Porto Velho (RO) quinta-feira, 14 de novembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política

Acir lidera expedição do Senado pela BR-319


A Comissão de Agricultura e Reforma Agrária do Senado Federal, com a participação de representantes do Ministério dos Transportes (Dnit), do Ministério do Meio Ambiente (Ibama e ICMBio), e com o apoio do Exército Brasileiro e dos governos do AAcir lidera expedição do Senado pela BR-319 - Gente de Opiniãomazonas e de Rondônia, além de representantes da agricultura, da indústria e do comércio dos dois Estados, fará uma diligência na BR-319, que liga Porto Velho (RO) a Manaus (AM), entre os dias 24 e 27 deste mês. O requerimento para a realização da diligência – que na prática será uma espécie de expedição - é de autoria do senador Acir Gurgacz (PDT-RO.

A rodovia é a única ligação rodoviária dos Estados de Roraima e do Amazonas com Rondônia e com os demais estados do Brasil e está praticamente intransitável. A expedição será realizada em veículos 4x4 com o apoio do Exército Brasileiro. O objetivo da diligência é verificar as atuais condições da BR- 319, acompanhar a execução dos serviços de manutenção da rodovia, bem como os trabalhos para o estudo de impacto ambiental que irão subsidiar o licenciamento ambiental para reconstrução da rodovia.

A RODOVIA - A BR-319 foi construída no final da década de 1960 e inaugurada em 1973, pelo Exército Brasileiro, dentro do contexto de colonização da Amazônia e sua integração ao território nacional. Hoje, encontra-se praticamente intrafegável, já que está abandonada desde a década de 1990.

Um trecho de 204 quilômetros na saída de Manaus, no Amazonas, e outro de 208 quilômetros na saída de Porto Velho, em Rondônia, foram recuperados e pavimentados em 2010. A recuperação do trecho intermediário da BR-319, com a extensão de 405 quilômetros, no chamado 'meião da floresta', foi embargada pelo IBAMA em 2009, mesmo com o projeto de restauração possuindo o Estudo de Impacto Ambiental (EIA), executado pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM).

Desde então, muitos estudos de impacto ambiental já foram feitos e refeitos e o licenciamento ambiental da obra não foi emitido pelo Ibama. De acordo com o DNIT, mais R$ 78 milhões já gastos com estudos ambientais, criação de unidades de conservação e intervenções a fim de mitigar impactos ambientais no entorno da rodovia.

Fonte: Ascom

Mais Sobre Política

Aprovado projeto do presidente Laerte Gomes que suspende eleições de diretores de escolas públicas

Aprovado projeto do presidente Laerte Gomes que suspende eleições de diretores de escolas públicas

A Assembleia Legislativa aprovou por unanimidade o Projeto de Lei nº 338/19, de autoria do presidente da Casa, Laerte Gomes (PSDB), revogando todas

Agentes de saúde de Rondônia voltam a receber adicional de insalubridade

Agentes de saúde de Rondônia voltam a receber adicional de insalubridade

A partir de dezembro, 533 servidores da saúde de Rondônia que atuam na área de endemias voltarão a receber adicional de insalubridade. O valor acresci

Cristiane Lopes participa de Encontro Mulheres Progressistas - Fortalecendo o Futuro

Cristiane Lopes participa de Encontro Mulheres Progressistas - Fortalecendo o Futuro

A vereadora Cristiane Lopes (PP) participou no último final de semana do Encontro Mulheres Progressistas, que aconteceu no espaço Millenium, na cida

Presidente Laerte Gomes recebe comitiva de prefeitos em audiência para falar sobre Energisa, Refis e teto de gastos

Presidente Laerte Gomes recebe comitiva de prefeitos em audiência para falar sobre Energisa, Refis e teto de gastos

Durante audiência na tarde desta terça-feira (5), o presidente Laerte Gomes (PSDB) recebeu uma comitiva de prefeitos para discutir as principais dem