Porto Velho (RO) quarta-feira, 23 de junho de 2021
×
Gente de Opinião

Política

Audiência pública expõe as deficiências do transporte coletivo urbano de Porto Velho


A Câmara Municipal de Porto Velho abriu espaço nesta quinta-feira, dia 29/03, para um amplo debate sobre os problemas do transporte coletivo urbano da capital. Proposta pelo vereador José Wildes de Brito (PT), a sessão especial teve a participação do presidente de Câmara, vereador José Hermínio (PT); do secretário Municipal de Transporte e Trânsito, Cláudio Carvalho; do presidente da CUT/RO, Itamar Ferreira; do presidente do SITETUPERON, José Ribamar, além de representantes das empresas de ônibus, líderes  asindicais, líderes estudantis, o Ministério Público, o Tribunal de Justiça e as associações dos portadores de necessidades especiais e dos aposentados.

O vereador José Wildes foi o primeiro a se pronunciar, oportunidade em que apontou as principais falhas do transporte coletivo urbano de Porto Velho e defendeu melhorias no sistema. Todos os setores representados puderam se manifestar e expor idéias, propostas, justificativas e opiniões.

O movimento estudantil foi representado na mesa principal pelo presidente da União dos Estudantes, Ozanir Silva. Ele criticou a qualidade do transporte urbano e fez uma grave denúncia, de que os estudantes são humilhados pelas empresas de ônibus, pois são obrigados a comprovarem várias vezes que são estudantes, não bastando apresentar a carteirinha de estudante na hora da aquisição da carga do cartão.

As dificuldades enfrentadas pelos portadores de necessidades especiais em utilizarem o transporte coletivo foram lembradas em todos os discursos. É unânime o pensamento de que os deficientes físicos são proibidos de utilizarem os ônibus em Porto Velho devido á falta de adaptação dos coletivos.

O presidente da CUT/RO, Itamar Ferreira, reproduziu as denúncias de assédio moral divulgadas pela Central, em que motoristas e cobradores são vigiados por câmeras de segurança e com isso forçados a cumprirem metas. Ele denunciou que os motoristas de microônibus recebem salários inferiores em relação aos motoristas de ônibus convencionais e ainda acumulam a função de cobrador.

O vereador José Wildes foi bastante aplaudido quando apontou um a um os itens que compõem o sofrimento dos usuários do transporte coletivo de Porto Velho. “Precisamos rever essa situação. Vamos ver onde estão as falhas e tentar corrigi-las. Vamos questionar as planilhas de custos, e se for preciso, vamos questionar os lucros, pois os usuários não podem continuar pagando tão caro por um serviço de péssima qualidade”, disse.
 

Fonte: Adércio Dias

Mais Sobre Política

Presidente Alex Redano manifesta insatisfação com mais uma fuga do presídio de Ariquemes

Presidente Alex Redano manifesta insatisfação com mais uma fuga do presídio de Ariquemes

O presidente da Assembleia Legislativa, Alex Redano (Republicanos), usou a tribuna na sessão desta terça-feira (22), para manifestar sua insatisfaçã

Reunião na Assembleia Legislativa buscar solução para produtores rurais e por fim a bloqueio na BR-364

Reunião na Assembleia Legislativa buscar solução para produtores rurais e por fim a bloqueio na BR-364

O presidente da Assembleia Legislativa, Alex Redano (Reublicanos), comandou uma reunião no final da manhã desta terça-feira (22), com produtores rur

Presidente Alex Redano acompanha trabalho do Governo para a retomada das cirurgias eletivas

Presidente Alex Redano acompanha trabalho do Governo para a retomada das cirurgias eletivas

O presidente da Assembleia Legislativa, Alex Redano (Republicanos), comemorou a retomada das cirurgias eletivas de menor risco, após o Governo acata

Presidente Alex Redano participa de encontro do setor de eventos com o chefe da Casa Civil do Governo

Presidente Alex Redano participa de encontro do setor de eventos com o chefe da Casa Civil do Governo

Um dos setores mais afetados com a pandemia do coronavírus é o setor de eventos e entretenimento. Há mais de um ano parado, o segmento enfrenta inúm