Porto Velho (RO) quinta-feira, 17 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Política

Assinado contrato de ampliação do sistema de coleta e tratamento de esgoto da Capital



Após licitação via concorrência pública, o Governo do Estado, através da Secretaria de Estado de Planejamento (Seplan), contratou as empresas Hagaplan e Cobrape para a prestação de serviços técnicos de consultoria, com elaboração do projeto-básico e executivo de engenharia, para ampliações e melhorias no sistema de coleta e tratamento de esgoto sanitário em Porto Velho, viabilizando desta forma a aplicação de R$ 420 milhões, correspondente aos recursos do PAC – Programa de Aceleração do Crescimento. O custo do projeto está orçado em R$ 8.749.852,64 e o prazo para a sua execução é de 270 dias corridos, a partir da ordem de serviço.

“Ainda enfrentamos pendências para a liberação dos recursos do PAC para Porto Velho, em virtude de os demais poderes terem, segundo a União, gasto com pessoal acima do estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal. Mas, o Estado está fazendo a sua parte, buscando assegurar que as obras sejam iniciadas e que a população de Porto Velho seja beneficiada com água e esgotos tratados”, explicou o governador Ivo Cassol, quer já assinou com a prefeitura da Capital o termo provisório de concessão dos serviços de abastecimento de água e rede de esgoto.

A Caerd será a instituição que estará movimentando a aplicação e operacionalizando as obras, com recursos de R$ 420 milhões, sendo R$ 350 milhões para coleta e tratamento de esgoto e R$ 80 milhões para o projeto de expansão da rede de abastecimento de água. “O projeto garante a universalização da água tratada e da coleta e tratamento do esgoto, assegurando que toda a população da capital seja contemplada com essa importante obra”, observou o secretário da Seplan, João Carlos Gonçalves Ribeiro, gestor do PAC em Rondônia.
Na solenidade Cassol e o secretário de Planejamento, João Carlos Ribeiro, assinaram a ordem de serviço 004/08, que determina o início imediato dos trabalhos de elaboração do projeto básico. O projeto irá definir os detalhes do sistema de tratamento e coleta para que seja aberto o processo licitatório. Assinaram o contrato José Eduardo Figueiredo Leite, pela Hagaplan Planejamento e Projetos Ltda., e Marcos Alberto Clarindo Lopes, representando a Cobrape – Cia. Brasileira de Projetos e Empreendimentos Ltda.

Custos dos projetos e contrapartida do Estado - Para levar água tratada a todas as regiões de Porto Velho, serão investidos R$ 63.305 do PAC e mais R$ 10.995 milhões do Governo do Estado. O projeto de esgotamento está orçado em R$ 4.250 do PAC e mais R$ 750 do Estado. Para a execução do projeto de coleta e tratamento de esgoto, serão aproximadamente R$ 30 milhões de contrapartida do Estado, mais financiamento, pago pelo governo, em valor superior a R$ 111 milhões. Esse montante será somado a aproximadamente R$ 200 milhões do PAC.

“Serão investidos R$ 170 milhões dos cofres estaduais para que a capital tenha água tratada e esgoto, e o governo do estado tem plena capacidade de realizar esta obra sem comprometer as contas da administração”, garantiu Cassol.

Fonte: Decom

Mais Sobre Política

Mariana Carvalho apresenta declaração sobre cobertura universal de saúde em assembleia da União Interparlamentar

Mariana Carvalho apresenta declaração sobre cobertura universal de saúde em assembleia da União Interparlamentar

Mais de 1700 parlamentares e parceiros da ONU e da sociedade civil de todo o mundo estão reunidos em Belgrado, na Sérvia, onde acontece a 141ª Assembl

Erro na tabela de vencimentos dos professores volta a ser discutido na Comissão de Educação

Erro na tabela de vencimentos dos professores volta a ser discutido na Comissão de Educação

A Comissão de Educação e Cultura (CEC), da Assembleia Legislativa, se reuniu na manhã desta quarta-feira (16), para deliberar projetos e voltou a di

Liderança na produção do cacau depende da vontade política, aponta debate

Liderança na produção do cacau depende da vontade política, aponta debate

A volta do protagonismo brasileiro na produção de cacau depende de mais investimentos em pesquisa e de ações como o fortalecimento da Comissão Executi

Projeto de Follador cria Passaporte Animal para trânsito em feiras e eventos

Projeto de Follador cria Passaporte Animal para trânsito em feiras e eventos

A exemplo da experiência de sucesso do Rio Grande do Sul, o deputado Adelino Follador apresentou nesta terça-feira (15) ao Plenário da Assembleia Le