Porto Velho (RO) sábado, 18 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

STF derruba elevação do teto de promotores


Bernardo de la Peña - Agência O GloboBRASÍLIA - O Supremo Tribunal Federal (STF) concedeu, por unanimidade, liminar contra a decisão do Conselho Nacional do Ministério Público que (CNMP) que elevou de R$ 22.111 para R$ 24.500 o teto para o salário de promotores e procuradores de Justiça dos estados. A decisão que suspende o aumento foi tomada com base no pedido feito pelo procurador-geral da República, Antônio Fernando de Souza, que também preside o CNMP.Embora presida o conselho, Antonio Fernando tem opinião diferente de seus colegas. Para ele, a Constituição é clara ao limitar os vencimentos da categoria em 90,25% do teto do funcionalismo público, o salário de ministro do STF, que é de R$24.500. Na prática, a decisão do CNMP eliminaria o subteto previsto na Constituição.O argumento da maioria dos integrantes do CNMP para justificar a medida é que o limite de remuneração fixado pela Constituição refere-se só ao subsídio, e não a gratificações e abonos a que alguns servidores têm direito. Com isso, os membros do Ministério Público nos estados poderiam ganhar salários de até R$22.111 e benefícios até um limite de R$24.500. Para Antonio Fernando, o limite estabelecido pela Constituição refere-se ao conjunto de todos os vencimentos.

Mais Sobre Política - Nacional

Do Pato Donald ao caos financeiro, Abril fecha revistas, demite 800 e entra em decadência

Do Pato Donald ao caos financeiro, Abril fecha revistas, demite 800 e entra em decadência

BLOG NOCAUTECom informações do Poder 360A Editora Abril, que já foi a maior do Brasil, acumulou dívidas de cerca de R$ 1,6 bilhão. Só na semana passad

Engenharia do caos: 27 milhões sem trabalho

Engenharia do caos: 27 milhões sem trabalho

O jornalista e escritor Palmério Dória denuncia em seu Twitter o cinismo escancarado do Grupo Globo em omitir o que ele chama de 'engenharia do caos';

 Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

O desembargador do TRF-4 Rogério Fraveto, que em 8 de julho determinou a soltura do ex-presidente Lula, decisão que não foi cumprida, disse, em sua de

Grupo Abril pede recuperação judicial

Grupo Abril pede recuperação judicial

O grupo Abril entrou com um pedido recuperação judicial nesta quarta-feira (15); plano de recuperação judicial será mostrado aos credores em até 60 di