Quinta-feira, 20 de junho de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Política

Amorim quer retomar Ceron para o Estado e reabrir o Beron


Aproveitando o clima de euforia advindo da suspensão da dívida do Beron, aprovado essa semana pelo Senado, o deputado federal Ernandes Amorim (PTB) está propondo ao Governo do Estado e à bancada federal – oito deputados e três senadores – esforço para ter de volta a Centrais Elétricas de Rondônia (Ceron), empresa hoje federalizada, mas posta, segundo ele, num pacote de insolvência, na mesma época do Beron, por incompetência e má administração, denunciado fartamente quando do exercício de seu mandato como senador.

De acordo com Amorim, o governador Ivo Cassol (sem partido) terá que contratar uma banca de advogados para assegurar o fim do imbróglio Beron – mesmo após essa decisão do Senado que ainda depende de um decreto do Congresso Nacional – e, na ação, retomar a Ceron.

"Estamos numa etapa do processo. Há 15 anos tivemos a coragem de denunciar os desmandos no Beron. Enquanto senador, de cada 10 discursos, oito eram sobre esse tema recorrente: as irregularidades na administração do banco, desde sua insolvência, a intervenção do Banco Central com o famigerado Raet (Regime de Administração Especial Temporária) que aumentou a divida de R$ 40 milhões para R$ 600 milhões. Denunciamos e municiamos o Congresso Nacional de relatórios que ajudaram a chegar nesse estágio". Amorim lembra ainda  que após minucioso trabalho conduzido pela advogada Helma Amorim, ex-liquidante do Beron, se constatou as irregularidades remetidas e investigadas pelo Tribunal de Contas da União. Esse relatório, segundo Amorim, ajudou no julgamento dos membros da Comissão de Assuntos Econômico (CAE) e aprovação da suspensão da dívida, no plenário do Senado

No mesmo processo de desmonte do banco, segundo Amorim, passou a Ceron, hoje federalizada após processo conturbado de privatização irregular, que gerou dívidas para a maioria dos municípios de Rondônia. "As prefeituras não podem ser culpadas por erros administrativos do Estado, da mesma forma que Rondônia não podia e nem deve continuar pagando uma dívida gerada pela própria interventora, a União. Devemos retomar esses dois processos, uma vez que há um clima favorável no Congresso e só depende da mobilização do governo estadual, prefeitos e bancadas", afirma o deputado.

E Amorim quer mais: além da retomada da Ceron, defende a reabertura do Beron no Estado logo após resolvido o imbróglio no Congresso Nacional. Acredita ele, que, com o crescimento econômico da era usinas do rio Madeira – Jirau e Santo Antônio -, o estado tem condições de administrar sua própria instituição financeira, e dessa vez, com superávit.
 
Fonte: Yodon Guedes

Gente de OpiniãoQuinta-feira, 20 de junho de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Deputado Alex Redano busca junto ao DER recurso para Guajará-Mirim

Deputado Alex Redano busca junto ao DER recurso para Guajará-Mirim

O deputado estadual Alex Redano (Republicanos) recebeu no último dia 12 de junho (quarta-feira) uma demanda para solucionar a drenagem pluvial na a

Deputada Federal Cristiane Lopes anuncia investimentos em Visitas a Vilhena, Espigão D'Oeste e Cacoal

Deputada Federal Cristiane Lopes anuncia investimentos em Visitas a Vilhena, Espigão D'Oeste e Cacoal

Cumprindo uma intensa agenda pelo interior de Rondônia, a deputada federal Cristiane Lopes (União Brasil) visitou na última semana os municípios de

Assembleia Legislativa assegura apoio a 3ª Feira Científica, em Rolim de Moura

Assembleia Legislativa assegura apoio a 3ª Feira Científica, em Rolim de Moura

A cidade de Rolim de Moura receberá nos dias 8 e 9 de agosto a 3ª Feira Científica. O fórum, organizado pelo Instituto Mocam - Movimento Científico

Presidente Laerte Gomes destaca sucesso do 1º Fórum do Parlamento Amazônico em Brasília

Presidente Laerte Gomes destaca sucesso do 1º Fórum do Parlamento Amazônico em Brasília

Sob a presidência do deputado estadual Laerte Gomes (PSD), o Parlamento Amazônico se reuniu na tarde da última terça-feira (19), na Câmara dos Deput

Gente de Opinião Quinta-feira, 20 de junho de 2024 | Porto Velho (RO)