Domingo, 14 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Política

Amorim prega união sem submissão ao Pró-Rondônia


Independente das limitações, quer seja de cunho partidário ou de interesses regionais diferenciados, o pacto Pró-Rondônia – união das bancadas federal, estadual, Governo Estadual e outros poderes, que preconiza ação conjunta para promover a retomada do crescimento – está e continuará  dando certo, na visão do deputado federal Ernandes Amorim (PTB), desde que todos envolvidos continuem fazendo sua parte.
"A grande prova, é que pela segunda vez, em menos de três semanas, as bancadas e Governo atendem apelo dos prefeitos, através da Arom (Associação Rondoniense dos Municípios) para discutir tanto as questões macro, que passam pelos empreendimentos no rio Madeira, gasoduto, pavimentação e recuperação das rodovias federais, até o rateio de emendas para os municípios, e os convênios e outras propostas que ajudem cada localidade ter vida própria e, assim, ajudar o desenvolvimento de todas as 52 localidades que formam Rondônia", defendeu Amorim durante participação, hoje (23), na reunião promovida pela Arom, no Hotel Transcontinental em Ji-Paraná.
Para Amorim, o entrosamento é de mão dupla e tem efeito cascata. "Nós os parlamentares ajudamos o Governo, que por sua vez atende nossas reivindicações e, juntos, vamos ajudar cada município desse Estado, carente de renda, de investimentos em infra-estrutura, segurança, educação e saúde. Nosso propósito é ajudar. Não estamos aqui para criticar, mas para somar e cobrar quando for o caso. Estamos construindo uma unidade em defesa dos interesses de Rondônia, com união, mas que não pode ser confundida com submissão", disse Amorim.
Ainda no encontro, ele voltou a defender a regularização do setor primário no Estado, a organização dos municípios para municipalizar os serviços de saneamento e abastecimento de água tratada, celebração de convênios do Estado com todas as localidades para atender saúde, educação e segurança e, reiterou ao Governo, a criação de uma Secretaria de Minas e Energia para cuidar do setor mineral já que a Secretaria Estadual do Desenvolvimento Ambiental (Sedam), segundo ele, não tem condições de cuidar da área e a Companhia de Mineração de Rondônia está extinta.

Fonte: Yodon Guedes

Gente de OpiniãoDomingo, 14 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Veja a análise do cenário político para as eleições de 2024 em Porto Velho, confira os nomes

Veja a análise do cenário político para as eleições de 2024 em Porto Velho, confira os nomes

À medida que as eleições municipais se aproximam em Porto Velho, a atenção se volta para os pré-candidatos que buscam se destacar nos diversos aspec

MPF emite parecer pela manutenção do mandato do Governador Marco Rocha

MPF emite parecer pela manutenção do mandato do Governador Marco Rocha

O MPF com atuação no TSE emitiu parecer em dois recursos propostos em face da decisão do TRE que julgou improcedente as ações que visavam cassar o m

Movimento liderado pela deputada Cristiane Lopes e a Sociedade Civil Organizada busca redução das passagens aéreas em Rondônia

Movimento liderado pela deputada Cristiane Lopes e a Sociedade Civil Organizada busca redução das passagens aéreas em Rondônia

Na última terça-feira (09), a deputada federal Cristiane Lopes (União Brasil) e a Comissão Céus Abertos, composta por entidades da sociedade civil o

Mudanças partidárias: confira a nova composição da Alero

Mudanças partidárias: confira a nova composição da Alero

A Assembleia Legislativa de Rondônia (Alero) comunica a mudança de filiação partidária de três deputados estaduais que integram a 11ª Legislatura. O

Gente de Opinião Domingo, 14 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)