Porto Velho (RO) segunda-feira, 20 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

TSE deixa sem reposta consulta de Miro Teixeira


Raquel Miura, Agência O GloboBrasília - O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) preferiu não responder à consulta formulada pelo deputado Miro Teixeira (PT-RJ) sobre a possibildiade de impedir a posse de parlamentares envolvidos em denúncias de corrupção. Por seis votos a um, o TSE entendeu que a consulta apresentava casos contretos, em especial a situação de deputados e senadores citados pela CPI dos Sanguessugas, e por isso não poderia se pronunciar, já que pode vir a julgar tais ações no futuro. A decisão foi anunciada há pouco durante sessão desta terça-feira._ Não foi respondida a consulta por entendermos que a fase seria imprópria, já que existem casos concretos em andamento que chegarão ao TSE. Na verdade, a consulta feita foi dirigida e dirigiada contra aqueles que estão envolvidos no episódio denominado como Sanguessugas _ disse o presidente do TSE, ministro Marco Aurélio.Além disso, Marco Aurélio afirmou que muitos dos questionamentos de Miro Teixeira fogem da alçada da Justiça Eleitoral. O deputado apresentou a consulta ao TSE em julho e tinha como objetivo impedir que parlamentares, contra quais existam provas consistentes, retornassem ao Congresso com novo mandato. Foram encaminhadas dez perguntas ao tribunal, entre elas, se o Ministério Público poderia receber informações sigilosas para embasar ações contra parlamentares e evitar a posse de deputados e senadores sob investigação, mesmo sem condenação definitiva.O ministro Gerardo Grossi apresentou o relatório no último dia 8, negando reposta à consulta e foi seguido por cinco ministros. A decisão só saiu hoje porque houve pedido de vista. Apenas Ayres Brito votou pela reposta, argumentando que se tratava de material eleitoral e, portanto, de competência do TSE. Mas, para os demais ministros, a corte não pode se pronunciar em situações como essa.

Mais Sobre Política - Nacional

Do Pato Donald ao caos financeiro, Abril fecha revistas, demite 800 e entra em decadência

Do Pato Donald ao caos financeiro, Abril fecha revistas, demite 800 e entra em decadência

BLOG NOCAUTECom informações do Poder 360A Editora Abril, que já foi a maior do Brasil, acumulou dívidas de cerca de R$ 1,6 bilhão. Só na semana passad

Engenharia do caos: 27 milhões sem trabalho

Engenharia do caos: 27 milhões sem trabalho

O jornalista e escritor Palmério Dória denuncia em seu Twitter o cinismo escancarado do Grupo Globo em omitir o que ele chama de 'engenharia do caos';

 Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

O desembargador do TRF-4 Rogério Fraveto, que em 8 de julho determinou a soltura do ex-presidente Lula, decisão que não foi cumprida, disse, em sua de

Grupo Abril pede recuperação judicial

Grupo Abril pede recuperação judicial

O grupo Abril entrou com um pedido recuperação judicial nesta quarta-feira (15); plano de recuperação judicial será mostrado aos credores em até 60 di