Porto Velho (RO) domingo, 15 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

TSE nega registro de Marcelo Miranda, senador eleito no Tocantins


 
Débora Zampier
Agência Brasil

Brasília - O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou hoje (16), por 5 votos a 2, o registro de candidatura de Marcelo Miranda (PMDB-TO), segundo mais votado para representar Tocantins no Senado com quase 341 mil votos. O julgamento reverte decisão anterior do Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE-TO), que havia liberado o registro.

Miranda ainda pode recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF), mas até decisão contrária, ele está com o registro negado e não pode ser diplomado. No seu lugar, assumirá o candidato Vicentinho Alves (PR-TO). Os únicos votos pela manutenção do registro de Miranda foram dos ministros Marco Aurélio Mello e Marcelo Ribeiro.

A decisão saiu após o julgamento ser interrompido duas vezes no mês de outubro. Dois dias antes do primeiro turno das eleições, 1º outubro, o ministro Arnaldo Versiani pediu vista para analisar melhor o processo antes de votar. Quando o caso voltou novamente a plenário no fim de outubro, foi a vez de o ministro Marcelo Ribeiro pedir vista, trazendo o seu voto apenas hoje.

Miranda teve seu mandato de governador cassado em setembro de 2009 por abuso de poder político nas eleições de 2006. Segundo o Ministério Público Eleitoral, que contesta a decisão do TRE-TO, esse motivo o torna inelegível de acordo com a Lei da Ficha Limpa. O advogado do político, Fernando Neves, disse que analisará o caso para saber se entra com um recurso no STF.

Mais Sobre Política - Nacional

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Implacável para condenar lideranças do PT na República de Curitiba, a Justiça brasileira não mostra o mesmo furor para investigar e julgar os tucanões

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que o anúncio da liberação de saques das contas ativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviç