Porto Velho (RO) sexta-feira, 18 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Vedoin depõe na PF e reafirma acusações


Agência O GloboCUIABÁ - Luiz Antônio Vedoin, chefe da máfia das ambulâncias, reafirmou nesta quarta-feira na Polícia Federal as acusações contra os parlamentares que receberam propinas. Ele foi ouvido o dia inteiro em Cuiabá por três delegados da PF de Brasília. A força-tarefa está na capital mato-grossense para ouvi-lo nos processos que correm no Supremo Tribunal Federal (STF) contra parlamentares.Em depoimento à PF, à CPI dos Sanguessugas e à Justiça, Vedoin relatou ter dado propina a dezenas de congressistas em troca do direcionamento de emendas parlamentares. Contra muitos, ele apresentou provas.Segundo a assessoria de imprensa da PF, os três delegados devem ficar até sábado ouvindo Luiz Antônio, seu pai Darci Vedoin e a ex-assessora do Ministério da Saúde, Maria da Penha Lino, também presa durante a Operação Sanguessuga. Ao todo, 82 deputados federais e dois senadores respondem a processo no STF por em razão do foro privilegiado. Nesta fase, os Vedoin e Maria da Penha serão ouvidos em apenas 24 processos.- Eles estão reafirmando o que sempre disseram no início das investigações - disse o advogado Elói Ricardo Reffatti, que acompanha as audiências.A PF não divulgou os nomes dos parlamentares em cujos processos Vedoin foi ouvido. O motivo, de acordo com a assessoria de imprensa, é o segredo de Justiça decretado nas investigações. A PF também quer evitar uso político nas vésperas da eleição, já que muitos dos investigados concorrem à reeleição.Luiz Antônio Vedoin chegou à superintendência da PF por volta das 9h, escoltado por policiais federais. Ele está com a prisão preventiva decretada desde o dia 15 de setembro. Seu pai Darci Vedoin, que aguarda julgamento em liberdade, chegou às 11h. Nenhum dos dois falou com a imprensa. Eles prestaram depoimento em separado durante todo o dia. Não houve pausa sequer para o almoço. Maria da Penha só chegou no fim da tarde, acompanhada de duas advogadas, e não quis dar entrevista.

Mais Sobre Política - Nacional

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que