Porto Velho (RO) sexta-feira, 18 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Política

Alencar recebe de Dom Antonio Possamai documentos sobre escândalos em RO.


Ji-Paraná - Rondônia - (Etiene Gonçalves Santos - Pascom) - O bispo da Diocese de Ji-Paraná, D. Antonio Possamai, recebeu na noite, por volta das 19:30 horas desta quarta-feira (20) a visita de José Alencar, Presidente da República em exercício, em uma audiência com bispo que recebeu nos últimos dias ameaça de morte.Na oportunidade D. Antonio entregou a José Alencar um relatório, com documentos, onde conta sobre a corrupção no Estado de Rondônia e ainda sobre as perseguições que Igrejas Católicas, Evangélicas e Entidades Civis vem sofrendo por parte do governador e candidato à reeleição do Estado de Rondônia, Ivo Narciso Cassol (PPS). Onde tais perseguições também atingem lideranças dessas entidades.Neste relatório consta como todo o episódio começou, lembrando o fato de quando a Igreja fez o que Jesus ensinou, tendo em si o ato de Denunciar. Fazendo assim lembrança que na atual conjuntura em que Rondônia vivencia essa denuncia foi contra pessoas que respondem a processos na Justiça e ainda são acusados de corrupção, e que ainda estão em busca da reeleição para seus respectivos cargos.Segundo José Alencar, como pessoa nada pode fazer para dar soluções ao caso, e diz: “Não posso fazer nada contra as pessoas envolvidas no caso e espero que de acordo com as provas apresentadas a Justiça tome as providencias cabíveis aos citados em casos de corrupção”, disse Alencar se comprometendo em repassar ao Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que está ausente do Governo o relatório e o discurso que o bispo realizou em virtude da visita.Na oportunidade, José Alencar relacionou a situação em que se encontra a situação da questão política do Estado e a Igreja dizendo: “O Senhor é um homem corajoso pelo seu posicionamento diante dessas questões todas no Estado”, afirmou Alencar.O encontro durou cerca de 40 minutos, e aconteceu na sede da Diocese de Ji-Paraná. Em um primeiro momento foi reservado apenas a Dom Antonio e José Alencar, depois falaram aos funcionários da Diocese, religiosos, lideres evangélicos e ainda com autoridades de municípios vizinhos.Leia na íntegra o Discurso de D. Antonio a José Alencar: Exmo. Sr. José Alencar,DD. Vice- Presidente da República Federativa do Brasil.Aqui estamos, este pequeno grupo de verdadeiros amantes do nosso querido Brasil e desta tão mal falada, mas tão simpática Rondônia.Os que aqui estamos compomos uma representação de todos os que anunciamos o Evangelho de Jesus de Nazaré, na busca da fidelidade ao programa que ele assumiu e passou para nós: “O Espírito do Senhor está sobre mim, ele me ungiu e me enviou para anunciar a boa nova aos pobres, para libertar todos os oprimidos”. Sentimo-nos sumamente felizes por poder acolher V. Excia. nesta casa.Quereríamos transmitir V. Excia. somente notícias confortadoras. Felizmente são muitas. Entretanto, neste momento único, sentimos a necessidade de dizer-lhe que que estamos vivendo tempos na verdade difíceis, não somente pelo que está acontecendo nestas últimas semanas, mas pela forma como está sendo tratada a população de Rondônia desde longa data.Tenha a certeza, Excia. que o que predomina em alta porcentagem neste estado é um povo honesto, ordeiro, trabalhador e pobre, muito pobre. Infelizmente não é esta a imagem do nosso estado projetada pela Brasil afora. Em parte há razões para esta divulgação que é ofensiva à população rondoniense. E as razões procedem de uma mal entendida imunidade e de uma ofensiva impunidade. Sim, ofensiva, porque a impunidade que aqui existe, talvez mais acentuada que em outros estados, agride fortemente a honra e a dignidade deste bom povo.Este povo tem direito de ver a justiça aplicada com mais coerência, com mais rapidez e sem privilégios.Sr. José Alencar, Vice-Presidente da Nação Brasileira, tenho a certeza de estar interpretando de maneira justa um desejo que muitas vezes está sufocado no íntimo da parte boa da sociedade rondoniense. Sufocado porque tem medo de se manifestar. Vivemos um regime de medo. Mas, no seu silêncio, nosso povo grita por ética e justiça.A parte sadia da nossa sociedade não aceita que continuem concorrendo a cargos públicos as pessoas já conhecidas por práticas altamente delituosas contra a nação e contra o nosso estado.Para que tenhamos a alegria de votar sem medo e em liberdade, pedimos a V. Excia. que usando do seu poder legítimo, interfira para que sejam tomadas, ainda antes das eleições, medidas saneadoras e exemplares que impeçam os acusados de atos delituosos de concorrerem nestas eleições.Neste feliz encontro, entrego em suas mãos um estudo aprofundado da realidade que estamos vivendo, a partir de suas origens até o momento atual. Pedimos que o entregue pessoalmente ao sr. Presidente Lula para que encaminhe, em caráter de urgência urgentíssima, as providências que já não podem mais ser adiadas.Sei que V. Excia. é homem de fé. Por isso, tenha a certeza de que nós estaremos pedindo ao bom Deus, o Deus da justiça, que envie ao sr. e ao Presidente Lula o Espírito de Sabedoria, aquele Espírito que o rei Salomão pedia para poder bem governar. E que, iluminados e fortalecidos, possam conduzir este povo às boas pastagens numa sociedade justa e ética para todos, principalmente para a imensa maioria de brasileiros e rondonienses, os mais pobres.Obrigado!Diocese de Ji-Paraná

Mais Sobre Política

Ministério Público realiza reunião sobre os bairros Conceição e Flamboyant após intervenção de Cristiane Lopes

Ministério Público realiza reunião sobre os bairros Conceição e Flamboyant após intervenção de Cristiane Lopes

Após a vereadora Cristiane Lopes (PP) ir até o Ministério Público Estadual (MP/RO), para relatar os problemas das obras de pavimentação dos bairros Fl

Mariana Carvalho apresenta declaração sobre cobertura universal de saúde em assembleia da União Interparlamentar

Mariana Carvalho apresenta declaração sobre cobertura universal de saúde em assembleia da União Interparlamentar

Mais de 1700 parlamentares e parceiros da ONU e da sociedade civil de todo o mundo estão reunidos em Belgrado, na Sérvia, onde acontece a 141ª Assembl

Erro na tabela de vencimentos dos professores volta a ser discutido na Comissão de Educação

Erro na tabela de vencimentos dos professores volta a ser discutido na Comissão de Educação

A Comissão de Educação e Cultura (CEC), da Assembleia Legislativa, se reuniu na manhã desta quarta-feira (16), para deliberar projetos e voltou a di

Liderança na produção do cacau depende da vontade política, aponta debate

Liderança na produção do cacau depende da vontade política, aponta debate

A volta do protagonismo brasileiro na produção de cacau depende de mais investimentos em pesquisa e de ações como o fortalecimento da Comissão Executi