Domingo, 23 de junho de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Política

ÁGUA: Caerd intensifica obras para combater desperdício


Porto Velho já saiu da fase crítica de desperdício de água com investimentos superiores a R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais) por parte da Companhia de Águas e Esgotos de Rondônia – Caerd. A declaração é do engenheiro Mario Gaspar, coordenador de Gestão Estratégica de Negócios da Caerd, ao destacar que atualmente existem várias frentes de trabalho atuando no sentido de atender com maior eficácia a qualidade da prestação dos serviços de fornecimento de água em todo o Estado. 

Para o engenheiro Mario Gaspar a Caerd já se aproxima dos percentuais de grandes empresas como a Caesb (Brasília) e a Sabesp (São Paulo) no tocante ao controle de desperdício de água. Segundo ele, apesar da Caesb e Sabesp serem grandes companhias e fazerem altíssimos investimentos, ainda assim se registra desperdícios na ordem de 30%. 

O engenheiro Marcio de Jesus Silva, consultor de Suporte Técnico e Controle Operacional da Caerd destaca que com recursos próprios, a Companhia de Águas e Esgotos de Rondônia tirou Porto Velho da fase crítica em 2005, com a aquisição de diversos equipamentos, principalmente hidrômetros e kits cavalete, reformas e limpeza da rede de distribuição, pesquisas e campanhas educativas. 

Destacou o engenheiro Marcio de Jesus foram adquiridos 5 mil hidrômetros somente para a capital em 2007, e que a previsão para o próximo ano, diante da meta de se garantir 100% de água tratada no município de Porto Velho, a previsão é que seja adquirido mais15 mil hidrômetros. 

Otimista com a chegada em 2008 dos recursos do PAC – Programa de Aceleração do Crescimento idealizado pelo Governo Federal, o engenheiro Sérgio Augusto Portocarreto acredita que Porto Velho passa a ser referência no cenário nacional de abastecimento de água, por ser a primeira capital a garantir atendimento 100% à população nos quesitos de água tratada e rede de esgoto sanitário. “Todos os funcionários da Caerd estão de parabéns, pois a companhia foi a única a atender todas as exigências do Governo Federal e da Caixa Econômica Federal, obedecendo todos os prazos, garantindo assim a liberação de recursos na ordem de R$ 73.000.000,00 (setenta e três milhões de reais) que irá garantir a universalizar do acesso de água tratada para a população urbana de Porto Velho”, complementou. 

Para o gerente de Negócios da Caerd, engenheiro Sérgio Galvão e que é o responsável pelo atendimento de Porto Velho, Candeias do Jamari e Extrema, todo este conjunto de ações e investimentos financeiros garantirá com certeza a melhoria do transporte da água a partir da Estação de Tratamento de Água para a distribuição aos usuários.

O engenheiro Sérgio Galvão também destacou um trabalho de extrema importância desenvolvido por especialistas da Caerd, que é a pesquisa de vazamentos não visíveis. “Trata-se do trabalho de geofonia desenvolvidos por técnicos em pitometria, que fazem a investigação principalmente no percurso das obras de drenagem. Avançamos muito nesta área e hoje podemos dizer que muitas regiões deixaram de ter escalonamento (rodízio) no fornecimento de água, a partir também deste trabalho”, complementou.
 
Segundo Sérgio Galvão com o combate a ligações clandestinas, a conscientização da população, os serviços de geofonia, a limpeza e manutenção das estações de tratamento e da rede de distribuição foi possível já em 2006 atender diariamente com o fornecimento de água, regiões até então consideradas precárias como os bairros São Sebastião I e II, Milagres,  proximidades do Colégio São Pedro, Balsa e também o Costa e Silva. 

O engenheiro Sérgio Galvão também destacou a importância do trabalho de limpeza das tubulações para a melhoria do atendimento da população. Ele anunciou ainda que já se encontra em fase de licitação a contratação de uma empresa especializada para fazer a manutenção da rede de distribuição, inclusive a retirada de vazamentos, o que seguramente vai reforçar as obras que serão iniciadas no próximo ano com a ampliação da rede para atender integralmente toda a capital com água tratada. 

O engenheiro Mario Gaspar, coordenador de Gestão Estratégica de Negócios da Caerd anunciou que além da compra de 15 mil hidrômetros, a companhia também vai adquirir 24 macromedidores, equipamento responsável pela medição de grandes vazões. Ao final, o engenheiro alertou aos consumidores: “Evitando os desperdícios, se economia água e dinheiro”.  Fonte: Ascom

ÁGUA: Caerd intensifica obras para combater desperdício - Gente de Opinião
Porto Velho é a capital que registra a maior perda de água, 78,8%

Gente de OpiniãoDomingo, 23 de junho de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Dr. Aparício Carvalho Assume Presidência Estadual do Republicanos em Rondônia

Dr. Aparício Carvalho Assume Presidência Estadual do Republicanos em Rondônia

Em uma reconfiguração significativa do partido Republicanos, o empresário, médico psiquiatra, ex-deputado federal e ex-vice-governador de Rondônia,

Sebrae quer impulsionar o empreendedorismo no estado estreitando a parceria com parlamentares rondonienses

Sebrae quer impulsionar o empreendedorismo no estado estreitando a parceria com parlamentares rondonienses

Inspirado pela fala dos parlamentares da bancada federal de Rondônia, durante a 11ª Rondônia Rural Show Internacional, o diretor-superintendente do

Cristiane Lopes Indica Emenda Parlamentar para a Reforma do Complexo Poliesportivo Deroche em Porto Velho

Cristiane Lopes Indica Emenda Parlamentar para a Reforma do Complexo Poliesportivo Deroche em Porto Velho

A deputada federal Cristiane Lopes (União Brasil) celebrou a conclusão do projeto que dará início aos trabalhos de reforma e requalificação do Compl

Asdec realiza 3° Torneio de Pesca Esportiva em Cacoal

Asdec realiza 3° Torneio de Pesca Esportiva em Cacoal

A Associação Desportiva e Ecológica dos Pescadores de Cacoal (Asdec) promove no próximo domingo (23) seu 3º Torneio de Pesca Esportiva. A competição

Gente de Opinião Domingo, 23 de junho de 2024 | Porto Velho (RO)