Porto Velho (RO) terça-feira, 11 de agosto de 2020
×
Gente de Opinião

Política

Audiência pública expõe as deficiências do transporte coletivo urbano de Porto Velho


A Câmara Municipal de Porto Velho abriu espaço nesta quinta-feira, dia 29/03, para um amplo debate sobre os problemas do transporte coletivo urbano da capital. Proposta pelo vereador José Wildes de Brito (PT), a sessão especial teve a participação do presidente de Câmara, vereador José Hermínio (PT); do secretário Municipal de Transporte e Trânsito, Cláudio Carvalho; do presidente da CUT/RO, Itamar Ferreira; do presidente do SITETUPERON, José Ribamar, além de representantes das empresas de ônibus, líderes  asindicais, líderes estudantis, o Ministério Público, o Tribunal de Justiça e as associações dos portadores de necessidades especiais e dos aposentados.

O vereador José Wildes foi o primeiro a se pronunciar, oportunidade em que apontou as principais falhas do transporte coletivo urbano de Porto Velho e defendeu melhorias no sistema. Todos os setores representados puderam se manifestar e expor idéias, propostas, justificativas e opiniões.

O movimento estudantil foi representado na mesa principal pelo presidente da União dos Estudantes, Ozanir Silva. Ele criticou a qualidade do transporte urbano e fez uma grave denúncia, de que os estudantes são humilhados pelas empresas de ônibus, pois são obrigados a comprovarem várias vezes que são estudantes, não bastando apresentar a carteirinha de estudante na hora da aquisição da carga do cartão.

As dificuldades enfrentadas pelos portadores de necessidades especiais em utilizarem o transporte coletivo foram lembradas em todos os discursos. É unânime o pensamento de que os deficientes físicos são proibidos de utilizarem os ônibus em Porto Velho devido á falta de adaptação dos coletivos.

O presidente da CUT/RO, Itamar Ferreira, reproduziu as denúncias de assédio moral divulgadas pela Central, em que motoristas e cobradores são vigiados por câmeras de segurança e com isso forçados a cumprirem metas. Ele denunciou que os motoristas de microônibus recebem salários inferiores em relação aos motoristas de ônibus convencionais e ainda acumulam a função de cobrador.

O vereador José Wildes foi bastante aplaudido quando apontou um a um os itens que compõem o sofrimento dos usuários do transporte coletivo de Porto Velho. “Precisamos rever essa situação. Vamos ver onde estão as falhas e tentar corrigi-las. Vamos questionar as planilhas de custos, e se for preciso, vamos questionar os lucros, pois os usuários não podem continuar pagando tão caro por um serviço de péssima qualidade”, disse.
 

Fonte: Adércio Dias

Mais Sobre Política

Deputado Anderson Pereira declara apoio aos servidores da Caerd na luta para manter seus empregos

Deputado Anderson Pereira declara apoio aos servidores da Caerd na luta para manter seus empregos

O deputado estadual Anderson Pereira (PROS) recebeu, na segunda-feira (10), em seu gabinete na Assembleia Legislativa, servidores da Companhia de Ág

Vereador Waldemar Neto presta conta à comunidade através de jornal informativo virtual

Vereador Waldemar Neto presta conta à comunidade através de jornal informativo virtual

O Vereador Waldemar Neto, diante da pandemia do novo coronavírus (COVID-19), tem buscado utilizar ferramentas de comunicações alternativas vinculadas

Leonel Bertolin diz que Porto Velho precisa atualizar leis municipais urgentemente

Leonel Bertolin diz que Porto Velho precisa atualizar leis municipais urgentemente

“É preciso que a tão falada inovação chegue à produção das leis em Porto Velho, o cidadão não pode mais conviver com leis caducas, inconstitucionais

Cristiane Lopes debate sobre pré-candidatura à prefeitura de Porto Velho e ações em meio a pandemia da Covid-19

Cristiane Lopes debate sobre pré-candidatura à prefeitura de Porto Velho e ações em meio a pandemia da Covid-19

Em entrevista concedida ao programa Bronca Livre, comandado pela Jornalista Júlia Scherer na TV Allamanda, a vereadora de Porto Velho e pré-candidata