Porto Velho (RO) quarta-feira, 2 de dezembro de 2020
×
Gente de Opinião

Política

Antecipação de parcela de benefícios do INSS movimentará cerca de R$ 30 milhões em Porto Velho


Entre R$ 25 milhões a R$ 30 milhões devem entrar em circulação na economia do município com a antecipação de uma parcela dos benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) aos segurados de Porto Velho. Essa é a previsão da Prefeitura de Porto Velho, caso todos os beneficiários residentes na capital rondoniense, opte pela antecipação.

Ontem sexta-feira, 21, em coletiva na Secretaria Municipal de Planejamento e Gestão (Sempla), o prefeito Mauro Nazif falou das razões que levaram ele a, junto ao Ministério da Integração Nacional e ao Ministério da Previdência, pedir a antecipação de uma parcela desses benefícios. “Precisamos dar respostas concretas à população, diante dessa situação atípica que a cidade vive, com esse desastre natural, a maior cheia já registrada no rio Madeira em cem anos de Porto Velho”, disse.

O prefeito também explicou que ao contrário do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), que será liberado apenas para os trabalhadores vítimas da enchente, os benefícios do INSS será pago a todos os segurados do instituto enquanto o Estado de Calamidade Pública estiver em vigência. No entanto, quem recebe benefício provisório não terá direito a antecipação, que só será paga aos segurados que recebem auxílios permanentes do INSS, como pensão e aposentadoria.

“Esse é o grande diferencial. Ou seja, todo os aposentados e pensionistas de Porto Velho desde o limite com Candeias do Jamari até a fronteira com o Acre, que são segurados permanentes do INSS, têm direito de receber a antecipação. Mas para isso, eles precisarão requerer o pagamento de uma parcela a do seu benefício junto ao instituto. A liberação será automática e ele terá um prazo de três meses de carência. O desconto só acontecerá depois do quarto mês”, explicou o prefeito.

O ressarcimento será feito em até 36 parcelas fixas, por meio de desconto da renda do próprio benefício, sem incidência de juros ou correção monetária. Caso haja previsão do fim do benefício antes desses 36 meses, o adiantamento tem de ser quitado antes. Para se beneficiar dessas medidas, o segurado tem de comprovar residência em Porto Velho na data de decretação do estado de calamidade pública.

Para o prefeito, a entrada desse direito em circulação será importante para aquecer a economia local. “Vivemos hoje uma situação muito difícil com essa enchente do rio Madeira. Então esses cerca de trinta milhões, são importantes para fazer girar a nossa economia nesse momento tão difícil. Pra se ter uma ideia, os prejuízos provocados por esse desastre natural já ultrapassam um bilhão de reais. Por isso que lutamos para que fosse antecipado aos segurados de Porto Velho, pelo menos uma parcela do benefício, isso implica dizer que quem receber, por exemplo mil reais, vai poder sacar dois mil”, explicou o prefeito.

Fonte: Joel Elias

Mais Sobre Política

Presidente municipal do Progressistas, Cristiane Lopes parabeniza candidatos do partido.

Presidente municipal do Progressistas, Cristiane Lopes parabeniza candidatos do partido.

À frente da Presidência Municipal do partido Progressistas em Porto Velho, a vereadora Cristiane Lopes, vem a público agradecer e parabenizar a todos

Assembleia Legislativa aprova matérias e R$ 450 milhões em crédito para o Governo

Assembleia Legislativa aprova matérias e R$ 450 milhões em crédito para o Governo

Os deputados estaduais aprovaram na sessão desta terça-feira (01), em primeira e segunda votações, matérias que tramitavam na Casa de Leis, além de au

Mariana Carvalho é a relatora da MP que destina R$ 1,9 bilhão para vacina de Oxford; que será votada nesta quarta-feira na Câmara

Mariana Carvalho é a relatora da MP que destina R$ 1,9 bilhão para vacina de Oxford; que será votada nesta quarta-feira na Câmara

A Deputada Federal Mariana Carvalho é a relatora da Medida Provisória 994/20, que destina crédito extraordinário de quase R$ 1,995 bilhão para viabi

Cirone Deiró cobra agilidade do DER para adequações em aeroportos do interior

Cirone Deiró cobra agilidade do DER para adequações em aeroportos do interior

Em discurso na sessão desta terça-feira (01), o deputado Cirone Deiró (PODE) cobrou agilidade para resolver problemas nos aeroportos do interior do es