Porto Velho (RO) quinta-feira, 21 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Voo 1907: IML ainda não identificou corpos


Agência O GloboBRASÍLIA - O diretor do Instituto Médico Legal do Distrito Federal (IML), José Flavio Bezerra, informou na noite desta quarta-feira que os dois corpos das vítimas do acidente com avião da Gol que chegaram nessa terça-feira a Brasília ainda estão sendo periciados. Ele disse que as impressões digitais dos corpos foram confrontadas com as de 75 prontuários datiloscópicos de vítimas do acidente e o resultado foi negativo.Segundo o diretor, 141 pessoas que estavam no avião já estão pré-identificadas por informações fornecidas por familiares. As famílias das outras 14 vítimas fornecerão as informações assim que chegarem a Brasília. A pré-identificação consiste na catalogação de radiografias, históricos médicos e odontológicos, fotografias e informações sobre cicatrizes, tatuagens e objetos pessoais.Bezerra informou que desde o início da semana a Polícia Civil do Distrito Federal tem feito contato com Secretarias de Segurança Pública dos estados para que sejam enviados os prontuários datiloscópicos das vítimas do acidente. "Se houver qualidade nas impressões digitais desses corpos, todos serão identificados por técnicas de datiloscopia. Caso isso não seja possível, será feita uma análise antropológica, que identifica por marcas corporais, como as cicatrizes e tatuagens, por exemplo. Em último caso será feita a identificação por exame de DNA, que é mais caro e demorado", explicou Bezerra.O diretor disse ainda que os dois primeiros corpos periciados estão politraumatizados, fraturados e em fase de decomposição, mas não apresentam marcas de queimaduras. Disse ainda que a identificação visual não é possível.O diretor do IML informou que um esquema de segurança com seis viaturas e policiais armados foi montado ao redor do prédio do instituto. Segundo Bezerra, o objetivo é preservar a imagem dos corpos. "Curiosos , jornalistas, familiares e até policiais aposentados têm procurado o prédio para tentar ver os corpos. Não vamos permitir isso".

Mais Sobre Política - Nacional

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Projeto da deputada Mariana Carvalho (PSDB-RO) e do deputado Rafael Motta (PSB-RN) é aprovado no Senado Federal. O projeto determina que o agressor

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

O Plenário do Senado aprovou, nesta terça-feira (19), projeto que determina que o agressor nos casos de violência doméstica e familiar será obrigado a

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Proposta permite ao juiz determinar a matrícula ou transferência de dependentes da mulher vítima de violência independentemente da existência de vagaO

Mulheres são homenageadas na Câmara por se destacarem na luta por direitos

Mulheres são homenageadas na Câmara por se destacarem na luta por direitos

Em sessão solene no plenário da Câmara dos Deputados, a Medalha Mietta Santiago foi entregue hoje (19) a cinco mulheres que se destacaram na luta por