feira (22), o deputado estadual Anderson Pereira (PROS) mostrou preocupação com o risco de bloqueio do salár

Waldemar Neto fiscaliza o atendimento aos pedidos atendidos em prol da população.

Waldemar Neto fiscaliza o atendimento aos pedidos atendidos em prol da população.

Setembro tem sido um mês de grandes realizações para o Vereador Waldemar Neto que se mostra extremamente grato pela quantidade de pedidos de providê

Deputado Adelino Follador lamenta interferência que impediu a realização da licitação da ponte na RO-459

Deputado Adelino Follador lamenta interferência que impediu a realização da licitação da ponte na RO-459

O deputado Adelino Follador (DEM) criticou a postura da empresa responsável por frustrar a expectativa do processo licitatório e contribuir para a oco