Porto Velho (RO) segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Temor da PRF se confirma e aumentam acidentes na Páscoa


Número de acidentes foi 23,86% maior que em 2006; 79 pessoas morreram

A Polícia Rodoviária Federal registrou aumentos nos números de acidentes, mortos e feridos na Operação Semana, encerrada ontem à meia-noite. Foram contabilizados 1.744 acidentes, 1.149 feridos e 79 vítimas fatais. Na operação de 2006 foram 1.408 acidentes (+23,86%), 889 feridos (+29,25%) e 77 mortes (+2,60%).

De acordo com técnicos da Coordenação-Geral de Operações da PRF, houve um aumento médio de 30% no fluxo de veículos, com picos próximos a 40% nos corredores metropolitanos. Na avaliação dos técnicos da CGO, a situação dos aeroportos provocou reflexos no trânsito das rodovias federais durante o feriado, levando um número maior de pessoas a optarem pelo modal rodoviário.

O dia mais violento da operação foi o domingo, quando foram computados 639 acidentes, com 359 feridos e 29 mortes. No primeiro dia da operação, na quinta-feira, que marcou a ida do feriado, foram registrados 507 acidentes, 337 feridos e 16 mortes. Durante os quatro dias de operação, foram fiscalizados 96.433 veículos, dos quais 20.995 foram autuados por diversas infrações. Um total de 1.102 veículos foram retidos e 359 CNHs foram recolhidas.

Mais uma vez o ranking de acidentes foi liderado por Minas Gerais, 324 no total. Depois vêm Santa Catarina (210), São Paulo (164), Rio Grande do Sul (158) e Rio de Janeiro (151). Minas Gerais foi novamente o estado com maior número de mortos, com um total de 15 vítimas fatais. Em seguida vem São Paulo (14), Rio de de Janeiro (09), Goiás e Santa Catarina (05) e Mato Grosso do Sul e Maranhão (04). Minas também registrou o maior número de feridos, 201. Depois vêm Santa Catarina (157), Paraná (99), Rio Grande do Sul (81) e São Paulo (73).

A explicação para a grande diferença nos porcentuais de feridos (quase 30%) e mortes (menos de 3%) reside no trabalho de resgate de vítimas de acidentes que PRF desenvolve ao longo da malha viária federal. Graças ao pronto atendimento prestado, inclusive com o emprego de helicópteros e UTIs móveis, a sobrevida da vítima é aumentada. Também se estabelece como prioridade para o policiamento ostensivo preventivo os pontos com registro de acidentes de maior gravidade, uma vez que é a preservação da vida é o principal objetivo do trabalho da PRF.

Fonte: PRF

Mais Sobre Política - Nacional

Igreja Católica reage à ofensiva do governo: Evaristo Pascoal Spengler. "Só vimos na ditadura"

Igreja Católica reage à ofensiva do governo: Evaristo Pascoal Spengler. "Só vimos na ditadura"

A Igreja Católica começa a reagir à ação de espionagem do governo Bolsonaro contra o Sínodo da Amazônia que terá como ponto culminante um encontro no

Senador Marcos Rogério diz que PEC sobre aborto deve ser debatida na CCJ

Senador Marcos Rogério diz que PEC sobre aborto deve ser debatida na CCJ

O senador Marcos Rogério (RO) disse que a proposta de emenda à Constituição (PEC 29/2015) que altera o artigo 5º da Constituição para determinar a “in

Ciro Gomes é vaiado e responde: “O LULA TÁ PRESO, BABACA”

Ciro Gomes é vaiado e responde: “O LULA TÁ PRESO, BABACA”

Ciro Gomes repetiu o que fez seu irmão Cid no segundo turno das eleições e chamou um militante do PT de "babaca", nesta quinta-feira (7), durante a Bi

Ruiu a barragem, rui a imagem - Renan perdeu. E perdeu

Ruiu a barragem, rui a imagem - Renan perdeu. E perdeu

Aquele festival de fintas e de fumaça nos olhos que poupou a Samarco, após a tragédia de Mariana, de maiores aborrecimentos (a ponto de até hoje não t