Segunda-feira, 15 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Política

AMIR: Rondônia está a beira do colapso


O senador Amir Lando (PMDB-15), candidato a governador pela coligação RONDÔNIA MAIS HUMANA, defendeu uma grande mudança administrativa para não permitir que o Estado sofra o colapso absoluto dos setores produtivos. Hoje, Rondônia vive a beira do caos, enfatizou Amir, ao relatar o nível de pobreza da população nas cidades do interior e na periferia de Porto Velho. Só em Pimenta Bueno são mais de 4 mil famílias vivendo em condições abaixo dos índices de desenvolvimento humano. Essas pessoas só terão uma vida melhor, no entendimento do candidato, quando houver uma mudança de consciência dos gestores públicos, garantindo emprego e renda, através de programas de incentivo e a implantação de indústrias. Amir lembrou que uma indústria de biodiesel, que trabalha com mamona, quer se instalar em Rondônia, mas precisa de um sinal positivo da administração estadual. “Não querem nada demais, apenas apoio do Governo. Quantos empregos essa empresa iria gerar?”, questionou o candidato da coligação RONDÔNIA MAIS HUMANA.

Enquanto não existe a política para atrair novos empreendimentos, o Governo também não faz a sua parte, baixando medidas de incentivos para os pecuaristas, produtores rurais e o setor florestal, três principais matrizes da economia rondoniense. Amir citou o exemplo do Idaron que cobra uma taxa absurda (cerca de R$ 30,00) para emitir a Guia de Transporte de Animais (GTA), mesmo o Governo sabendo da forte crise que afeta os pecuaristas com a baixa do preço do boi gordo. Também não há o menor interesse em reduzir a pauta de Vilhena com Mato Grosso para aproveitar os preços no estado vizinho. Segundo Amir, hoje a arroba do boi custa R$ 10,00 a mais do que em Rondônia, mas o Estado não pode abrir mão um centavo nem mesmo para ajudar nesse momento de desespero.

Amir encerrou as atividades de campanha no interior visitando os estandes na feira agropecuária de Ariquemes na noite de sábado. Lá, ele defendeu novamente a abertura de políticas para atender o setor mineral e florestal, acabando com os problemas dos madeireiros e o forte desemprego na região. No domingo, ele participou de reuniões em Porto Velho. No Bairro Tancredo Neves e depois no Marcos Freire, onde recebeu apoio e mais adesões à campanha.  

Gente de OpiniãoSegunda-feira, 15 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Veja a análise do cenário político para as eleições de 2024 em Porto Velho, confira os nomes

Veja a análise do cenário político para as eleições de 2024 em Porto Velho, confira os nomes

À medida que as eleições municipais se aproximam em Porto Velho, a atenção se volta para os pré-candidatos que buscam se destacar nos diversos aspec

MPF emite parecer pela manutenção do mandato do Governador Marco Rocha

MPF emite parecer pela manutenção do mandato do Governador Marco Rocha

O MPF com atuação no TSE emitiu parecer em dois recursos propostos em face da decisão do TRE que julgou improcedente as ações que visavam cassar o m

Movimento liderado pela deputada Cristiane Lopes e a Sociedade Civil Organizada busca redução das passagens aéreas em Rondônia

Movimento liderado pela deputada Cristiane Lopes e a Sociedade Civil Organizada busca redução das passagens aéreas em Rondônia

Na última terça-feira (09), a deputada federal Cristiane Lopes (União Brasil) e a Comissão Céus Abertos, composta por entidades da sociedade civil o

Mudanças partidárias: confira a nova composição da Alero

Mudanças partidárias: confira a nova composição da Alero

A Assembleia Legislativa de Rondônia (Alero) comunica a mudança de filiação partidária de três deputados estaduais que integram a 11ª Legislatura. O

Gente de Opinião Segunda-feira, 15 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)