Porto Velho (RO) sábado, 19 de janeiro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Yeda propõe arrocho fiscal e abre crise no RS


Agência O GloboChico OliveiraPORTO ALEGRE - A Assembléia Legislativa do Rio Grande do Sul vota nesta sexta-feira um pacote de seis medidas enviado a pedido da governadora eleita Yeda Crusius (PSDB). O texto propõe o aumento do ICMS para diversos produtos, como refrigerantes, cervejas e cigarros; a manutenção de alíquotas elevadas para telefonia, energia elétrica e combustíveis; e a extinção de subsídios. Yeda também anunciou um corte de 20% nos cargos comissionados e de 30% no custeio da máquina pública, além do congelamento por dois anos dos salários do funcionalismo.O arrocho provocou forte reação até de aliados da governadora eleita. Dois secretários indicados por Yeda - para as pastas de Planejamento e Justiça - desistiram de assumir os cargos. O vice-governador eleito, Paulo Afonso Feijó, também protestou.- A intenção é boa, mas a dosagem está equivocada - disse ele, alertando para o risco de empresas abandonarem o estado ou pedirem falência.Eleita com a promessa de um "um novo jeito de governar", Yeda surpreendeu os gaúchos com as propostas de aumento de impostos e arrocho salarial. A governadora eleita explicou que há um déficit de R$2,3 bilhões estimado para 2007 e disse que o pacote foi uma forma de "reverter essa tendência".

Mais Sobre Política - Nacional

HASTA LA VISTA, BAMBINO

HASTA LA VISTA, BAMBINO

Césare Battisti buscou a proteção de Evo Morales, seu aliado de esquerda.

Jair Bolsanaro assina decreto e  pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

Jair Bolsanaro assina decreto e pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

A partir do decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro hoje (15), no Palácio do Planalto, cidadãos brasileiros com mais de 25 anos poderão compra

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

São casos exemplares que demonstram comportamentos opostos dos governos

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

O governo federal vai fazer uma auditoria em 2 milhões de benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que têm indícios de irregul