Porto Velho (RO) sábado, 21 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

TSE considera que jingle do PT teve viés político e nega pedido de Serra


 
Priscilla Mazenotti
 
Agência Brasil,
Brasília - O candidato à Presidência José Serra (PSDB) teve direito de resposta contra a candidata Dilma Rousseff (PT) negado pelo Tribunal Superior Eleitoral.

A coligação de José Serra considerou “ofensiva e injuriosa” a mensagem do jingle da campanha petista veiculado na propaganda eleitoral de sábado (9). Mas, no entendimento do ministro-relator Henrique Neves, o jingle não ultrapassou o limite do debate e da crítica entre adversários em disputa eleitoral.

Em outra decisão, José Serra também teve pedido de resposta em que contestava inserção de rádio de Dilma Rousseff negado pelo TSE. A coligação de Serra considerou a propaganda um insulto à honra do candidato. O ministro relator do caso, Joelson Dias, entendeu que a propaganda tem viés “eminentemente político”.

Mais Sobre Política - Nacional

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Implacável para condenar lideranças do PT na República de Curitiba, a Justiça brasileira não mostra o mesmo furor para investigar e julgar os tucanões

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que o anúncio da liberação de saques das contas ativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviç