Porto Velho (RO) segunda-feira, 14 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Política

AMBULANCHAS PARA O BAIXO MADEIRA



A Prefeitura entregou no sábado (19) uma ambulancha à comunidade que vive no distrito de São Carlos e arredores, na margem do rio Madeira. A embarcação está cadastrada no sistema Samu, e é provida de equipamentos para atendimentos de urgência e emergência. O prefeito Roberto Sobrinho fez a entrega da ambulancha, juntamente com a secretária adjunta da Saúde, Rita Ferrugem, e o administrador do distrito, Antônio Sávio, o Chachá, como é conhecido na comunidade.

Com um motor de 90 HPs, o que permite uma viagem até o porto da capital, num tempo de uma hora e quarenta minutos a ambulancha também possui equipamentos para primeiros socorros. “É um “mini-hospital dentro do rio”, considera a técnica de enfermagem Jane Maria da Silva, encarregada dos atendimentos na embarcação.

A entrega da ambulancha é o primeiro passo para a interiorização do Samu na Capital. Nos próximos dias, duas ambulanchas tipo iate atenderão a região ribeirinha. Essas embarcações, que ficarão ancoradas em Calama e Nazaré, serão providas de equipamentos semi-UTI, para atendimento interligado avançado. A coordenação do Centro Médico do Samu vai determinar a unidade hospitalar mais adequada para o caso de cada paciente. As semi-UTIs contarão com um médico, enfermeiro e técnico de enfermagem, e serão aparelhadas para fazer até pequenas cirurgias e medicação básica.

A ambulancha para atendimento básico foi adquirida com recursos de uma emenda parlamentar do ex-deputado Agnaldo Muniz, sob o custo de R$ 60 mil e uma contrapartida da Prefeitura de R$ 20 mil. As ambulanchas com semi-UTI foram financiadas pelo Ministério da Saúde, através do Sistema Samu, e cada unidade custou R$ 600 mil. Toda a manutenção e contratação de pessoal das ambulanchas ficam a cargo da prefeitura.

Na ocasião, o prefeito anunciou a reforma do posto de saúde de São Carlos. Desde o início da sua administração, a prefeitura fez vários investimentos no distrito de São Carlos, com a construção de uma escola, um ginásio coberto e calçadões, que em São Carlos substituem as ruas, já que no distrito não existem carros ou caminhões. A estrada é o Madeira,  o único acesso a outra margem do rio, onde fica o centro urbano da Capital. Em sua gestão, o prefeito criou 300 vagas escolares em São Carlos. O distrito conta com cerca de dois mil habitantes.
 
Cuniã
Na comunidade do Lago do Cuniã, o prefeito participou da posse da nova diretoria da Associação de Moradores DO Lago do Cuniã e inaugurou o refeitório da escola Francisco Braga, construído pela Prefeitura em parceria com a comunidade. A escola tem 145 alunos do primeiro ao nono ano do ensino fundamental e atende o projeto Ribeiro (educação diferenciada), com 75 alunos. Em breve, a escola vai ganhar mais três salas de aula.

Fonte:Ascom

Mais Sobre Política

Comissão de Saúde distribui projetos e convoca titular da Sesau para prestar esclarecimentos sobre inúmeros problemas

Comissão de Saúde distribui projetos e convoca titular da Sesau para prestar esclarecimentos sobre inúmeros problemas

Na manhã desta terça-feira (8), a Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social da Assembleia Legislativa, presidida pelo deputado Adailton Fu

CPI da Energisa define convocações e convites para ouvir denúncias contra empresa

CPI da Energisa define convocações e convites para ouvir denúncias contra empresa

Em reunião extraordinária nesta quinta-feira (3), a CPI criada pela Assembleia Legislativa de Rondônia para investigar abusos praticados pela Empres

Presidente Laerte Gomes sugere a doação de veículos do Governo para entidades filantrópicas

Presidente Laerte Gomes sugere a doação de veículos do Governo para entidades filantrópicas

O presidente da Assembleia Legislativa, Laerte Gomes (PSDB) indicou ao Governo do Estado, a agilização de medidas administrativas e operacionais par

Mariana Carvalho apresentará relatório sobre saúde em Assembleia Mundial

Mariana Carvalho apresentará relatório sobre saúde em Assembleia Mundial

Pela primeira vez uma deputada brasileira é escolhida para relatar a resolução da União Interparlamentar (UIP), um organismo que reúne parlamentares d