Quinta-feira, 18 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Vôo 1907: radar registrou mudança de altitude do Legacy


Agência O Globo RIO - O ministro da Defesa, Waldir Pires, disse nesta terça-feira que o radar registrou a mudança de altitude do jato Legacy de 37 mil pés para 36 mil pés, o que mostra que os pilotos do jato que colidiu com o Boeing da Gol seguiram o plano de vôo pelo menos até parte da viagem. Mas o ministro explicou que o radar não tem tanta precisão quanto o transponder, que é o equipamento que poderia estar sem funcionar na hora do acidente. Waldir Pires disse ainda que as informações não são conclusivas e que é preciso ainda esperar a finalização da investigação. - Nós vamos ter que aguardar para dar as informações mais corretas e precisas, o que está na caixa-preta. Eu posso lhe dar a informação é de que depois de estar voando em 37 mil pés quando se aproximou de Brasília, cumprindo, portanto, seu plano de vôo, o radar sinaliza ele entrando em 36 (mil pés). Ele recebeu essa instrução: quando se aproximar de Brasília desce para 36 (mil pés), depois um pouco mais adiante sobe para 38 (mil pés) e viaja em 38 (mil pés) no restante, até Manaus. De modo que na cabeça, digamos assim, do pessoal de terra ele estava a 36 (mil pés) - disse o ministro. Segundo o ministro, a Aeronáutica ainda mantém a tese de que não houve falha dos controladores. - Evidente que não houve falha. Porque na realidade o plano de vôo tem que ser seguido. E se houve alguma pane de equipamento, o que deve haver é uma comunicação imediata do piloto no sentido de dizer 'nós estamos em pane do transponder - explicou Pires. A Aeronáutica informou que desconhece o diálogo em que o Legacy teria recebido autorização da torre para permanecer a 37 mil pés de altitude, a mesma do Boeing da Gol. Segundo a Agência Estado, a autorização teria sido dada a 55 Km do ponto em que o Legacy deveria baixar para 36 mil pés. A Aeronáutica disse ainda que todos os dados técnicos do vôo, que estavam na caixa-preta foram preservados, apesar de ela ter sido danificada na queda da aeronave da Gol, que vitimou 154 pessoas no dia 29 de setembro. O Boeing 737-800 colidiu com um jato Legacy no norte do Mato Grosso, se transformando na maior tragédia da aviação comercial brasileira.

Gente de OpiniãoQuinta-feira, 18 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou nesta sexta-feira (25) maioria de votos para determinar que a Câmara dos Deputados faça a redistribuição do

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

O Sindicato Nacional dos Servidores das Agências Nacionais de Regulação (SInagências) conseguiu uma solução direta do governo após intensa articulaç

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Reservas foi instaurada em Rondônia para investigar possíveis irregularidades nos processos de criação

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Na tarde dessa segunda-feira (06), o ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (SECOM), Paulo Pimenta, esteve r

Gente de Opinião Quinta-feira, 18 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)